Perfil profissional: entenda tudo sobre!

Muitas empresas consideram o perfil profissional na hora da contratação. Mas você sabe qual é o seu? Veja as dicas para identificar e melhorar o seu (...)

Autor: Redação Impacta

O mercado de trabalho tem exigido pessoas que conhecem seus potenciais. Um bom perfil profissional definido é o melhor caminho a seguir e, em alguns casos, pode ser até um dos mais importantes e válidos nessa jornada.
Para isso, é fundamental conhecer quais são os perfis existentes e em qual deles você se encaixa. Com isso em mãos, será mais tranquilo procurar ferramentas para se desenvolver, tendo como objetivo uma atuação de sucesso na área de seu interesse.
Se você está em começo de carreira, a graduação também serve como um excelente apoio nessa caminhada! Afinal, o perfil profissional é composto por vários fatores, que envolvem estudo e personalidade. Para ajudar você nessa descoberta importante para o seu futuro, listamos abaixo algumas dicas que podem fazer toda a diferença nesse processo. Boa leitura!

Tipos de perfil profissional

Existem basicamente 4 tipos de perfil profissional. Todos eles contam com vantagens e desvantagens que, se equilibradas, são boas apostas para as empresas. Veja só!

Perfil Comunicador

Como o próprio nome indica, o que mais se destaca nesse profissional é o poder de se comunicar. Uma pessoa comunicadora é aquela que consegue persuadir as outras, tem grande carisma, transmite informações com clareza e pode ter ideias brilhantes no que diz respeito à interação e ao relacionamento dentro e fora da empresa.
Quem tem esse perfil ainda apresenta empolgação com novos projetos, tem pensamento positivo e é muito otimista quando se trata de resultados a serem conquistados. Além disso, um profissional com alto poder de comunicação não costuma ter receio de enfrentar desafios e está sempre em busca de diálogos com a chefia.
As empresas enxergam profissionais assim como indispensáveis para seu desenvolvimento. Afinal, é muito importante contar com a ajuda de pessoas que têm animação para o dia a dia e estão dispostas a colaborar com o que for preciso para manter um diálogo constante em todas as áreas da organização.

Perfil executor

Já quem tem um perfil profissional mais executor chama logo atenção pela autoconfiança que apresenta. Sua postura dominante pode ser benéfica quando os projetos estão no início e é preciso contar com alguém que tome para si algumas responsabilidades mais complexas.
Por ser bastante autoritário em algumas ocasiões, esse tipo de profissional deve ficar de olho em suas atitudes, sabendo equilibrar essa característica de modo a respeitar os colegar e levar a opinião deles em consideração também.
Os desafios são muito apreciados por esses profissionais, que são competitivos de uma forma positiva, e ainda apresentam coragem para defender o que acreditam. Isso significa que podem somar bastante no crescimento de qualquer organização.

Perfil analítico

Quem tem perfil profissional mais analítico é extremamente cuidadoso e gosta de analisar tudo antes de começar a realizar uma atividade. Ao pesar prós e contras na tomada de decisão, demonstra sensatez e uma postura mais madura.
Além disso, o profissional analítico é organizado, conservador e se sente muito à vontade em rotinas mais repetitivas e em processos diários que, muitas vezes, são considerados cansativos ou até mesmo monótonos.

Perfil planejador

Eis aqui um perfil profissional bem diferente, principalmente quando comparamos ao comunicador. O planejador é muito introspectivo e, em geral, manda bem em áreas de exatas e tecnologia. É paciente, com ritmo constante e tem um posicionamento extremamente conservador.
Uma das vantagens desse perfil está no fato de que ele dificilmente entrará em pânico — ainda mais quando falamos de situações de pressão, correria para finalizações de projetos, entre outras coisas. Porém, esse profissional não consegue improvisar bem, tendo um pouco de dificuldade com esse quesito.

Suas características positivas se sobressaem e, como é possível notar, toda empresa conta com alguns profissionais com esse perfil. Afinal, ter domínio e habilidades para o planejamento é algo bem-visto, pois requer paciência, organização em dobro, rotina definida e um ritmo ideal a seguir!

Testes para descobrir o seu perfil

Para saber qual desses é o seu perfil profissional, vale a pena contar com a ajuda de alguns testes feitos exatamente para auxiliar nessa descoberta. Entre os mais conhecidos, destacamos dois.

Teste DISC

Esse teste conseguirá avaliar o seu comportamento, de acordo com determinado ambiente. Com ele, você saberá em qual atmosfera mais se sente bem, além de saber que tipo de atividade realmente será útil para uma empresa.

Teste STAR 

Essa é uma metodologia muito usada até mesmo para em entrevistas de emprego. A sigla STAR significa: situação, tarefa, ação e resultados. Com base nisso, você saberá como seria o seu comportamento em cada uma dessas etapas.
O objetivo desse teste é exercitar seus conhecimentos, ao mesmo tempo em que entende como eles podem ser usados em situações da rotina de uma empresa. Assim, dá para identificar qual é o seu perfil profissional, de um modo inteligente e detalhista.

Formas de desenvolver competências e habilidades

Como último passo na busca pelo seu perfil profissional, há ainda a ajuda de outras ferramentas que dão o toque final na sua preparação para o mercado de trabalho. Listamos alguns exemplos!

Apostar em coaching

Muito usado por quem quer, de fato, estar à altura na concorrência pelas melhores vagas, o coaching é alguém que vai ajudar você a seguir um caminho ideal para o seu desenvolvimento pessoal e profissional. Ele também mostrará a você como usar o seu potencial da melhor maneira possível.

Praticar o autoconhecimento

Se você não se conhece o suficiente, como conseguirá montar estratégias interessantes para a sua carreira? Por essa razão, é essencial promover o autoconhecimento, saber quais são seus pontos fortes e fracos e como melhorar para chegar onde deseja!

Escolher o curso certo 

Não adianta saber que você tem mais tendência a trabalhar com tecnologia e tentar um curso de medicina, não é mesmo? Uma hora ou outra, você vai se sentir frustrado e nada feliz com a decisão. Por isso, use o seu perfil profissional para definir a graduação que tenha tudo a ver com você!
E então, agora que apresentamos algumas dicas sobre como desenvolver o seu perfil profissional, que tal colocá-las em pratica e começar a trilhar uma carreira de sucesso? Aproveite para assinar a nossa newsletter e receber sempre em primeira mão conteúdos como este!

1 Comentário

    Deixe o seu comentário!

    Não perca nenhum post!