Empreendedorismo: como conseguir sem sair do seu emprego?

Quem não sonha, no nundo atual, abrir seu próprio negócio, fazer seu próprio horário, e, ainda sim, ter um diferencial no mercado de trabalho? Mas (...)

Autor: Redação Impacta

Não é novidade que o empreendedorismo cresceu muito nos últimos tempos, principalmente no Brasil, onde as variedades de setores para se empreender não param de crescer e surgem novas demandas a cada dia.
Apesar de exigir preparo, planejamento e estudo, empreender também é um exercício da criatividade de profissionais que sonham em abrir seus próprios negócios e fazer os horários que melhor atendem suas necessidades de rotina.
Mas calma! Não é porque nos dias de hoje temos mais facilidade e soluções para todos os processos ao empreender, que você precisa largar tudo no seu emprego e se arriscar. 
É claro que todo mundo deseja um dia poder abrir mão do emprego formal para se dedicar exclusivamente a ideia de negócio, mas em muitos casos é preciso começar devagar.
Existem formas empreender que, não necessariamente, fazem você ter que se demitir e te ajudam a ter mais segurança caso o empreendimento não vingue. Quer conhecer? Confira a seguir!

   Dicas para ser um empreendedor e ainda continuar trabalhando

  • Guarde dinheiro 

É muito importante você, futuro empreendedor, saiba como ter um controle financeiro, pois se é essa a área que você deseja seguir, a responsabilidade dobra, já que é preciso cuidar de você e do negócio. Além disso, é importante levar em consideração que o retorno financeiro pode demorar um pouco para acontecer.

  • Entenda o seu Perfil 

Para se dar bem nesse ramo, é preciso ter um perfil empreendedor. O que isso significa? Basicamente existem alguma características de um bom profissional dessa área, como:

  1. Entender que o trabalho em equipe é essencial;
  2. Saber motivacionar as pessoas ao seu redor;
  3. Correr riscos;
  4. Ter uma estratégia ou um plano de ação para seu negócio;
  5. Sempre ser otimista.
  • Permita-se começar do zero

No começo de tudo, o orçamento vai ser baixo, e isso vale para a maioria dos casos. Não tente gastar mais do que você tem para começar seus projetos, pense que uma ideia pode surgir e criar forma na sala da sua casa mesmo. 
O que importa, no começo, não é ser grandioso e altamente lucrativo, mas sim saber que o plano pode dar certo à longo prazo.

  • Trabalhe com paixão

Isso mesmo, você não leu errado. Se você vai realmente começar no mundo empreendedor, é preciso que você seja apaixonado por aquilo que está desenvolvendo, porque o caminho não vai ser fácil, com investimentos de dinheiro e tempo.

  • Teste sua ideia

É um processo muito importante: veja se sua ideia vai realmente atrair o público-alvo. Quer saber como? Anuncie aquilo que você está está vendendo – ou quer começar a vender -, e teste a intenção da pessoa de compra. 
Pode até negociar preços ou dar um prazo para aquilo ficar pronto, o importante mesmo é saber um feedback dos seus futuros clientes.

  • Tenha conhecimentos sobre administrar um negócio

Não é preciso ser um especialista em nada para ser um empreendedor, mas é sempre bom ter conhecimentos básicos em alguma técnicas que vão te ajudar a não fracassar nos negócios, como cursos de gestão de pessoas e de administração.

  • Crie um diferencial

Para que seu negócio seja um sucesso, é importante que você apresente um diferencial de mercado. Podem ser preços mais baixos dos já existentes ou um produto/serviço melhor que seus concorrentes. É válido também pensar em alguma coisa que ainda não existe no mercado de consumo, por mais difícil que isso seja.

  • Planeje e planeje

Se depois de ler até aqui você já tem certeza que é realmente isso que você deseja para sua carreira, então comece a planejar – e bem – como esse projeto vai ser iniciado: faça metas, prazos e até mesmo um cronograma. 
E – um dos pontos mais importantes – planeje bem quando você irá realmente terá corpo e segurança para sair do seu emprego atual.

  • Seja 10% empreendedor no começo de tudo

Segundo o livro de Patrick J. McGinnis, 10% Entrepreneur: Living Your Starup Dream Without Quitting Your Day Job, enquanto você ainda está começando seus projetos para seu empreendimento e ainda está trabalhando, é interessante pensar em doar 10% do seu tempo e dos seus recursos para seu futuro emprego como empreendedor.
Esse conselho é dado porque não se sabe ao certo quando os lucros vão vir ou quando os negócios realmente vão se firmar no mercado. Citando uma frase de seu livro: “Quando você escolhe o empreendedorismo, você aceita que o sucesso e o dinheiro vão ser maravilhosos quando vierem, mas eles não podem ser os únicos pilares de sua decisão”.
Pensando nisso, uma regra importante que McGinnis comenta é, no início, priorizar seu trabalho diário, afinal é isso que está pagando suas contas e, no momento, sua integridade está em dar seu melhor, mas nunca abandonando seus panejamentos nesse meio tempo.
Como já dito, o empreendedorismo é um caminho que está em alta no mercado de trabalho de uns tempos para cá, e por isso, a concorrência e a disputa por sucesso nesse ramo aumentam proporcionalmente.
 Mas é importante ter em mente que, por mais desafiador que seja, as vantagens de se tornar um empreendedor são diversas, e no final, tudo vale a pena!
Curtiu o post? Deixe seu comentário nos contando se você já é ou já quis ser um empreendedor e como foi essa mudança de vida para você!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!