Conheça agora os 6 principais tipos de empreendedor

Ser um empreendedor não é para todos. Não se trata de uma profissão, mas sim de um estilo de vida. E assim como há várias maneiras de levar a vida, (...)

Autor: Redação Impacta

Ser um empreendedor não é para todos. Não se trata de uma profissão, mas sim de um estilo de vida. E assim como há várias maneiras de levar a vida, há também vários tipos de empreendedor. Trata-se de um perfil pessoal capaz de enxergar o mundo de maneira diferente e identificar oportunidades de atuação.
Mas não basta a pessoa ter grandes ideias — é preciso que ela tenha características que a tornem um verdadeiro empreendedor. Tem que ter iniciativa, proatividade, motivação, liderança, criatividade, responsabilidade, capacidade de assumir riscos, visão de negócios e um bom networking. Ainda assim, há vários tipos de empreendedor.
Será esse o assunto do nosso post. Vamos listar a seguir os 6 tipos de empreendedor e mostrar quais são as suas áreas de atuação e as suas principais características. Quer saber quais são? Então, tenha uma ótima leitura!

1. O tradicional

Também chamado de conservador, é o perfil ideal para quem quer abrir o próprio negócio, mas sem se expor a grandes riscos. As principais áreas de atuação são franquias de grandes empresas e negócios onde há demanda constante da população. O melhor tipo de empreendimento são pequenos negócios, sem a necessidade de escalabilidade no futuro.
Como ele não se preocupa em expandir, a inovação não se faz essencial. Esse profissional gosta de ter os pés no chão, fazer a própria gestão de tempo , calcular os riscos com muita cautela e se apoiar em processos que já foram comprovados por outros empreendedores. 
Seu conservadorismo pode ter impactos negativos no negócio, pois pode deixar de se arriscar para ter ganhos mais significativos. O seu negócio não será de grande impacto, mas proverá ganhos suficientes para o sustento próprio.

2. O informal

O empreendedor informal é aquele que trabalha por conta própria, mas sem a aquisição de um CNPJ. É o tipo de negócio mais comum no Brasil, onde a informalidade está em alta devido às taxas de desemprego.
O empreendedor informal é uma pessoa com o sonho de abrir seu próprio negócio, mas que não tem muita experiência no ramo. Os principais exemplos desse tipo de empreendedorismo são os ambulantes, vendedores de garagem e as pequenas lojinhas em regiões residenciais.

3. O pesquisador

O perfil do pesquisador está intimamente ligado com as universidades. São pessoas que estão envolvidas em pesquisa acadêmica para solucionar um problema que esteja ligado comercialmente ou socialmente. Geralmente, os resultados das pesquisas resultam em produtos que podem ser desenvolvidos para a comunidade.
Esse tipo de empreendedor está atento às últimas tecnologias do mercado e busca por soluções ainda inexistentes. Ele está sempre lendo artigos científicos e estudando formas de resolver problemas por meio de experiências.

4. O determinado

A pessoa determinada é aquela que mais acredita em seu negócio. Em geral, também é uma ótima vendedora e faz um bom marketing pessoal. Por isso, a principal área de atuação dessa pessoa são os negócios que têm grande capacidade de crescimento.
Além do mais, empreendimentos que dependem de venda e promoção podem ser mais facilmente conduzidos por quem tem esse perfil. Suas grandes características são o foco e a resiliência. Isso faz com que o empreendedor esteja sempre em busca das melhores alternativas para o seu produto e persista em sua ideia, ainda que o cenário não seja muito animador.
Ele tem um senso de responsabilidade e a ciência de que os resultados não virão do dia para a noite. Quando esse tipo de empreendedor atinge o sucesso, os resultados são bastante satisfatórios.

5. O experiente

O empreendedor experiente se inspira em grandes revolucionários do ramo, como Steve Jobs e Walt Disney. Ele leva o empreendedorismo muito a sério e sua meta é deixar um legado para as próximas gerações. Já passou por todas as etapas do empreendedorismo, desde a informalidade até a inovação tecnológica, com períodos de apostar muito no negócio.
A sua experiência fez com que sua capacidade criativa fosse desenvolvida ao máximo. Passa boa parte do seu tempo em eventos para ajudar novos empreendedores a tomarem as melhores decisões e crescerem profissionalmente. As áreas de atuação desse perfil se encaixam muito bem em grandes empresas, com redes de filiais espalhadas pelo País.

6. O inovador

Todo empreendedor deve ter um pouco de inovação no sangue caso deseje prosperar. No entanto, alguns têm o senso de inovação muito forte. Essas pessoas estão focadas em criar produtos novos, realizar o empreendedorismo digital, desenvolver mudanças e melhorias — itens que já estão no mercado.
Esse é um dos tipos de empreendedor que mais se arrisca no mercado. Sua área de atuação é principalmente na criação de produtos eletrônicos e eletrodomésticos. O tablet, por exemplo, não era um item necessário até que a Apple apresentasse um para a sociedade. Certamente, foi uma das grandes inovações da época.
No entanto, é necessário que esse tipo de empreendedor tenha muita sabedoria, pois nem toda inovação é bem-recebida no mercado. Algumas se tornam fracassos tão grandes que geram a falência de suas empresas.

Os diferentes tipos de empreendimento

Para fechar, vale lembrar que, para cada perfil de empreendedor, existem tipos diferentes de empreendimento. Ou seja, alguns perfis terão mais facilidade para desenvolver negócios que se alinhem ao seu comportamento. Nesse sentido, há:

  • o empreendedorismo corporativo: busca criar uma empresa, gerar empregos e criar soluções mercadologicamente viáveis;
  • o empreendedorismo individual: busca empreender por meio de prestação de serviços, como abrir um escritório, atuar como freelancer, consultorias ou abrir a própria loja;
  • o empreendedorismo social: o último deles empreende para a sociedade, com objetivo de promover os valores comunitários, e foco na cooperação mútua em vez de competitividade.

No entanto, é importante ressaltar que todos os tipos de empreendedor têm uma coisa em comum, que é a busca por satisfação pessoal, autonomia financeira e querem deixar um legado na sociedade em que vivem.
Seja qual for o seu caso, é importante ter os valores citados neste post e buscar pelo tipo de empreendimento que mais se encaixa no seu perfil. Assim, as chances de tomar as decisões mais acertadas e alcançar o sucesso aumentam significativamente.
Gostou do nosso post sobre tipos de empreendedor mais comuns? Deixe nos comentários o que achou do nosso artigo e qualquer dúvida que tenha.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!