Por que Engenharia de Software é o curso certo para você?

Escolher qual carreira seguir é uma decisão difícil. Mas a área de Engenharia de Software pode ser uma ótima opção. Entenda tudo!

Autor: Rogério Ramalho

Sem tempo para leitura? Você pode ouvir esse conteúdo em áudio, confira:

Escolher qual carreira seguir é sempre uma decisão importante, que requer muito cuidado e atenção. Se você está passando exatamente por esse momento, sabe também que é preciso ficar de olho no que o mercado demanda e nas principais tendências para os próximos anos.

Por isso, a área de TI, como a Engenharia de Software, pode ser uma ótima opção para você. Claro que, em primeiro lugar, gostar do segmento de tecnologia e ter ao menos familiaridade com a profissão conta bastante, não é mesmo?

Lembre-se de que você estará apostando o seu futuro em uma carreira e o mais importante é buscar sempre o sucesso, tanto pessoal quanto profissional. Por isso, invista no que você realmente gosta e se imagina fazendo daqui a alguns anos.

Para ajudar você a conhecer mais um pouquinho sobre a Engenharia de Software, trouxemos neste post as principais informações sobre a profissão e o mercado de trabalho. Confira!

Como é o mercado de trabalho atual na área de Engenharia?

Com o avanço crescente da tecnologia, a sociedade como um todo usa e aproveita cada vez mais as novidades que surgem.

Como você já deve ter percebido, muitas pessoas têm smartphones, aparelhos eletrônicos em geral, computadores e, mais recentemente, estão aderindo à Internet das Coisas.

Diante desse cenário, o mercado de trabalho para a Engenharia de Software é realmente promissor.

Só para você ter uma ideia, alguns especialistas afirmam que, nos próximos anos, o Brasil precisará do dobro de profissionais que as universidades estarão formando. Ou seja, é muito emprego para pouca mão de obra qualificada!

E tem mais: segundo um levantamento feito pela Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes), existem cerca de 15 mil empresas que atuam diretamente no mercado de Tecnologia da Informação.

Juntas, essas companhias movimentaram (dados da última pesquisa) mais de US$ 39,6 bilhões em 2016. São dados que impressionam, não é mesmo Isso sem falar no número de empresas que trabalham no setor de Software e Serviços: são mais de 11 mil só no Brasil.

Elas atuam em desenvolvimento, produção, distribuição e comercialização de softwares, o que potencializa ainda mais as possibilidades de emprego e oportunidades diferenciadas e atraentes para quem sai da graduação ou pós e MBA.

Quer mais? Ainda segundo a pesquisa, as 2 mil empresas que são filiadas à Abes têm gerado mais ou menos 200 mil empregos diretos por ano.

São dados que reforçam o quanto o mercado de trabalho na área de Engenharia de Software é realmente promissor e com ótimas chances de você fazer carreira, se desenvolver e construir uma vida profissional plena e satisfatória. Veja mais um pouco sobre o perfil desse segmento!

Era digital

Vivemos em uma época em que quase tudo está conectado com a internet, bem como sendo desenvolvido com as novas tecnologias.

Indo além, estamos na Era Digital, um dos momentos mais importantes da atualidade, repleto de mudanças e que já mostrou que veio para ficar.

Afinal, você consegue imaginar como seria o mundo sem nada disso? Pois, é! Um pouco difícil, pois o ser humano se acostumou com as facilidades que a tecnologia traz, e muitos serviços são pautados na atualidade com base na tecnologia e Internet.

Imagine, então, que a Era Digital precisa da Engenharia de Software para conseguir entender, melhorar e desenvolver toda a gama de itens essenciais para o dia a dia de todos.

É bom pensar também que vivemos um momento de grandes vantagens para a comunicação e saúde.

Por que o destaque dessas duas áreas? Porque elas são as que mais sofreram influência direta com a criação de meios para manter contato, trocas de informações, pesquisas, soluções para a medicina e auxílio para enfermidades, entre tantos outros.

Quem desenvolve softwares e busca pelas melhores formas de atuação dos produtos, com certeza, sabe do papel importante que tem no cotidiano das pessoas.

O que é Engenharia de Software?

Agora que você entendeu como o mercado enxerga a profissão, chegou a hora de entender melhor sobre ela.

Afinal, como a carreira de Engenharia de Software é rica em detalhes e informações, é preciso que você a conheça por completo para ajudar no processo da decisão pela escolha do curso e, indo além, de toda a sua vida profissional, certo?

Então, esse tipo de engenharia é a responsável pelo desenvolvimento e criação de softwares e programas que estejam relacionados com tecnologia.

Ou seja, os engenheiros atuantes nessa profissão são responsáveis pela criação de plataformas digitais, aplicativos, jogos digitais e muitos outros sistemas específicos.

Qual o objetivo no desenvolvimento de sistemas? Potencializar e melhorar a produtividade de uma empresa, assim como ajudar em um desempenho melhor de várias áreas, como em consultórios médicos e bancos.

Se faz necessário reforçar ainda que essa engenharia é que, muitas vezes, define a completa arquitetura de produtos e realiza testes funcionais e unitários.

Realiza também uma profunda análise de requisitos fundamentais para que os programas, aplicativos, etc., funcionem da melhor maneira.

Dentro da carreira de TI, essa profissão é uma das que mais crescem, justamente pela sua importância e imensa demanda do mercado. Vale dizer que onde a Engenharia de Software mais tem recebido destaque é entre as empresas de pequeno e médio portes.

Porém, entre as grandes companhias, também há um aumento significativo de interesse pelos profissionais com o domínio, habilidades e conhecimento da área tecnológica.

Uma informação que merece destaque é que a média salarial é de R$ 4,6 mil, mas pode chegar a valores que ficam entre R$ 18 mil e R$ 22 mil mensais!

Quem é o Engenheiro de Software?

Agora, com as informações que você tem em mãos, ficou mais claro o perfil do profissional de Engenharia de Software? Se não ficou, não tem problemas.

Vamos explicar com mais detalhes para que você veja se realmente se identifica com a carreira. Para começar, serão necessários entre 3 e 4 anos de estudo na própria área ou em uma correlata, como TI.

Para quem escolhe outro curso que não seja especificamente o de engenharia, é importantíssimo fazer uma especialização ou pós-graduação com foco em software, para estar totalmente apto às tarefas exigidas, bem como a trabalhar com 100% de domínio dos assuntos, técnicas e habilidades necessárias para desenvolver as soluções.

No mais, é essencial ter um perfil que mescla um pouco de vários aspectos importantes para essa profissão. Veja só!

Ser organizado

Como o trabalho de Engenharia de Software é bem complexo e envolve várias análises e criações em um tempo determinado, ser organizado é primordial para conseguir fazer tudo. Imagine, por exemplo, começar a trabalhar em determinado aplicativo e não seguir uma direção ou ideia?

Com certeza, isso vai dificultar todo o processo. Porém, mostrar organização também faz com que você seja bem-visto junto aos recrutadores e empresas.

E tem mais: em vários momentos da sua jornada, será preciso apresentar projetos, ideias e soluções para problemas complicados, e ter uma boa organização para explicar nos mínimos detalhes é, sem dúvidas, um diferencial na carreira.

Sabe dividir o trabalho em várias etapas

Seguindo a ideia da organização, um dos passos mais importantes é separar em etapas o desenvolvimento de softwares e aplicativos, por exemplo.

Lembre-se de que não se cria tudo de uma vez ou sem seguir um comando. Muito pelo contrário, se você não dividir em etapas, pode até mesmo se perder em meio ao que foi planejado.

Essa divisão ainda é interessante porque você pode mostrar para a chefia ou o cliente quando algo não funcionou. Assim, é só ir direto na etapa que em falhou e explicar o que houve, já pensando na melhor solução para aquele problema.

Ou melhor: usar algumas etapas que funcionaram super bem e multiplicar a ideia em outros projetos.

Dominar matemática

Toda área de engenharia tem muitos cálculos, certo? Com a tecnologia, isso não é diferente — na verdade, é muito mais presente do que você imagina. Dominar a matemática tem que fazer parte das suas habilidades e ser algo realmente tranquilo e fácil para você.

Claro que isso leva um tempo para aprender, mas é necessário se esforçar desde o comecinho da faculdade!

Uma dica para conseguir alcançar esse objetivo é participar de aulas extras, formar grupos de estudos e caprichar na leitura e resolução de problemas em casa.

Quanto mais bem treinado você for, melhor para a absorção de fórmulas e cálculos em geral, combinado?

Gostar muito de computador e tecnologia

Ora, será que existe alguém que trabalha com tecnologia que não gosta dela? Provavelmente, sim, mas não é aconselhável.

É importante dizer que o seu aprendizado e desenvolvimento na carreira estarão diretamente ligados ao amor e entrega que tem pela profissão.

Afinal, quando se faz tarefas com dedicação e satisfação, tudo tende a ser melhor. Portanto, se você não gosta dessa área ou não tem ao menos curiosidade, talvez seja uma questão de repensar.

Por outro lado, se isso faz parte dos seus dias, você lê tudo a respeito, sabe até mesmo mexer em aplicativos por conta própria e por aí vai, siga em frente que essa carreira tem tudo para agradar!

Trabalhar bem com restrição de tempo e recursos

Como você viu, muitas empresas já entendem que a tecnologia é primordial para que funcionem da melhor forma.

Porém, algumas dessas companhias não têm tantos recursos para apostar ou investir e dependem muito da ajuda de profissionais que possam reduzir custos. O profissional de Engenharia de Software precisa saber lidar com isso.

Mas e o tempo? Ele também é um dos principais vilões na vida da TI.

Só para você ter uma noção, assim que surge um problema, é preciso rapidez para resolver e devolver a ferramenta para a continuação do trabalho.

Então, aparece um outro detalhe: a pressão. Quem trabalha com essas funções também tem que saber como dominar esse tipo de situação, viu?

Ser dinâmico

Você já reparou que mudanças na tecnologia praticamente acontecem o tempo todo? Isso é normal e natural, pois é cada vez maior a interação e importância que essa área tem.

Com isso, muitas equipes de profissionais ao redor do mundo trabalham incansavelmente na busca de inovações e ferramentas que sejam úteis, sofisticadas e que façam a diferença.

Para que você não fique para trás, é preciso ser dinâmico, estar de olhos bem atentos a tudo o que é lançado e nunca parar de se qualificar.

Cursos, aprimoramentos, certificações e outras formas de capacitação — tudo isso deve fazer parte do seu plano de carreira. Trocar informações com outros profissionais também deve estar na sua lista de prioridades!

Sabe ouvir e se explicar

Outra característica fundamental para o profissional é saber ouvir. Lembre-se de que o cliente pode não entender muito de tecnologia e não saber explicar a situação ou problema.

Então, ouça atentamente e seja sempre aberto para detalhar o que está acontecendo, usando linguagem fácil e descomplicada.

Nos momentos em que você apresentar projetos, por exemplo, é preciso dominar a arte de se expressar.

Mais uma vez, essa é uma área complexa e que exige um tato maior para que o público realmente entenda o que você está falando.

Treine bastante isso com a leitura de livros, conversas com leigos, entre outras possibilidades.

Como saber se essa é a sua profissão?

Primeiro, se o que você leu até aqui lhe agradou, as chances de a Engenharia de Software ser a sua profissão são enormes!

Segundo, é preciso que você analise bem se estar em meio a tecnologia e criação e desenvolvimento de aplicativos, softwares, etc., faz parte do que tanto almeja para o futuro. Depois, é bom checar como anda o mercado de trabalho da sua região.

Aliás, é bom dizer que um engenheiro de TI tem muitas oportunidades em vários lugares do mundo. Os países de primeiro mundo, como o Canadá e a Nova Zelândia, são alguns dos que mais contratam estrangeiros com esse grau de conhecimento e instrução.

Então, se você pensa em sair do País, ter uma experiência fora e ficar com uma bagagem interessante de empresas mundiais, essa profissão tem um potencial altíssimo de proporcionar essas realizações.

Isso sem falar que, assim como no Brasil, lá fora, o salário é muito interessante, a profissão é bem valorizada e a qualidade de vida é bastante atraente.

Faça uma lista com todos esses prós e contras que você achar, tente equilibrar e veja se é uma carreira que interessa. Isso pode ajudar bastante na sua decisão.

Quais são os novos mercados e possibilidades de atuação?

Com o mercado aquecido para a área de engenharia, as oportunidades existem e você pode abraçá-las e seguir uma carreira sólida e com chances de crescimento.

Mas quais são as áreas de atuação? Confira as que têm demanda sempre em alta:

  • desenvolvimento de software;
  • desenvolvimento de programas técnico/científicos;
  • desenvolvimento de bancos de dados;
  • desenvolvimento de jogos;
  • desenvolvimento de sistemas de apoio à área de medicina;
  • desenvolvimento de sistemas de gerenciamento para empresas;
  • administração e gestão de grandes, médias e pequenas empresas.

Viu como existem muitas funções bacanas e com as quais você pode atuar?

A Engenharia de Software é, sem dúvidas, uma profissão bem versátil, flexível e com uma dinâmica incrível e cheia de oportunidades diferentes. Vale a pena pensar a respeito!

Qual é a necessidade desse profissional no mercado de trabalho?

A resposta é simples: há uma necessidade enorme por profissionais com esse perfil!

Como já dissemos no decorrer do artigo, a tecnologia está presente em praticamente todas as esferas da sociedade, de empresas ao dia a dia das pessoas.

Os aplicativos, por exemplo, estão nos celulares que carregamos frequentemente e usamos para realizar diversas funções.

E os softwares? Eles são a alma de computadores, dispositivos móveis, celulares e tantos outros.

Ou seja, é preciso que alguém seja capaz de entender tudo sobre eles e ajudar nas mais diferentes tarefas que possam surgir, principalmente, se isso tiver a ver com soluções e respostas rápidas para conseguir algo novo e que ajude a todos.

O mercado de trabalho enxergou isso e hoje está em busca desses profissionais. Muito mais do que isso, uma empresa que não conta com uma área de TI — pelo menos, com pessoas que têm domínio do assunto — é uma companhia que pode perder dinheiro, tempo e até mesmo documentos importantes que não estão sendo salvos corretamente.

Outro detalhe é que, quanto mais o tempo passa, mais novidades tecnológicas surgem.

Então, como uma empresa quer ser competitiva se não tem, ao menos, um sistema moderno, conectado e com um software de ponta para oferecer aos seus clientes? Difícil, certo? E, mais uma vez, entra em cena o profissional de Engenharia de Software!

Como se qualificar?

Ah, se você chegou até aqui é porque realmente se interessa pela carreira!

Agora, o ponto principal é pensar em como se qualificar para ser o profissional certo que o mercado de trabalho tanto procura e deseja ter em seu quadro de funcionários.

Para se qualificar, a dica inicial é escolher um curso que tenha a ver com a engenharia ou correlatos. Depois disso, siga os seguintes passos!

Faça uma graduação

Após escolher o curso que quer, é hora de começar a graduação. Aqui, é importante que você faça uma boa pesquisa sobre as instituições da sua cidade ou — por que não? — as de outras regiões.

Com esse mapeamento em mãos, chegou o momento de conhecer cada uma delas, analisar o currículo escolar e quais as referências dos docentes.

Feito isso, se você conseguir conversar com alguns alunos que cursam a faculdade, melhor. Assim, você terá uma visão mais ampla de como é o dia a dia das aulas e como o curso é ministrado.

Outro ponto fundamental: evite faltar nas aulas! Isso pode ser decisivo no seu futuro.

Leia bastante

Ler deve fazer parte da sua rotina, especialmente, durante a graduação. Aqui, vale de tudo um pouco: de obras de ficção a livros que são voltados para a sua área, o importante é nunca deixar de aprender novas palavras, aumentar seu vocabulário e ter na ponta da língua as melhores soluções para a TI.

O mais bacana é que os livros podem ser digitais, o que facilita a sua vida acadêmica, ocupa pouco espaço e você pode fazer anotações sempre que quiser.

Em meio ao estágio, por exemplo, quando estiver com uma grande dúvida, é só tirar o livro digital da bolsa, checar a informação e pronto! Mais um ponto positivo para o seu desenvolvimento.

Procure um estágio

Sim! Quer tarefa mais importante do que colocar em prática tudo o que você aprende em sala de aula? Fazer estágios ao longo da graduação é o que vai diferenciar você de outros profissionais que não o fizeram.

Vale dizer ainda que você estará perto de profissionais experientes e que podem dar várias dicas que servem para uma vida toda!

Pense em uma pós-graduação

Mais cedo ou mais tarde, a continuação dos seus estudos precisa acontecer. Sabe o motivo? Se você deixar de se aprimorar e aprender novas técnicas, é capaz de ficar por fora de assuntos que são importantes para o seu trabalho.

Além disso, nas aulas de pós-graduação em Engenharia de Software, você pode aumentar o seu networking e, inclusive, conhecer novos parceiros de trabalho.

A interação com os professores também é essencial. Não se esqueça de que eles são bem experientes e podem ajudar em momentos que você precisa de orientação e auxílio.

Nada mais bacana do que aprender mais sobre a profissão, colocar em prática sempre que possível e estar renovado com novas informações.

Com todas essas dicas e dados da carreira de engenharia, você consegue se visualizar trabalhando como um profissional com esse perfil?

Lembre-se de que as oportunidades existem, a qualificação é necessária, ferramentas são desenvolvidas o tempo todo e o dinamismo é palavra-chave para uma das carreiras mais promissoras no Brasil e no mundo.

A Engenharia de Software é uma área com potencial crescente e que, nem de longe, parece que vai estagnar.

Muito pelo contrário! É um segmento muito requisitado e que precisa contar com bons profissionais. Um deles pode ser você!

E então, preparado para começar uma carreira de sucesso e que pode trazer um excelente retorno financeiro? Entre em contato conosco que, juntos, vamos pensar na melhor maneira de você começar o seu curso o quanto antes!

E não deixe de conhecer a nossa pós em Engenharia de Software!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!