Vale a pena tirar uma certificação Cisco?

Ter uma certificação Cisco é um grande diferencial na carreira de tecnologia. Entenda porque você vai querer começar a se preparar agora mesmo!

Autor: Redação Impacta

Não pode ler esse artigo agora? Ouça a matéria no Player abaixo:

É difícil falar de roteadores, switches, conectividade sem fio e outras tecnologias de redes sem se lembrar da Cisco. Líder mundial em soluções de redes e dispositivos de internet, a empresa é também a que mais cresce no mercado mundial de servidores. Em 2015, por exemplo, enquanto os concorrentes cresciam 6%, a Cisco registrava alta de vendas de 32%.
Considerando esse fato, bem como que cerca de 85% dos dados de internet rodam em soluções da multinacional norte-americana, não é tão complicado entender a importância aos profissionais de TI em tirar certificação Cisco.
Com a alta do dólar, o crescente grau de dificuldade das provas (formuladas pela Pearson Vue) e a validade de 3 anos dos certificados, muita gente se questiona se vale mesmo a pena ter uma qualificação oficial da Cisco. Se você é uma dessas pessoas, é altamente recomendável acompanhar este artigo até o final!

O que é certificação Cisco?

Na área de TI, certificação é um procedimento formal em que uma empresa ratifica que um determinado profissional possui determinados conhecimentos ou habilidades em particular. Essa chancela reforça sua credibilidade diante do mercado, fato que, invariavelmente, resulta em remuneração maior e maior chance de ascensão na carreira.
Por exemplo, tirar uma certificação Cisco CCNA (Cisco Certified Network Associate) significa assegurar ao mercado que você é dotado das competências básicas de instalação e suporte de redes.
Já no nível Cisco Expert, uma certificação CCDE (Cisco Certified Design Expert) sinaliza que você é um especialista com capacidade para projetar soluções de infraestrutura aos ambientes de empresas de grande porte.

Quais são as vantagens de tirar certificação Cisco?

Vale a pena tirar uma certificação Cisco?

1- Aumento de salário

Algumas pesquisas mostram que ter certificações na área de TI eleva a remuneração dos profissionais em cerca de 30%. Há, no entanto, um estudo da Forbes que mostra que, em alguns casos, essas mudanças em sua capacitação profissional podem até dobrar seus rendimentos mensais.
A questão é que, por melhor que seja sua universidade de origem, você será lançado ao mercado com conhecimentos gerais sobre as mais diversas tecnologias. O mundo empresarial se agrada dessa versatilidade, mas vai esperar também especialização em algumas rotinas.
Afinal, a curva de aprendizado exigida para que um profissional de redes compreenda todas as nuances dos equipamentos Cisco demanda tempo, algo que as organizações, definitivamente, não têm. É por isso que muitos CIOs preferem pagar salários mais altos a quem já possui certificações, do que se submeter ao extenso tempo de aprendizado de um colaborador não tão familiarizado com tecnologias específicas.

2- Maior chance de ascensão na carreira

A Cisco trabalha com dezenas de certificações em diversos níveis, os quais começam no entry-level, passam pelo intermediate, specialist e expert, até atingir o grau máximo de conhecimento, chamado “architect”.
Além dos níveis, as certificações são também divididas em “carreiras”. As mais importantes são Routing and Switching (recursos de roteamento e switching), Security (segurança), Design (projetos) e Collaboration (colaboração – telefonia, voz e vídeo sobre IP).
Imagine que você tenha reconhecimento oficial da Cisco sobre todas essas áreas, em diversos níveis! É evidente que, com um know-how tão vasto nas tecnologias Cisco, suas possibilidades de promoção se ampliam consideravelmente.

3- Aprimoramento dos conhecimentos sobre servidores, redes e demais tecnologias de transmissão de dados

Segundo o IDC, no 1º trimestre de 2017, a Cisco assumiu a liderança do mercado brasileiro de servidores blade x86, com 37,3% de market share no segmento. Com um universo de produtos espalhados pelas mais importantes empresas do planeta, você consegue supor o valor agregado que tirar certificação Cisco pode trazer à sua vida profissional?
Conhecer os mais variados protocolos de rede (CCNA), solucionar problemas de redes locais e de longa distância (CCNP – Cisco Certified Network Professional), ser capaz de planejar e projetar uma infraestrutura de TI vinculada às estratégias de negócio (CCAR – Cisco Certified Architect): são muitas as portas que se abrem a quem tem essas habilidades, especialmente porque elas são chanceladas por ninguém menos do que a própria Cisco!

4- Atualização diante das novidades do setor de TI

Poucos segmentos mudam com tamanha velocidade como a área de Tecnologia da Informação. Dessa forma, manter-se atualizado em banco de dados, servidores, ferramentas de gestão de redes, entre outras plataformas, é fundamental para permanecer competitivo no mercado.

5- Ampliação das possibilidades de trabalhar no exterior

Se você sonha em morar fora e trabalhar em alguma grande empresa no exterior, tirar certificação Cisco é imprescindível.
De acordo com os dados da Salary Survey 2016, da Certification Magazine, 61% dos profissionais certificados reportaram que a obtenção de qualificação oficial foi fator chave para seu aumento de salário e abertura de novas oportunidades de crescimento na carreira, inclusive em outros países.

Por onde começar?

O primeiro passo é entender sua jornada. As certificações Cisco abrangem as seguintes credenciais:

  • Cisco Certified Entry Networking Technician (CCENT);
  • Cisco Certified Technician (CCT);
  • Cisco Certified Network Associate (CCNA);
  • Cisco Certified Design Associate (CCDA);
  • Cisco Certified Network Professional (CCNP);
  • Cisco Certified Designer Professional (CCDP);
  • Cisco Certified Internetwork Expert (CCIE);
  • Cisco Certified Design Expert (CCDE);
  • Cisco Certified Architect (CCAR).

Dessa forma, seu passo inicial é começar pelo CCENT, conhecido também como ICND-1. Essa certificação é pré-requisito para as qualificações de nível associado, como CCNA e é indispensável para que você consiga uma colocação no mercado como técnico de rede ou help desk (recebendo remuneração acima de seus pares que não possuem esse reconhecimento oficial).
O exame (que é presencial) possui entre 45 e 55 questões para serem resolvidas em 90 minutos. O valor do investimento circula atualmente em torno de US$ 165,00 (ICND-1).
Para realizar a prova do ICND-1, é altamente recomendável recorrer a um curso especializado (oficial Cisco), que vai abordar todo o conteúdo exigido pela empresa em configuração de switches, roteadores, conexões com rede WAN, protocolo CDP (Cisco Discovery Protocol), implantação de funcionalidades de segurança, entre outros tópicos fundamentais.
Ser aprovado nessa avaliação é primordial para seguir em busca de outros certificados (como o ICND-2) e avançar ainda mais em seu portfólio de certificações.
Agora que você sabe por onde começar sua trajetória para tirar certificação Cisco, que tal continuar tendo acesso a dicas e a conteúdos exclusivos da Impacta? Então assine nossa newsletter agora mesmo. Boa sorte e até a próxima!

5 Comentários

  1. katia disse:

    Gostaria de saber sobre o curso para certificação CCNA

  2. Lucas Rocha dos Santos disse:

    Bom dia ,
    Sou formado em Sistemas de Informação, mas sempre gostei da área de Redes de Computadores. Queria seguir na carreira de Administrador ou Analista de Redes, qual curso devo seguir. Cisco CCNA x CCENT

    • Redação Impacta disse:

      Olá, Lucas! Legal saber da sua dúvida para esclarecermos. Para seguir carreira como Administrados de Redes Cisco, o ideal é você ter a Certificação como CCNA, mas para isso, antes você precisará do Certificado CCENT, conhecido também como ICND-1, que é o primeiro passo para se tornar um especialista em Cisco. Aqui na Impacta você encontra cursos preparatórios para as duas certificações, veja aqui! Boa sorte na sua jornada!

  3. Vando José dos Santos disse:

    Bom dia.
    Eu quero saber se para tirar o certificado CCENT eu presciso ter um algum curso na area de informática?

    • Redação Impacta disse:

      Olá, Vando. Para tirar a primeira certificação Cisco CCENT não é exigido curso de pré-requisito, mas, além do preparatório, será muito importante ter conhecimento de Conceitos e Infraestrutura de Redes. Boa sorte!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!