Quais as vantagens de usar Visual Studio ao criar apps?

Visual Studio é uma das melhores opções entre IDEs - Ambiente de Desenvolvimento Integrado, que facilita o desenvolvimento de aplicações em tecnologias (...)

Autor: Redação Impacta

O mundo depende bastante do mercado de TI e das novidades que acontecem e surgem nele. Ter boas ferramentas para trabalhar nesse setor auxilia na criação de projetos bem estruturados, além de facilitar a rotina de equipes. Nesse aspecto, a Microsoft possui uma solução bastante sólida e difundida na área de desenvolvimento de sistemas.
O Visual Studio é um software criado pela Microsoft que pode ser definido como uma das melhores opções entre as IDEs –  Ambiente de Desenvolvimento Integrado – disponíveis no mercado. Desde 1997, quando a primeira versão da plataforma foi lançada, a Microsoft tem implementado mudanças a cada versão, além de melhorias significativas em recursos já existentes.
Atualmente, essa IDE é uma grande suíte de ferramentas integradas para o desenvolvimento de aplicações, em que o desenvolvedor pode ter seu trabalho facilitado por meio das tecnologias baseadas em .NET.
Com diversas vantagens para quem desenvolve aplicações para o ecossistema Windows e para a web, o Visual Studio é um dos maiores produtos da Microsoft para atrair os desenvolvedores e cooperar na criação do maior número possível de aplicações para a Windows Store, que ainda não se encontra a nível de competição de outras como a Google Play Store e a App Store, que pertence à Apple.

Considerando tudo que o Visual Studio é capaz de oferecer, falaremos no decorrer do texto sobre algumas das ferramentas disponíveis nessa poderosa IDE, além de algumas vantagens ao desenvolver com essa plataforma. Acompanhe!

Quais as vantagens de usar o Visual Studio para desenvolver aplicativos?

Quais ferramentas o Visual Studio oferece?

O Visual Studio 2017 — a atual versão da IDE da Microsoft — conta com novas ferramentas e a melhoria de outras já existentes, as quais certamente facilitarão o dia a dia do desenvolvedor. Confira algumas delas a seguir:

1. Testes de unidade em tempo real

Enquanto o editor é utilizado, o teste de unidade em tempo real exibirá os resultados dos testes juntamente com uma visão completa do código. Assim, pode-se programar com mais qualidade e gastando menos tempo.

2. Comando Go To All

Ao utilizar o comando Go To All, a navegação pode se tornar ainda mais funcional, já que é possível filtrar e visualizar o código que está sendo buscado.

3. IntelliSense aprimorado

O IntelliSense mudou e agora trabalha com filtros para encurtar resultados, além de ser mais inteligente e selecionar as propriedades mais prováveis, em vez de simplesmente as do topo da lista.

4. Localização fácil de referências

Localizar todas as referências em uma lista não é mais uma tarefa chata. Agora, o Visual Studio utiliza cores, estruturas, filtragem e dicas de ferramentas para exibir o referenciamento de códigos enquanto o usuário passa por cada resultado.

5. Suporte a Javascript

A nova versão da IDE da gigante de Redmond também torna o trabalho com Javascript muito melhor, incluindo o IntelliSense, trabalhando com uma depuração mais aprimorada, além de outras melhorias.

6. Refatoração melhorada

Agora, podemos contar com diversas melhorias no suporte à refatoração do Visual Studio 2017. Isso inclui refatoração de código, renomeação ou aplicação de padrões, sendo possível utilizar estilos de código ou análises em tempo real. Basta prestar atenção nas ações rápidas para obter mais suporte.

7. Assistentes de exceção

Pode ocorrer de atingirmos uma exceção ao depurar determinado código e, nesses momentos, seria interessante se a IDE informasse mais a respeito do erro. Com o Visual Studio 2017, é possível visualizar informações como o tipo do erro, a mensagem e a maior parte das exceções internas e externas sem dificuldades.

8. Dependências de arquitetura em tempo real

Os diagramas de camada de arquitetura já estão presentes no Visual Studio há um bom tempo, entretanto, eles foram reestruturados na versão 2017 e estão muito mais eficientes. Agora, é mais fácil compreender avisos e erros de forma mais simples, permitindo aplicar regras de arquitetura no seu código.

9. Integração com o Xamarin

Na parte de desenvolvimento mobile, o Gravador de Teste do Xamarin — juntamente com o Xamarin Test Cloud — possibilita que milhares de dispositivos físicos sejam testados dentro do Visual Studio. Além disso, a integração com a plataforma foi aperfeiçoada e conta com um visualizador para Xamarin Forms e um IntelliSense mais aprimorado para Xamarin Forms XAML.

Quais as vantagens de utilizar o Visual Studio?

A nova versão da IDE da Microsoft traz diversas melhorias que certamente a mantém entre as melhores opções do mercado. Confira a seguir:

1. Menos tempo para inicializar

Ao utilizar o Visual Studio 2017, é clara a melhoria na velocidade de inicialização da IDE e das suas soluções, ainda que de grandes projetos. Um sistema mais veloz é sempre uma vantagem. Se o desenvolvedor receber um código e decidir abri-lo na sua máquina, é possível apenas fazer isso, sem ser necessário abrir uma solução ou projeto inteiro.
Para isso, basta utilizar o “Folder”, um novo comando presente em “Arquivo, Abrir”. Nesse processo, todos os arquivos de uma pasta podem ser abertos e, com o Solution Explorer, é possível navegar entre eles, além de utilizar comandos de exploração como o “Ir Para Definição”, entre outros.

2. Facilidade em localizar referências

O Visual Studio conta com o recurso Find All Reference — ou Encontrar Todas Referências —, que auxilia no processo de localizar tipos ou funções específicas, além dos locais onde determinado código é utilizado. Na versão 2017, o Visual Studio conta com melhorias nessa ferramenta, trazendo uma nova filtragem, triagem e agrupamento, tornando ainda mais rápido o acesso ao código buscado.

3. Integração com o Azure e .NET

A Microsoft continua focando os serviços em nuvem e, principalmente, a integração com o Azure. Na atual versão, há uma sincronização do Visual Studio com o .NET Core, suportando versões do runtime.NET da Microsoft, tecnologias multiplataforma e de código aberto.
Os aplicativos .NET Core podem ser executados e implantados em sistemas macOS e Linux, além do próprio Windows. Além disso, as aplicações .NET e .NET Core podem ser montadas para implantação utilizando o Docker.
Toda essa compatibilidade abrange a plataforma do Azure. Com isso, criar uma aplicação, criar um container e, logo após, implementá-la no Azure é uma tarefa simples e requer apenas alguns cliques, tornando o processo de desenvolvimento ainda mais eficiente.

4. Comandos Ir Para (Go To)

Seis novos comandos “Ir Para” estão presentes no Visual Studio 2017, e podem agilizar de forma significativa o processo de trabalho com o código. O antigo comando “Go To” trabalhava com um número de linhas específico. Entretanto, hoje é possível inserir o nome de um arquivo, de uma classe, um membro ou um símbolo.
Curtiu ficar por dentro das vantagens em utilizar o Visual Studio? Então, aproveite e assine já a nossa newsletter para ficar sempre atualizado com nossas postagens!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!