Mulheres na Tecnologia: elas mudaram o mundo da inovação!

Não há dúvidas que as mulheres sempre foram essenciais para a tecnologia, então listamos alguns nomes que fizeram a diferença na história da inovação!(...)

Autor: Redação Impacta

Você sabe qual a importância das mulheres na tecnologia? Elas foram pioneiras em suas invenções e suas descobertas as marcaram definitivamente na história. Apesar disso, muitas vezes o trabalho delas não era conhecido por grande parte da sociedade. 
O Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março, é um  momento de reconhecimento da influência da presença feminina em praticamente todos os setores profissionais, inclusive no de TI. Nos últimos anos, as mulheres vêm conquistando e assumindo posições de destaque no mercado, contribuindo, assim, com a diminuição das desigualdades de gênero. 
   Conheça algumas mulheres que mudaram o mundo da inovação!

  • Hedy Lamarr 

A atriz Hedy Lamarr foi considerada uma das mulheres mais bonitas do mundo e, ao longo de sua carreira, ela estrelou mais de 30 filmes. Apesar do destaque no cinema, Hedy Lamarr também era bastante atraída pela ciência e ofereceu suas contribuições para a invenção de uma técnica que evita a intercepção de mensagens, o chamado salto de frequência.
Hedy foi responsável por projetar um sistema voltado para as estações de radiocomunicação, permitindo que mudassem seu sinal 88 vezes seguidas. A importância de sua criação é enorme, uma vez que a tecnologia passou a ser empregada sobretudo para a comunicação de guerra. Atualmente, ela é utilizada em redes celulares, GPS, além de Bluetooth e Wi-Fi. 

  • Ada Lovelace

Filha do poeta Lord Byron, Ada Lovelace é tida como a primeira programadora da história. Apaixonada por matemática desde jovem, Ada ofereceu contribuições notórias para a criação da máquina analítica, o primeiro modelo de computador apresentado para a humanidade.
Ela foi responsável por classificar o algoritmo contido na máquina, inserindo a Sequência de Bernoulli, o primeiro a ser implementado por um computador. Mais de 100 anos após a sua morte, as anotações de Ada Lovelace foram republicadas e finalmente reconhecidas, comprovando que o seu algoritmo estava correto.
A Sociedade Britânica de Computação criou, em 2008, a Medalha Lovelace, prêmio concedido a pesquisadores que desenvolveram projetos de avanços significativos em sistemas de informação.

  • Garotas do ENIAC

As garotas do ENIAC foram um grupo de seis mulheres que trabalharam em um dos primeiros supercomputadores criados pela Escola de Engenharia Moore, no estado americano da Pennsylvania. Betty SnyderMarlyn WescoffFran BilasKay McNultyRuth Lichterman e Adele Goldstine foram as responsáveis pela configuração do ENIAC. 
Elas lidavam com mais de três mil interruptores e botões que ligavam um hardware de 80 toneladas, tudo feito de forma manual. Mais do que operar um maquinário, as mulheres também criaram muitos protocolos que são utilizados até hoje.
Sendo assim, o grupo teve uma influência fundamental em sistemas de configurações e preferências de computadores, dando instruções valiosas de uso e melhores práticas para os usuários do ENIAC.

  • Irmã Mary Kenneth Keller

Mary Kenneth Keller é a primeira mulher reconhecida por receber um doutorado em Ciências da Computação. Mary se formou na Universidade Washington, em St. Louis, nos Estados Unidos. Desde 1958, irmã Mary já trabalhava em oficinas de informática e sua contribuição foi essencial para a criação da linguagem de programação BASIC, elaborada principalmente para fins didáticos.
Desde cedo, Mary enxergou um potencial gigantesco nos computadores como ferramenta educacional voltada para o desenvolvimento humano.
Ao longo de sua vida, ela escreveu alguns livros sobre computação e programação, e suas obras são tidas até hoje como referência na área de TI. Assim, ela abriu caminho para a inclusão das mulheres no ramo da informática, e o seu nome é um dos mais difundidos na área do ensino. 

  • Jean Sammet

Jean Sammet foi a criadora de uma das importantes linguagens computadorizadas já existentes, o FORMAC, utilizado no final dos anos 1960. O sistema funcionava sobretudo para manipular fórmulas matemáticas e auxiliar a resolução de cálculos complexos.
Por conta de seu grande conhecimento, Jean trabalhou por 27 anos na IBM, uma empresa que, por muito tempo, foi símbolo da indústria de informática em todo o mundo.
Ela também teve influência fundamental na criação do COBOL, participando de diversas entidades voltadas para a inclusão das mulheres na tecnologia. Jean Sammet ainda foi presidente da Associação para Maquinaria de Computação (ACM), uma iniciativa com mais de 70 mil membros que tinha o objetivo de usar a informática em projetos científicos e educacionais.

  • Grace Hopper

Grace Hopper foi a primeira mulher a se formar na Universidade de Yale, nos Estados Unidos, conquistando um PhD em matemática. Assim como Jean Sammet, ao longo de sua trajetória profissional, Grace ofereceu contribuições importantes para a criação da linguagem de programação voltada para bancos de dados comerciais, o chamado COBOL.
No entanto, ela também ficou famosa por indicar de forma eficiente os problemas relacionados a falhas de funcionamento em softwares, resolvendo erros ligados ao processamento de dados. Além disso, Grace criou linguagens de programação para o UNIVAC, um dos primeiros computadores comerciais fabricados nos Estados Unidos. 
Carol Shaw
Nascida na Califórnia em 1955, Carol Shaw foi influenciada pela revolução tecnológica que ocorreu na região do Vale do Silício. Seu pai era um engenheiro mecânico e, por isso, Carol começou a se interessar pelo universo dos computadores, descobrindo que era possível jogar games baseados no sistema BASIC.
Assim, ela entrou na Universidade da Califórnia e graduou-se em Engenharia Elétrica e Ciência da Computação em 1977, conquistando um mestrado anos depois em Berkeley.
Carol Shaw foi uma das funcionárias originais da Atari, uma famosa empresa da indústria de desenvolvimento de jogos. Ela foi considerada uma notória engenheira de software para microprocessadores, criando o primeiro sistema de geração procedural de conteúdo. Em seu currículo, encontram-se grandes clássicos dos games eletrônicos, como 3D Tic Tac Toe, Happy Trails e Activision. 
A presença das mulheres na tecnologia é de fato surpreendente, não é mesmo? A tendência do mercado de tecnologia é justamente ampliar o espaço para elas, contribuindo tanto para a diminuição dos preconceitos de gênero quanto para que sejam mais reconhecidas nos ambientes e de trabalho.
Gostou do conteúdo? Então não se esqueça de deixar seu comentário nos contando se conhecia alguma dessas grandes mulheres ou caso já sabia sobre as descobertas tecnológicas que elas fizeram!

1 Comentário

    Deixe o seu comentário!

    Não perca nenhum post!