Computação na Nuvem: cloud pessoal e o último estágio da evolução

O Cloud irá se tornar uma parte indispensável na vida das pessoas, a era do Cloud Pessoal onde as pessoas exigem que seus arquivos possam estar junto.(...)

Autor: Redação Impacta

Já abordamos o tema da Cloud Computing, seus serviços, funcionalidades e tendências, como a cloud híbrida. Para fechar a trilogia sobre essa tecnologia, hoje falaremos sobre o futuro cada vez mais próximo onde a cloud será parte indispensável do dia a dia das pessoas: a Era da Cloud Pessoal (Personal Cloud, no original em inglês. Não confundir com Cloud Privada.).
Com a evolução cada vez mais veloz da tecnologia, os usuários vêm exigindo que seus arquivos, informações, configurações pessoais e aplicativos tenham a capacidade de viajar com eles, estando disponível para acesso o tempo todo.
Portar pendrives, HDs portáteis e outros dispositivos móveis de armazenamento para ter acesso aos seus arquivos pessoais é uma prática quase ultrapassada e relacionada, de certo modo, à Era do Computador Pessoal, que depois de 30 anos, finalmente encontrou sua sucessora com o advento da popularização de smartphones e tablets cada vez mais eficientes.

   Mas afinal, qual a função desses dispositivos?

Esses aparelhos representam a chegada de um futuro onde o dispositivo não é nada mais do que um ponto de acesso a conteúdo pessoal e individual, armazenado em um “espaço” acessível de qualquer lugar, por qualquer aparelho, a qualquer momento.
É importante lembrar que o início da Era da Cloud Pessoal não significa o fim definitivo da Era do Computador Pessoal. Desktops e notebooks ainda têm, e continuarão a ter, um papel importante na organização das empresas, porém, farão parte de uma estrutura muito maior.
Para as empresas, esse passo adiante significa um aumento nos investimentos em ambientes voltados ao mobile e mão de obra especializada. Os departamentos de TI terão seu papel redefinido e adaptado a fim de cumprir sua missão na mudança das condições de negócio nesse novo cenário.
O consumidor em geral ainda tem uma noção de que a nuvem funciona como uma usina ao distribuir informação, não ficando claro o quão complexa e mais segura pode ser em relação a outras soluções de armazenamento.
O trabalho dos desenvolvedores nesse ponto é criar recursos com a nuvem de modo a levar esse consumidor a transferir suas informações para um servidor remoto. Dessa forma, é importante apresentar segurança, privacidade e experiência, além dos benefícios, entre os quais podemos citar:

  • Usufruir das mesmas experiências, independente de hardware ou sistema operacional; 
  • Utilizar novos aparelhos com as mesmas configurações, arquivos e informações pessoais em apenas poucos segundos de download; 
  • A segurança de ter os arquivos salvos remotamente, prevenindo que um aparelho estragado cause alguma perda significante de informação; 
  • A proteção de um sistema de segurança inteligente que verifica todas as conexões e só envia informação através de redes seguras.

A nuvem pessoal é um vislumbre de um tempo em que todas as informações – tanto pessoais quanto corporativas – estarão disponíveis e interligadas em um ponto remoto, tornando as experiências tecnológicas de cada usuário mais personalizadas e completas.
Questões de segurança e privacidade ainda irão de frear sua implementação, mas o ritmo do desenvolvimento leva a crer que em poucos anos poderemos afirmar que teremos uma nuvem para cada um.
Deixe seu comentário e nos conte se o conteúdo foi importante para que seus conhecimentos sobre a nuvem expandissem e para seu melhor entendimento sobre essa plataforma!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!