Qual é a importância de representar um conceito no Design?

Ser capaz de representar um conceito deve estar entre as principais habilidades do profissional de Design. Veja nosso post e saiba mais sobre o assunto!(...)

Autor: Redação Impacta

Desenvolver um produto ou serviço envolve muitos aspectos além da estética. Nesse tipo de trabalho, é importante buscar formas de explicar a função ou objetivo daquilo que será criado. Muitos profissionais fazem isso por meio da elaboração de um conceito no Design.
Essa tarefa é fundamental para que a ideia seja compreendida e tenha sucesso. Afinal, por mais que o visual represente um fator importante para atrair a atenção das pessoas, nem sempre será suficiente para manter o interesse em determinado item — seja uma peça gráfica, uma marca, um ambiente etc. 
Em um mundo repleto de novidades, ser capaz de representar um conceito deve estar entre as principais habilidades do profissional de Design. Acompanhe o nosso post e saiba mais sobre o assunto!

Como funciona o conceito no Design?

O conceito, muitas vezes chamado de modelo conceitual, é parte importante de um projeto, uma vez que compõe a fase de planejamento de uma solução específica. Seu principal objetivo é mostrar o melhor caminho a seguir na hora de transformar ideias em elementos concretos.
Ao pensar em uma identidade visual para uma empresa, por exemplo, o designer deve considerar fatores como o perfil do negócio e os valores defendidos por seus proprietários. Caso contrário, estará se limitando a criar símbolos vazios, com cores e outros recursos que não têm nenhuma ligação com a organização que pretende representar.
A escolha cuidadosa de cada detalhe é crucial para atingir os objetivos que o cliente definiu com o projeto. Logo, o Design com conceito tem mais valor, pois consegue expressar aquilo que realmente importa — ou seja, transmitir a mensagem certa para o público ao qual se destina. 

Qual é o papel do designer na construção de uma marca?

Construir uma boa reputação e crescer com qualidade são desejos de toda nova empresa. Companhias consolidadas no mercado também precisam prezar pela imagem do negócio para manter a clientela de olho nos produtos ou serviços que oferecem.
Em ambos os casos, o trabalho do designer se torna relevante por causar uma boa primeira impressão ao público que tem contato com as marcas. Ele faz isso por meio da seleção criteriosa de cada elemento que compõe a identidade visual de uma empresa.
O conceito no Design é o ponto de partida na construção de uma marca por envolver um conjunto de recursos: paleta de tons (com base na psicologia das cores, por exemplo), tipo de linguagem, imagens importantes para o negócio, entre outras questões que vão além de ideias intuitivas.
A partir de estudos e de análises com seus clientes, um bom designer consegue captar o que a empresa quer transmitir ao mercado e trabalhar para que esse posicionamento permaneça na mente das pessoas.
A divulgação de uma solução pode ser feita de diversas maneiras, mas nada supera o poder de uma marca forte. Portanto, é fundamental que o responsável pela criação desse material tenha conhecimento na área e acompanhe as tendências do Design com frequência.

Como o conceito e o branding afetam a mente do consumidor?

Entender a importância do conceito no Design permite desenvolver estratégias eficientes para empresas que querem se destacar. Ou seja, além de criar um nome e a identidade visual, é possível gerir a marca e pensar na linguagem que terá no mercado — o chamado branding.
O branding consiste em trabalhar não apenas o conceito interno da marca, mas também a opinião do público em relação a ela. Tal processo permite carregar a missão, a visão e os valores da empresa em todos os campos e espaços.
Lojas físicas, e-commerces e pontos de venda específicos de uma mesma companhia devem se comunicar com o consumidor de forma semelhante, sem diferenciações. Para isso, é crucial que todos os elementos da marca estejam integrados e em harmonia.
Assim, construir um bom branding vai além de elaborar um logotipo perfeito ou empregá-lo da forma correta em uma propaganda. Trata-se de um processo focado em elaborar e gerenciar marcas com a finalidade de torná-las relevantes para o consumidor.
Cabe aos designers, portanto, a missão de transformar diferentes recursos (cores, letras, frases, símbolos) em representações que estejam adequadas ao negócio. O trabalho deve ser personalizado a cada tipo de empresa ou perfil de cliente para que a torne exclusiva e atrativa.
É importante lembrar que a construção de uma marca não é feita por uma única pessoa. Assim, quem pretende seguir carreira em Design precisa trabalhar com profissionais de branding se quiser ter bons resultados em todas as etapas. Veja quais são elas.
301956-qual-e-a-importancia-de-representar-um-conceito-no-design

Briefing

Consiste em coletar dados a respeito da instituição ou da pessoa física que pretende lançar uma marca. Pode ser feito por meio de conversas via telefone, reuniões, entrevistas ou troca de mensagens, conforme a preferência dos envolvidos.
Essa etapa inicial também envolve pesquisas de mercado, análise de concorrentes, entre outras ações que possibilitem a montagem de um panorama que forneça dados importantes para as tomadas de decisão.

Criação

É nessa fase que as principais sugestões levantadas serão convertidas em processo criativo. É um exercício parecido com o brainstorm (tempestade de ideias), método que propõe anotar todas as ideias em um papel, analisá-las com cuidado e filtrar as melhores para que sejam levadas adiante.
Na construção de uma marca, a criação costuma envolver esboços, desenhos e outras representações que tragam os elementos sugeridos. Após muitos testes e trocas de opiniões, a equipe pode chegar a um consenso e definir como será a imagem da marca.

Produção

Nessa etapa, o projeto finalmente ganha vida. Tudo acontece com a ajuda de ferramentas específicas, a exemplo dos softwares de computação gráfica.
Após a finalização do trabalho, é comum a elaboração de um manual da identidade visual. Esse documento informa as aplicações da marca, com orientações importantes sobre o que é ou não permitido durante o uso do material produzido.
Fica claro, portanto, que um conceito é essencial para comunicar a mensagem certa, contando a história da empresa e levando sua imagem para diferentes lugares. Ao fazer isso, você contribui para que a percepção do cliente sobre o valor de uma solução seja muito maior.
Agora você sabe como funciona o conceito no Design e pode pensar em formas de desenvolver esse processo em diferentes projetos. Tenha em mente que quanto mais cedo desenvolver essa habilidade, mais chances terá de executar trabalhos diferenciados e de qualidade para pessoas com necessidades distintas.
Gostou deste conteúdo? Que tal aproveitar o momento e descobrir como diferentes campos do conhecimento podem ser usados para conquistar mais clientes? Baixe o nosso e-book sobre Psicologia e UX Design e entenda como essas áreas estão relacionadas.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!