12 profissões do futuro que estarão em alta em 5 anos
Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Você está criando uma conta para sua empresa?

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

12 profissões do futuro que estarão em alta nos próximos 5 anos

Não pode ler esse artigo agora? Ouça a matéria no Player abaixo: Se a independência financeira é algo que você busca, mas não está tendo sucesso na sua atual carreira, talvez seja hora de você especializar-se em outra área e mudar de profissão. Muitas vezes, a sua atual formação e experiência podem contribuir para uma nova carreira.

Porém, se você não está muito atualizado com o mercado de trabalho e não sabe quais profissões serão tendência nos próximos anos, não se preocupe: neste post, listamos 12 profissões do futuro para que você possa escolher seu caminho com sabedoria. Boa leitura!

1 - Analista de marketing digital

O brasileiro gasta 650 horas/mês apenas em redes sociais. Se computarmos o tempo gasto na internet como um todo, em comparação à TV, já podemos cravar que passamos mais tempo na web (4h59min) do que na frente dos televisores (4h31min).



Estamos falando de uma mudança social extremamente forte e que altera completamente a forma com que as empresas se comunicam com seus consumidores. O poder de viralização de um anúncio criativo nas redes sociais é infinitamente maior do que o de uma propaganda comercial na TV (e custa centenas de vezes menos!).



Assim, as estratégias de SEO, mídias sociais e marketing de conteúdo passaram a ser cruciais para a sobrevivência das empresas no mercado, o que impacta diretamente na demanda das organizações por um novo tipo de profissional de marketing — o analista de marketing digital.

E a perspectiva é que a procura por esse especialista aumente nos próximos anos. Sem dúvida, uma das mais demandadas profissões do futuro.

2 - Gestor de marketing para e-commerce

O varejo on-line brasileiro deve crescer 43,5% até 2020. É o que diz a pesquisa da consultoria Euromonitor, a qual mostrou que o comércio eletrônico interno deverá saltar dos atuais 19,5 bilhões de dólares para 28 bilhões de dólares. Tudo isso nos próximos 2 anos.



As dificuldades de deslocamento nas grandes cidades, a carga de trabalho cada vez mais intensa e a disseminação do mobile como forma de acesso à internet explicam a explosão das compras por meio de plataformas de e-commerce. Enquanto o varejo tradicional agoniza na crise, as lojas virtuais devem crescer cerca de 8% em 2016.



Diante desse universo de possibilidades que se alarga diariamente, o mercado necessitará de profissionais de marketing que conheçam bem as peculiaridades do setor. Essas pessoas devem encontrar os caminhos exatos para divulgar as plataformas de e-commerce, alcançando o público certo, no momento preciso e na linguagem ideal.



Não tenha dúvida: o gestor de marketing para e-commerce não terá dificuldades em se colocar no mercado de trabalho.



Conheça as profissões do futuro que estarão em alta nos próximos 5 anos

3 - Desenvolvedor de softwares

Estamos no auge de uma transformação digital. As facilidades da mobilidade fizeram com que os velhos notebooks e computadores de mesa se tornassem “vintage” quase de um dia para o outro: hoje, a maior parte da população acessa sites, redes sociais e aplicativos por meio de smartphones.



A demanda recente (não parece, mas o fenômeno da mobilidade no Brasil tem menos de 10 anos) criou uma nova necessidade a todas as organizações: transformar suas páginas em sites responsivos (sites que se adaptam adequadamente em qualquer plataforma). E é aqui que entram os desenvolvedores.



O uso intenso dos gadgets impulsiona a necessidade desmesurada por novos apps. Trata-se de uma efervescência de demandas que fazem dos bons programadores (que dominam SQL, Java, C#, PHP, ASP.NET, iOS Swift etc.) o verdadeiro diamante do século XXI.



As tecnologias web também dominam o mercado. As empresas tendem, cada vez mais, a abandonar os programas desktop (que são instalados nas máquinas dos usuários), para passar para programas que podem ser acessados pelo navegador.

Isso cria uma demanda para o desenvolvedor de software, que, para embarcar nessa área, pode especializar-se em tecnologias, como AngularJS, Angular, React e Vue, para desenvolvimento front-end (interface). Já, para back-end, os conhecimentos mais desejados são MongoDB, PHP, Java, SQL e NodeJS.

Se você está ainda decidindo que curso fazer, eis uma opção de sucesso certeiro no longo prazo.

4 - Engenheiro ambiental

Vamos dar uma pausa no mundo virtual para falar de uma outra carreira que inegavelmente chama a atenção nas perspectivas de futuro no mercado de trabalho: a Engenharia Ambiental.



As preocupações crescentes da sociedade com os impactos dos setores produtivos (principalmente indústria e construção civil) no meio ambiente têm gerado uma nova necessidade às empresas, a de ter especialistas na área ambiental em seu quadro.



Atualmente, todos os projetos de mudança estrutural, expansão e gestão de custos passam pelo ajuste às práticas sustentáveis. Mais uma opção interessante para o futuro.



Assim, consultorias ambientais acabam sendo necessárias, pois os profissionais podem trabalhar com criação e aperfeiçoamento de soluções para os problemas de poluição do solo, do ar e da água. Eles têm, entre outras responsabilidades, a tarefa de fazer com que os processos de exploração de recursos naturais causem o menor impacto ambiental possível.

Além disso, o engenheiro ambiental também pode atuar com projetos de recuperação de locais degradados, como aterros sanitários, sempre visando à sustentabilidade.

5 - Designer

Uma reportagem publicada pela revista Exame crava que, no futuro, só existirão 2 profissões: os designers e os vendedores do design criado. Exageros à parte, de fato, em uma sociedade que idolatra o consumo, ter profissionais que saibam agregar valor à identidade visual de um produto é mais do que essencial para vencer no segmento.



Já ouviu que “não basta ser, é preciso parecer”?



No mundo dos negócios, esse ensinamento se aplica com perfeição. Esse profissional pode trabalhar como capista, criando capas de livros. Também, pode encontrar vagas em editoras para trabalhar com diagramação, para inserir conteúdo e figuras nos livros, para que possam ser enviados para a impressão.



Além disso, o designer tem um papel importantíssimo na área de desenvolvimento de sistemas, pois, além de criar interfaces visuais agradáveis, elas devem ser intuitivas e fáceis de usar. Para isso, o profissional deve conhecer user experience (experiência do usuário) e conceitos de usabilidade.

Para isso, entretanto, é preciso estudo aprofundado na área de Artes e domínio de ferramentas como PhotoshopIllustrator, InDesign, AutoCAD, After Effects, HTML5 e CSS3 (esses 2 últimos, imprescindíveis a quem quer cursar Web Design).



Especialmente com a inacabável demanda de novos apps e produtos digitais, a área de Design será abundante em novas oportunidades para os próximos anos.

6 - Gestor de projetos

Em todos os segmentos, as pressões da concorrência e as exigências de um novo perfil de consumidor exigem prazos cada vez mais curtos, custos cada vez mais enxuto e qualidade cada vez maior.



Foi nessa perspectiva de alta pressão que os profissionais de Gestão de Projetos passaram a ser extremamente valorizados no mercado.



Atuar em um project management office (PMO) não era desafiador como é nos dias de hoje. A questão é que, com as constantes mudanças no mercado, as empresas passaram a reestruturar seus processos internos para ganhar maior flexibilidade e velocidade no atendimento das demandas dos clientes.



Saíram, então, as metodologias tradicionais de projetos para ceder lugar a metodologias ágeis, como Scrum. Guias de boas práticas na área de TI, como ITIL e Cobit, também se tornaram fundamentais no gerenciamento de projetos ligados à tecnologia.



Em meio a esse cenário de pressões crescentes, especialistas são unânimes em prever que os profissionais da área de Gerenciamento de Projetos continuarão sendo cobiçados com avidez pelas organizações nos próximos anos! Uma ótima opção para quem não sabe qual curso escolher!



designer_games

7 - Designer de games

Decidimos separar essa profissão do Design, tomado de forma genérica, uma vez que as perspectivas para esse segmento são ainda mais promissoras do que as de seus coirmãos. E nem é difícil comprovar isso: de acordo com estudos recentes, o Brasil é hoje o 4º mercado mundial de games.



Na contramão da crise, as vagas na área cresceram 13 vezes mais do que as do mercado de trabalho, de forma geral (vale lembrar que os salários nesse segmento chegam a R$ 10 mil).



O mais curioso é que o mercado de games tem hoje muito mais vagas do que profissionais. E com a perspectiva de aquecimento ainda maior na área, estima-se que os designers de games do futuro continuarão “escolhendo emprego” e com altos salários!



O designer de games deve ter uma grande variedade de habilidades. Além do design em si para criação de personagens, cenários e objetos, ele precisa conhecer sobre mecânicas de funcionamento de jogos. Para isso, é sempre bom ficar atualizado em todos os lançamentos e jogar vários de tipos de jogos, mesmo que não seja o preferido.

Além disso, as habilidades em TI também são muito importantes. Saber programação é fundamental para desenvolver jogos complexos. Muitas vezes, os designers não encontram programadores dispostos a trabalhar juntos, e o inverso também acontece. Por isso, é interessante que o profissional saiba de tudo um pouco na criação de games, porém se especialize em um dos dois: design ou programação.

8. Gestor de qualidade de vida

A função do gestor de qualidade de vida é mapear de perto os riscos que envolvem as atividades diárias dos colaboradores. Assim, esse profissional pode sugerir mudança na forma de trabalho e política da empresa a fim de prover um equilíbrio entre a vida profissional, pessoal e a saúde do trabalhador.

O gestor de qualidade de vida tem a responsabilidade de criar programas com o objetivo de reduzir o absenteísmo e elevar a produtividade dos colaboradores, além de diminuir custos da empresa.

Esse interesse já existe atualmente, porém, no futuro, haverá um investimento ainda maior nesse profissional por parte das empresas. O mais interessante é que a formação acadêmica do gestor de qualidade de vida é a mais abrangente possível, contudo o que fará diferença no momento da contratação é a experiência prévia em RH.

9. Gestor de inovação

Atualmente, muitas empresas contam com um departamento jurídico, de recursos humanos e financeiro. O departamento de inovação também é uma tendência de adoção em massa pelas empresas. Essa área até já existe, contudo está vinculada ao departamento de marketing.

Desvincular esse departamento do marketing traz mais autonomia aos profissionais e possibilidade maior de investimento por parte das empresas. Esse profissional tem a responsabilidade de integrar a inovação em todas as áreas da empresa, não somente nos produtos comercializados por ela.

Ele deverá buscar novas formas de realizar tarefas a fim de agilizar os processos, tornando-os, dessa forma, mais eficientes. As formações mais recomendadas pelos especialistas para essa profissão até o momento são marketing e especialização em pesquisa de mercado.

10. Gestor de comunidade

Este profissional é responsável por se comunicar com os consumidores via redes sociais, blogs e fóruns, a fim de verificar como está o posicionamento da marca no mercado. Ele também deve monitorar de perto a concorrência, para que possa identificar oportunidades de negócio.

O gestor de comunidade deve frequentar eventos e estimular discussões nas redes sociais para aumentar a participação do público e, dessa forma, ganhar visibilidade dos consumidores.

Assim, ele deve saber qual será a próxima tendência de consumo para sair na frente da concorrência. Esse cargo já existe, mas há uma especulação de que esse profissional terá ainda mais importância no mercado de trabalho.

11. Especialista em cloud computing

Cloud computing já é um assunto em alta há alguns anos. As empresas tendem a investir cada vez mais em armazenamento de dados na nuvem para garantir a integridade e disponibilidade dos dados, principalmente aqueles dados críticos da organização.

Na maioria das empresas, essa responsabilidade acabava ficando para o setor de TI. Então, o gerente de TI era quem administrava os dados na nuvem. Contudo, com o constante investimento nessa área, a tendência é que as empresas passem a contratar colaboradores especialistas em cloud computing para que fiquem dedicados integralmente a esse assunto.



 cientista de dados é uma das profissões do futuro

12. Cientista de dados

Um dos assuntos mais quentes hoje na área de tecnologia é o Big Data. Esta área ainda promete permanecer forte nos próximos anos. O cientista de dados utiliza técnicas avançadas para tratamento de um volume muito grande de dados. Estes dados devem ser analisados a fim de descobrir algum padrão ou alguma tendência e, assim, tomar decisões assertivas com relação aos produtos e serviços da organização.

Imagine que o cientista de dados processou todas as compras realizadas em um mês, por um supermercado, e descobriu que quem compra vinho também compra peixe. Isso pode ser uma informação útil para a área de marketing criar campanhas para atingir diretamente esse público, aumentando as vendas da loja.

Deu para notar que, se você quer escolher uma profissão relevante e que seja tendência nos próximos anos, não faltam opções. Seja qual for a sua formação, você pode especializar-se para conseguir encaixar-se no perfil desses 12 profissionais que citamos aqui no post e sobressair-se na carreira. Não tenha medo de aprender e invista no seu futuro.

Gostou do post sobre as profissões do futuro e quer saber mais sobre como um profissional de TI pode destacar-se no mercado? Leia nosso post e descubra os cursos e as certificações de TI que podem te ajudar nesta jornada!
    1. Redação Impacta

      Que bom que gostou, Reinaldo! Continue acompanhando o Blog Impacta e assine nossa newsletter para receber as novidades diretamente no seu e-mail! Abraços.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados