Curso de e-commerce: dicas para ajudar a escolher!

Com alta no mercado, aumentam também as oportunidades para que empreende ou trabalha na web e um Curso de e-commerce pode ajudar muito. Veja o que avaliar!(...)

Autor: Redação Impacta

Não pode ler esse artigo agora? Ouça no Player abaixo:

O comércio eletrônico é a nova forma de fazer negócio por meio das inovações tecnológicas. Esse foi um dos segmentos que mais cresceu nos últimos anos com um faturamento próximo a R$ 80 bilhões em 2019. Com isso, estudar e-commerce é algo muito procurado na atualidade, uma vez que há a necessidade de adquirir novas habilidades para se destacar no mercado. 
Para quem deseja se especializar na área, os principais cursos são gerenciamento de e-commerce e marketing digital, gestão de marketplaces, curso de E-commerce Professional, entre outras opções. Vale destacar que este último curso é indicado tanto para gestores experientes quanto para quem quer ingressar na área de e-commerce.
Afinal, o setor fatura cerca de 1,5 milhão de pedidos por ano — com a venda de cerca de um item a cada 6,7 segundos, de acordo com dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).
Então, esse é ou não é um mercado com um vasto potencial? Neste post, vamos apresentar os principais motivos para estudar e-commerce e também vamos dar dicas para ajudá-lo a escolher um bom curso na área. Boa leitura!

Motivos para seguir carreira na área de e-commerce

O comércio eletrônico está dominando o mercado do consumo. A expectativa para o ano de 2020 é que o setor apresente um crescimento de cerca de 12% em relação à 2019. Acontece que as lojas virtuais estão em franca expansão — e os motivos são inúmeros.
O perfil de consumo mudou drasticamente. Ao estudar e-commerce é possível perceber em detalhes como a população está se relacionando com a rotina de compras. Se em outro momento o comércio ficava limitado a espaços físicos, já há alguns anos ele foi expandido para o virtual.
Para entender melhor o potencial de um curso de e-commerce, confira alguns bom motivos para estudar sobre a área!
1. Lojas virtuais têm um maior alcance de público
Um dos grandes desafios enfrentados pelos lojistas que atuam no formato tradicional está relacionado à dificuldade para atender grandes públicos. Contudo, na internet, a realidade é outra. É possível atingir de maneira ininterrupta pessoas de todo o país — ou até mesmo do exterior.
Ao fazer um curso de e-commerce fica bem mais clara a abrangência alcançada. Ou seja, é possível focar o negócio tanto em um nicho quanto em um público menos segmentado. No espaço virtual você poderá fazer o encontro entre todos esses consumidores.

2. E-commerces encontram mercado na transformação digital

Com a transformação digital foram criados novos empregos. Entre eles estão muitos que têm relação direta com o e-commerce. É o caso das formações em UX design, segurança de dados ou mesmo Business Intelligence (BI).
Entretanto, segmentar o conhecimento e aprender todos os detalhes sobre a gestão de um negócio de lojas virtuais — e como garantir a segurança e o sucesso dessas lojas — faz toda a diferença.
Em um momento no qual o mercado pede por profissionais cada vez mais capacitados, um conhecimento tão específico em uma área que está tão em alta faz toda a diferença na construção de uma carreira de sucesso.

3. O ramo está evoluindo continuamente com a Indústria 4.0

Enquanto os primeiros e-commerces eram encontrados em lojas virtuais extremamente simples, hoje eles podem ser acessados em complexos e estruturados aplicativos. Ou seja, com a evolução da Indústria 4.0 (com novas formas de fazer logística, por exemplo), os e-commerces também estão ficando melhores e mais fortes.
O funcionamento 24 horas, sete dias por semana, requer uma estrutura robusta para que uma loja virtual funcione da melhor maneira. Ao estudar e-commerce você será capaz de aprender a aplicar evoluções da Quarta Revolução Industrial dentro da estrutura de comércio online.

4. O mercado está em franca expansão e deve continuar assim

Alguns números apresentados neste post mostram como o setor de lojas virtuais está em alta. A boa notícia é que a tendência é que o movimento de expansão continue por um bom tempo. Estudar e-commerce, por isso, é investir em um setor que vai continuar valendo bastante!
Para atender ao alto nível de complexidade existente no ramo, o profissional que cursa e-commerce precisa desenvolver algumas habilidades, entre elas:

  • ter aptidão para aprender sobre o comportamento de compra do consumidor;
  • saber da importância de se ter uma visão crítica para tendências de mercado;
  • adquirir conhecimentos voltados para a segurança da informação;
  • ser capaz de gerenciar conflitos por meio do campo virtual;
  • conseguir tomar decisões a partir da análise de dados;
  • ser criativo e inovador;
  • desenvolver habilidades para se adaptar a mudanças.

Essas são apenas algumas das características de um profissional que atua com sucesso no ramo de e-commerce. Mas, caso alguma delas ainda não esteja sob o seu domínio, tudo bem. Saiba que com a vivência e muito estudo será possível conquistar novos conhecimentos para ter sucesso na sua profissão.

5. O setor é diverso e se encaixa em vários perfis profissionais

Para estudar e-commerce, você não precisa se enquadrar apenas no perfil que é apaixonado por análise de dados, ou mesmo ser um cientista de dados. Muito pelo contrário!
O campo do comércio virtual abrange uma ampla gama de conhecimentos e habilidades. Entre elas, você pode até mesmo atuar voltado 100% para o marketing e para a publicidade. Isso porque  grandes empresas apostam alto em divulgação totalmente direcionada para o setor.
Se você tem afinidade com tecnologia e quer ser a pessoa que vai desenvolver estruturas robustas e seguras para hospedar e-commerces, o mercado espera por você. É possível cursar e-commerce para trabalhar com desenvolvimento de plataformas, manutenção de servidores ou mesmo criação de linguagens específicas, como HTML ou CSS.
Todavia, uma boa estrutura de e-commerce só funciona se a logística é igualmente boa e sólida. É aqui que entra toda a parte de entrega, relacionamento com transportadoras, armazenamento e organização de embalagens.
Ou seja, nas lojas virtuais, perfis profissionais altamente distintos se encontram. Por isso, fazer um bom planejamento de carreira e entender o que chama a sua atenção dentro dessa área tão promissora vai ajudar bastante na sua escolha.

6. Falta mão de obra e há possibilidade de crescimento

Falando nisso, por ser um campo relativamente novo, que ainda não encontrou o seu ápice, o ramo dos e-commerces ainda sofre com a falta de profissionais especializados. A área tem uma forte pegada disruptiva. Por isso, lojas virtuais carecem de pessoas habilitadas a fim de contribuir para gestão da inovação, por exemplo.
Outra linha dos e-commerces que também necessita de mais força de trabalho é a da segurança. Em tempos nos quais a proteção de dados é um assunto que aparece com frequência, é comum que o mercado esteja buscando por mais pessoas com tais conhecimentos. Até mesmo porque o segmento de compras virtuais deve se expandir continuamente nos próximos anos.
shutterstock_577492282

Dicas para acertar na escolha e estudar e-commerce

Depois de conferir as razões pelas quais você deve estudar e-commerce, descubra o que fazer para acertar em cheio na escolha do curso. Afinal, tão importante quanto escolher uma área interessante para se especializar é escolher de maneira estratégica onde você vai estudar.
Queremos ajudar você e, nesse sentido, reunimos algumas dicas imperdíveis para auxiliar na sua decisão sobre qual curso de e-commerce pretende fazer!

  • Observe o nível do curso

Uma das principais dicas para escolher o curso de e-commerce é sempre observar o nível. Isso porque não adianta procurar algo que tenha um ensino muito básico, sendo que você já está no nível intermediário. Da mesma forma, não é adequado realizar um curso que exige muita profundidade, uma vez que você ainda não tenha o conhecimento necessário. 
Para não ter prejuízos com isso, avalie qual nível está de acordo com o seu conhecimento sobre a área. Geralmente, quem já tem um entendimento geral sobre e-commerce não precisa de cursos muito básicos. Contudo, caso você seja novo na área é aconselhável começar os estudos do início a fim de que você não perca nada e possa absorver todo o conhecimento.

  • Faça uma análise da reputação da instituição de ensino

Além de observar o nível do curso, também é fundamental analisar a reputação da instituição de ensino. Atualmente, muitas escolas oferecem cursos de e-commerce com preços baixos e com o tempo de estudo reduzido. Todavia, essas instituições podem não ser qualificadas para o ensino, o que vai proporcionar diversos prejuízos para os estudantes. 
A melhor coisa a se fazer é conhecer a credibilidade da instituição em que você pretende estudar. Portanto, você pode usar as redes sociais para analisar o que o público que estudou nessa escola fala sobre ela.
Analise todos os comentários que puder e veja se realmente vale apena cursar e-commerce nessa instituição. Você também pode verificar se o curso tem algum certificado atestando a sua qualidade, como certificações de peso internacional.

  • Confira com cuidado todo o material gratuito

Outra dica para ajudar na escolha do curso de e-commerce é conferir o material gratuito. Isso porque geralmente as escolas oferecem algum material de estudo como demonstrativo do que o aluno vai estudar no curso. Desse modo, é possível analisar se o conteúdo está adequado a sua necessidade.
Por exemplo, muitas instituições fornecem algumas videoaulas para que o estudante tenha uma ideia de como o curso será administrado. É por meio desse material que você pode saber como o conteúdo será abordado, como é a didática do professor e quais os recursos utilizados para o processo de ensino e aprendizagem.
Veja se tudo isso está de acordo com o que você esperava encontrar no curso e se vai contribuir para o seu sucesso profissional!

  • Veja a empregabilidade de ex-alunos

Também podemos apontar como é essencial ver a empregabilidade de ex-alunos, já que cursos de qualidade formam estudantes que se destacam no mercado e alcançam o sucesso em suas carreiras. Da mesma forma, isso vai trazer confiança para você reconhecer que, com a sua dedicação, é possível fazer parte dessa história vitoriosa. 
Novamente, as redes sociais podem ser a chave para você conhecer um pouco mais sobre o testemunho de alunos que já passaram pela instituição. Além disso, verifique se no site da escola há alguma postagem sobre o sucesso profissional dos estudantes. Contudo, apesar da qualidade do curso, é fundamental que você também se esforce para ser bem-sucedido na área de e-commerce.  

  • Aprofunde-se na aplicação prática do curso

Apesar da necessidade de aprendermos a teoria, algo muito valioso que deve ser avaliado na hora de escolher o seu curso de e-commerce é se ele tem aplicação prática para área que você pretende atuar. É de suma importância que o ensino forneça ferramentas que possam ser utilizadas para criar as melhores estratégias para o seu comércio eletrônico.
Dessa forma, verifique se o curso tem aplicação prática para atender as exigências do mercado, pois, para você ter os melhores resultados, é preciso ter domínio prático ao planejar como a loja virtual deve funcionar, quais são os planos de negócios mais apropriados para a sua realidade etc. 

  • Pesquise sobre a experiência dos professores

Analisar a experiência dos professores também é uma ótima dica para escolher o melhor ensino. Docentes com expertise na área de e-commerce saberão transmitir o seu conhecimento com muito mais domínio!
Para isso, verifique se no currículo do professor consta alguma experiência no mercado, atuando no segmento de comércio eletrônico. Ademais, você também pode pontuar se o docente já trabalha no ensino dessa área por muito tempo — afinal, quanto maior for o seu tempo de atuação, mais conteúdo ele vai ter para ensinar. 

  • Considere apostar nos cursos online

Por fim, outra dica importante para ajudar na sua escolha é considerar fazer cursos de e-commerce online. Com essa modalidade de ensino você vai conseguir conciliar a sua rotina de trabalho e estudo sem prejudicar nenhuma das duas vertentes. É possível encontrar diversos cursos nessa área que podem ser feitos 100% online por meio de um simples notebook ou smartphone. 
Com isso, você também tem a chance de se atualizar na área, já que a cada dia surge a necessidade de aprender algo novo. Sobre o ensino a distância, não se preocupe, pois os treinamentos online são muito interativos, com vários recursos e funcionalidades. 
Até aqui, apresentamos as principais dicas para ajudá-lo a escolher um curso para estudar e-commerce. Além disso, ressaltamos como é fundamental adquirir conhecimento para se sobressair nesse mercado competitivo e montar o seu e-commerce. É aconselhável que você leve essas ideias em consideração na hora de tomar a sua decisão!
Então, gostou do que aprendeu? Está pensando em estudar e-commerce? Confira algumas dicas imperdíveis que vão ajudar na sua escolha!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!