Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

Você sabe o que faz um designer de game?

Não pode ler esse artigo agora? Ouça a matéria no Player abaixo: Se você é uma pessoa criativa, que está sempre ligada no mundo de tecnologia e gosta de passar tempo jogando, a carreira de designer de game pode ser ideal para o seu futuro. O mercado de games está em expansão, não somente no Brasil, mas no mundo todo, abrindo infinitas portas para o profissional da área de jogos.

Quer saber mais sobre essa possibilidade? Neste post, falaremos sobre a carreira de designer de game, mercado de trabalho e salários desse profissional. Boa leitura!

O que faz um designer de game?

O designer de game atua em todos os processos da produção do jogo, desde a criação da ideia inicial até a divulgação. Não por acaso, esse profissional precisa entender de tudo um pouco: artes, programação, marketing, narrativa, roteiro e música.

Ou seja, o designer de game precisa ter uma visão ampla do jogo, sabendo como cada elemento se encaixa com os outros. Enquanto um programador de jogos se dedica somente ao código, por exemplo, o designer de game precisa conhecer todas os aspectos de desenvolvimento do jogo.

Na primeira etapa do desenvolvimento, o profissional deve pensar qual é o tipo de jogo que será criado: runner, exploração, RPG, aventura, idle (incremental), first-person shooter (FPS), dentre outros estilos. Depois, o designer de game deve ajudar na elaboração da narrativa (caso tenha) e pensar na sequência de eventos.

Logo em seguida, deve-se definir se o estilo visual será 2D ou 3D. No caso de 2D, a arte será em pixel art ou vetor? Já no 3D, será bem realista e detalhado ou low poly (com poucos polígonos, dando uma aparência mais quadrada aos elementos)? O profissional deve então pensar na mecânica do jogo: quais serão as ações que os jogadores vão executar? Quais serão as recompensas? Como o jogador perde e ganha?

Depois dessas etapas definidas, é preciso programar o jogo de fato. Para isso, é preciso escolher qual linguagem de programação será usada e se será utilizado algum tipo de engine de jogos.

Com a programação pronta e tudo funcionando, ainda é preciso testá-lo. É importante lembrar que bugs são muito decepcionantes e desmotivadores para os jogadores e, por isso, a fase de testes é essencial. Por fim, é preciso publicá-lo e vendê-lo!

Saiba o que faz um designer de game

Qual o perfil do designer de game?

O perfil do designer de game é o mais aberto possível, pois ele precisa saber trabalhar em equipe, uma vez que dificilmente vai desenvolver o jogo inteiro sozinho. A boa comunicação também é um requisito, já que ele vai coordenar todas as áreas de desenvolvimento do jogo.

Além disso, ele precisa gostar de tecnologia e também ser um gamer. Isso é muito importante, pois, para que o profissional crie jogos interessantes e inovadores, precisa conhecer muitos tipos de jogos diferentes e se inspirar neles.

Como é o mercado de trabalho?

Uma pesquisa recente indica que o mercado de games tem crescido muito nos últimos anos, tanto no mundo quanto no Brasil. Nos últimos 8 anos, para você ter ideia, o número de empresas desenvolvedoras de jogos aumentou 600% no Brasil, que conta com aproximadamente 300 estúdios formais de jogos.

Já o faturamento de jogos digitais aumentou em 25% entre os anos de 2014 e 2016. O valor total ultrapassa 1 bilhão de dólares.

Um designer de game pode trabalhar para uma empresa, ou criar a sua própria. Empreender na área de jogos digitais não é impossível e não precisa ser caro. Dependendo do tipo de jogo que será desenvolvido, computadores simples dão conta do recado. Por isso, a maioria das empresas pequenas lança seu primeiro jogo em 2D ou 3D low poly.

O mercado de trabalho é bastante concorrido em termos de jogos de entretenimento. É só acessar qualquer loja de aplicativos que é possível notar a quantidade de jogos disponíveis. Porém, um segmento que está muito em alta atualmente são os jogos voltados para treinamento de empresas. Muitas organizações buscam empresas de desenvolvimento de jogos para criar games personalizados que atendam às necessidades de treinamento do negócio.

Além dos jogos para treinamento, os jogos para divulgação de marcas também estão se tornando uma mina de ouro. Eles são os famosos Advergames, uma palavra que une “advertise” (que significa propaganda em inglês) e “videogame”. Nesse caso, as empresas contratam um estúdio de jogos para desenvolver um game no qual os personagens, enredo e narrativa giram totalmente em volta da organização, com o objetivo de divulgar a marca.

Quanto esse profissional pode ganhar?

As possibilidades de trabalho para o designer de game são enormes e o salário varia bastante dependendo da função e local de trabalho.

Ele pode trabalhar como funcionário de um estúdio de desenvolvimento de jogos, mas também tem a possibilidade de reunir amigos para desenvolver e publicar um jogo nas lojas de aplicativos e, por fim, pode começar sua própria empresa de desenvolvimento. Veja mais detalhes:

Funcionário de estúdio de jogos

Ao começar sua carreira na área, um designer de game recebe um salário de R$ 1.200, mas conforme o tempo de experiência, pode chegar a R$ 4.000. Isso considerando que ele trabalhará de fato somente como game designer.

Porém, se o profissional tiver bons conhecimentos de programação, ele pode atuar com a escrita do código: nesse caso, vale o salário de programador, que pode chegar até R$ 10.000.

Venda do game por lojas de app

O profissional pode desenvolver seu próprio jogo sozinho e publicar em lojas. É claro que, para isso, ele precisa saber programar muito bem, mas não precisa necessariamente saber desenhar ou compor músicas, pois esse tipo de recurso é possível comprar com facilidade. Ele também pode reunir um grupo de pessoas para desenvolver algo mais complexo para anunciar nas lojas de aplicativos.

Um jogo gratuito publicado em lojas de aplicativos ainda pode ter uma receita muito alta. Um exemplo é o jogo Clash of Clans, que teve uma receita de 2 bilhões de dólares em 2016.

Negócio próprio

Ter um negócio próprio de desenvolvimento de jogo tem suas vantagens: flexibilidade de horários e possibilidade de bons lucros. Se você tem a própria empresa, fica muito mais fácil conseguir credibilidade para fechar negócio de jogos para outras organizações. Com poucas pessoas, inclusive, já é possível criar uma equipe eficiente.

Um jogo feito para uma empresa pode ser vendido por valores que podem ir de R$ 25.000 até mais de R$ 100.000, dependendo da complexidade.

Como se tornar um designer de jogos?

É interessante cursar um ensino superior de desenvolvimento de jogos, pois, nesse tipo de curso, aprende-se metodologias e ferramentas mais utilizadas para se tornar um desenvolvedor.

As disciplinas de programação, modelagem e animação em 3D e 2D, desenho, técnicas para criação de músicas e efeitos sonoros, empreendedorismo, roteiro, level design, design de interface e engine de jogos contribuem fortemente para a formação do designer de game.

Deu para notar que o mercado de trabalho de games é muito amplo e as remunerações podem ser bastante variadas. Além disso, a atuação do designer de game é abrangente, uma vez que pode participar de todas as etapas do desenvolvimento. É o tipo de carreira ideal para quem é criativo, gosta de jogar, mas também é estudioso e disciplinado. As possibilidades para esse profissional são infinitas.

Desenvolvedor de games: como é o mercado no Brasil

E aí, gostou do post? Então, deixe um comentário e compartilhe conosco as suas dúvidas, opinião ou experiência sobre a carreira de designer de game!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados