Conheça as tendências e novos papéis de liderança em TI

O papel da liderança em TI é de grande responsabilidade. O setor que antes era responsável por apagar incêndios, se tornou estratégico para os negócios.(...)

Autor: Redação Impacta

Não pode ler esse artigo agora? Ouça a matéria no Player abaixo:

Os rápidos avanços tecnológicos que nos levaram à transformação digital mudaram, também, o papel da TI nas empresas. O setor, que antes era responsável, sobretudo, por apagar incêndios, se tornou estratégico para os negócios. Consequentemente, o papel da liderança em TI, hoje, traz consigo uma grande responsabilidade.
Devemos esperar, é claro, uma série de desafios na liderança. Afinal, por que ela é tão importante para a TI? Quais são os hábitos de um líder influente? Como desenvolver essas habilidades para beneficiar o desempenho da equipe e de toda a empresa?
Criamos este artigo especial para responder a essas e outras perguntas. Então, vamos lá!
shutterstock_739241959 (1)

A importância da liderança em TI para os negócios

O líder do setor de Tecnologia da Informação pode assumir diferentes papéis, a depender da estrutura interna e da estratégia da empresa. Em grandes organizações, é cada vez mais comum que ele atue como um CIO — ou Chief Information Officer. Na prática, o surgimento do termo diz muito sobre a importância desse profissional (e da equipe).
Em tempos de transformação digital e Indústria 4.0, a tecnologia passou a desempenhar um papel mais estratégico nas empresas. Isso significa que ela não é apenas uma ferramenta para otimizar processos, aumentar a produtividade ou reduzir custos. Seu potencial é tão grande que ela pode remodelar a própria estratégia de negócios.

Um mercado cada vez mais digital

A digitalização do mercado é uma tendência que não pode ser ignorada. Com as tecnologias certas e uma boa presença na web, uma organização pode oferecer algo inovador para seus clientes e gerar um impacto disruptivo no mercado.
Basta observar o que ocorreu em diversos setores, com a adoção de aplicativos para mediar serviços como transporte, delivery, contratação de profissionais etc. Logo, é papel da liderança em TI guiar o setor para alinhar as estratégias da empresa às demandas do mercado.

Alinhamento entre objetivos e oportunidades

Além de ser o grande catalisador da tecnologia — já que o CIO deve conhecer as novas tendências e as principais soluções digitais à disposição no mercado —, ele deve conhecer a fundo o core business da empresa. Assim, ele ajuda a diretoria a usar a TI como ferramenta de inovação, criando diferenciais para o negócio.
Isso sem falar, é claro, no seu impacto entre os profissionais, que devem se espelhar nele como referência de comportamento. Se a organização quer fomentar uma cultura da inovação, por exemplo, os líderes devem ser os primeiros a adotar esse modo de pensar para propagar a ideia.
Vejamos, então, de que forma a liderança em TI deve atuar.

Os hábitos de um líder influente na TI

O primeiro ponto essencial é ser capaz de gerenciar com eficiência os projetos e seus respectivos prazos. Isso exige conhecimento técnico para entender as demandas dos profissionais, assim como habilidades administrativas. Afinal, capacidades estratégicas valem pouco, se o líder não for capaz de fazer a equipe de TI cumprir seu planejamento.
Somado a isso, ele deve ser um impulsionador da inovação. Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial, Machine Learning, Big Data, Cloud Computing etc. — a lista de novas tecnologias é grande e o líder da TI precisa saber opinar sobre elas. Para a diretoria, ele é uma figura de confiança, aquele que deve avaliar o que pode ser útil para a organização e para onde o investimento deve ir.
Para isso, no entanto, ele deve entender a fundo as atividades da empresa, o que envolve também o vocabulário do setor. O objetivo é ser capaz de analisar de forma crítica se essas tecnologias têm potencial para impulsionar o negócio — além de explicar essa análise de forma compreensível para os outros gestores e a diretoria.

Liderança transformadora

Líderes, em geral, sabem que devem ser uma ponte entre os profissionais da equipe e as pessoas nos cargos mais altos. Entretanto, não basta mediar a comunicação. Uma boa liderança em TI é a que consegue encaminhar a equipe para as mudanças de comportamento necessárias.
Adotar uma metodologia ágil, por exemplo, exige mais do que tecnologia. Os profissionais devem mudar sua forma de pensar os projetos, assumindo certa autonomia, entregando rápido, colocando o cliente no centro do processo etc. São transformações comportamentais que levam aos objetivos estratégicos estabelecidos lá no topo.
Por isso, o líder deve saber administrar os recursos à disposição — tanto os tecnológicos, quanto os humanos. A gestão de pessoas deve ser cuidadosa e eficiente, permitindo que a equipe atue com sinergia dentro do escopo mais amplo da empresa.

O diferencial de uma formação contínua

A qualificação é um fator crucial para desenvolver a liderança no setor de TI. Como destacamos, trata-se de um ambiente que lida diretamente com a inovação. Consequentemente, o potencial das novas tecnologias influencia a capacidade de uma empresa de lidar com as demandas do mercado.
Um bom líder deve estar atento às novidades para promover a flexibilidade de que a TI precisa. Da mesma forma, ele deve ter um conhecimento básico sobre as principais metodologias e técnicas adotadas no setor, sendo capaz de avaliar os benefícios que elas poderiam trazer.
Metodologias ágeis (Scrum e Kanban, por exemplo) são cada vez mais adotadas por empresas de diversos setores. O motivo é simples: elas partem de pressupostos básicos do mercado dinâmico de hoje, como a aproximação com o cliente e a priorização da entrega rápida para desenvolvimento constante do produto.
Então, investir em cursos e certificações é um diferencial valioso. Uma boa forma de direcionar esse esforço é mapear as demandas da empresa. Se ela atua com determinada plataforma de nuvem, por exemplo, é interessante que o gestor aprofunde seus conhecimentos técnicos naquela direção, sem abrir mão do panorama geral do mercado.
Como você pôde ver, trata-se de uma posição que exige flexibilidade e muita criatividade. A liderança em TI tem um impacto transformador na empresa, já que é responsável pela gestão da inovação. Então, vale a pena se manter atualizado e trabalhar continuamente na expansão do conhecimento para conquistar resultados cada vez melhores!
Se gostou do post, compartilhe nas redes sociais e conheça a opinião dos seus colegas sobre o papel que um bom líder de TI deve desempenhar!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!