Profissional de marketing: conheça as diferentes áreas

O Profissional de Marketing Digital tem bastante espaço no mercado e diversas opções de especialização e atuação! Entenda tudo nesse artigo.

Autor: Redação Impacta

Não pode ler esse artigo agora? Ouça a matéria no Player abaixo:

Encontrar uma profissão que só cresce em vagas no mercado e precisa cada vez mais de especialistas pode ser uma mina de ouro. Se você tiver o perfil e conseguir se especializar, melhor ainda, não é mesmo? Por isso, apresentaremos as principais características do profissional de marketing. Afinal, essa é uma área em grande expansão.
Descubra agora como está o mercado do profissional de marketing, de que maneira acontece o dia a dia na vida desse especialista e quais são as possibilidades de atuação. Com a necessidade cada vez mais abrangente do marketing digital para a otimização de resultados, apostar nessa formação é uma excelente estratégia!

Entenda o mercado do profissional de marketing

Antes da era digital, o marketing sempre contou com uma dúvida: como comprovar o ROI (retorno sobre investimento) das campanhas se não é possível monitorar exatamente o comportamento do consumidor? Apesar das estimativas relativas ao impacto de diversas mídias e estratégias (como anúncios na TV, jornal ou panfletagem nas ruas), o questionamento permanecia.
As campanhas online trouxeram um novo fôlego para esse profissional. Além de as empresas descobrirem o valor que cada quantia investida agregava para o negócio, com uma mensuração mais concreta dos resultados, elas se viram em uma corrida para se destacar de uma concorrência presente. E quem seria a melhor pessoa para contribuir com essa tarefa? O profissional de marketing!
Além disso, as demandas são tantas que empresas de médio e grande porte normalmente contam não somente com colaboradores internos, mas também com agências para ajudar na otimização de campanhas e a desenvolver as estratégias. 

Veja como é a carreira de marketing

O marketing está sempre se adaptando, inovando com estratégias e conceitos. Entretanto, há algo que nunca muda — o profissional sempre trabalhará com os chamados 4 P:

  • preço — valor do produto;
  • praça — lugar onde será comercializado (entram aqui as opções digitais também);
  • produto — características do produto, como funciona a entrega;
  • promoção — divulgação do produto, formas de gerar visibilidade para a pessoa certa e aumentar as chances de conversão.

Com base nessas características, o marketing pode ser considerado tradicional (quando as mídias trabalhadas são offline) ou digital, que é quando usamos técnicas, ferramentas e estratégias online. Apesar de novo, o marketing digital trouxe muitas ferramentas e possibilidades. Um bom exemplo são os anúncios pagos e estratégias orgânicas como o SEO e o inbound marketing.

Competências do profissional de marketing

O digital trouxe muitas novidades para quem trabalha nessa área. As qualidades do profissional de marketing tradicional continuam sendo fundamentais, mas agora também é preciso entender outros processos. Confira algumas características que ainda são esperadas dele:

  • curiosidade — mola mestra para se manter atualizado e buscar soluções inovadoras, a criatividade ajuda a se atualizar em relação ao mercado, além de estar a par das tendências;
  • orientação por números — essa é uma característica que ganha ênfase com a Internet, pois os dados são praticamente infinitos e é importante conseguir analisá-los com rapidez e precisão para ter tomadas de decisão positivas;
  • boa comunicação — afinal, além de ser responsável em definir tom e linguagem da marca, checar e até mesmo adaptar as comunicações para cada canal, essa qualidade será fundamental para expressar as ideias e apresentar os resultados;
  • conhecimentos em design — muitas pessoas confundem marketing com publicidade e propaganda. Talvez porque as duas áreas são tão próximas que, muitas vezes, se sobrepõe. A capacidade de usar programas básicos como o Photoshop, o Illustrator e o InDesign pode resolver situações simples ou mesmo agilizar as entregas;
  • entender o digital — é uma realidade corporativa hoje, então, conhecer as redes sociais e quais as melhores estratégias para os diferentes objetivos de marketing é muito importante;
  • métricas e monitoramento — se essa já era uma característica marcante de quem trabalha com marketing, agora é fundamental. Afinal, para mostrar um resultado positivo, é importante conhecer as principais métricas do negócio (e também de cada campanha específica), além de conseguir acompanhá-las.

Confira as melhores áreas para atuação

Se você leu até aqui, deve ter percebido que não existe um profissional de marketing tradicional e outro de marketing digital. Mesmo assim, você consegue desenvolver a carreira atuando em áreas muito específicas. 

Design

Os elementos visuais de uma empresa começam no logo e passam pela identidade visual, comunicação para eventos internos e as campanhas recheadas com landing pages atrativas, e-books, anúncios, sites, banners e pop-ups. Por isso, uma demanda cada vez mais crescente tem sido o designer para atender a crescente produção visual.

SEO

Toda a estratégia de marketing tem uma principal função: garantir que a empresa será vista pelo público certo e com o posicionamento adequado. Por isso, a estratégia de SEO (otimização para mecanismos de busca) é fundamental. Assim, a marca ganha visibilidade, e as campanhas geram resultados positivos para o negócio.

Análise de dados

cientista de dados precisa transformar todas as informações coletadas em respostas sobre a empresa, o público e o mercado. Nessa modalidade, em que a função é bem próxima do marketing tradicional, o objetivo será:

  • medir o desempenho da empresa (bem como de cada campanha de marketing) e analisar o mercado;
  • entender sobre os comportamentos da persona;
  • acompanhar as estratégias da concorrência;
  • descobrir insights possibilitados pelos números.

Mídia paga

Aqui, não estamos falando apenas dos planos de mídias mais robustos que eram construídos antes da Internet, como veiculação na TV, rádio, revistas e jornais. Agora, existe uma nova possibilidade de anúncios que permitem a divulgação paga para empresas de todos portes e com resultados positivos: os anúncios online.
Por isso, o profissional de mídia paga, ou marketing de performance, deve ser capaz de construir peças chamativas, adaptadas para os mais diferentes canais. Além disso, deve ser capaz de monitorar a relação entre o investimento e o retorno alcançado pelas campanhas. Em outras palavras, é um profissional cada vez mais procurado no mercado.

Profissional de inbound marketing

inbound marketing é quase um universo a parte, com estratégias orgânicas (ou seja, sem um investimento direto), as empresas têm contratado cada vez mais profissionais e agências para desenvolver as campanhas e também operar nos diversos estágios. São alguns exemplos: criação de site, blog, produção da sequência de e-mails, desenvolvimento de conteúdos e materiais valiosos.

Endomarketing

Tão importante quanto reforçar o posicionamento da marca e criar um relacionamento com os clientes, o profissional de marketing também é requisitado para motivar os colaboradores, criar engajamento e alinhar os times. Nesse caso, a área de atuação é o endomarketing: estratégias voltadas para o público interno (colaboradores, fornecedores, acionistas, revendedores, entre outros).
Como você percebeu, o profissional de marketing tem uma vasta área de atuação. Acompanhando as tendências do mercado, é fácil encontrar espaço para o desenvolvimento da carreira.
Se você gostou do texto e quer aprofundar ainda mais sobre o assunto, confira o Guia completo do Profissional de Marketing.

 

1 Comentário

  1. Caio Santos disse:

    Muito bom esse post, claro, além de poder ser gestor de seu próprio “negócio”. Essa área de mkt é muito abrangente.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!