Gestão da Inovação: por que o gestor precisa se preparar?

A Gestão da Inovação gira em torno das tecnologias, focando no desenvolvimento e implementação da mesma, além do gerenciamento de condições ambientais.(...)

Autor: Redação Impacta

Não pode ler esse artigo agora? Ouça a matéria no Player abaixo:

Você já notou certamente que o mercado e as necessidades das pessoas estão cada vez mais em transformação, certo? É a tecnologia que se desenvolve mais, seguida pela rapidez na comunicação, a oferta e procura de produtos práticos, úteis e de fácil acesso e por aí vai. Por isso, uma empresa precisa ter a Gestão da Inovação como fundamento de suas operações.
Mas o que isso significa? A Gestão da Inovação é, na verdade, focada em três pilares: o desenvolvimento, a implementação da tecnologia e o gerenciamento de condições ambientais e culturais que sejam inerentes à modernização da empresa. Em linhas gerais, a inovação precisa estar presente em todos os âmbitos do negócio.
Agora, por que isso é tão importante para um profissional que atua em empresas de marketing, e-commerce e negócios em geral? É o que falaremos neste artigo. Confira abaixo e boa leitura!

      Por que a gestão da inovação é importante para as empresas?

As compras pela internet que, anteriormente, eram vistas com desconfiança por grande parte dos consumidores já se tornou comum — da mesma forma que as pesquisas por redes sociais para conhecer a reputação da empresa e o uso de aplicativos para facilitar as pequenas tarefas do dia a dia. Nesse sentido, manter uma imagem no meio digital é uma necessidade dos negócios que desejam se manter competitivos. É aí que entra, também, a urgência pela inovação.
Alguns dos motivos principais para esse cenário é que os clientes estão mais exigentes: querem tudo para agora, desejam atendimento ágil e de qualidade (de preferência, sem filas), priorizam empresas que sabem com quem estão falando, não querem repetir informações de cadastro ou compras anteriores etc. Ou seja, tudo isso está 100% conectado à Gestão da Inovação.
Além disso, há vários desafios que são enfrentados no cotidiano de uma empresa, como a rapidez com que tudo acontece dentro e fora dela. Com os colaboradores, inclusive, ocorre o mesmo — os espaços de trabalho precisam incentivar essa inovação para que eles tenham condições de aplicá-la em suas funções.
Para tanto, a gestão de negócios precisa saber lidar com desafios ligados à implementação da inovação, como a cultura conservadora, tolerância a riscos, o empoderamento de colaboradores, entre outros.
O primeiro passo a ser dado nesse cenário é se qualificar. Um bom curso de especialização é capaz de colocar o profissional em níveis de excelência e prepará-lo para os desafios do mercado. Também é recomendado:

  • estar em contato com o que é tendência;
  • ter atenção à movimentação de mercado;
  • entender a necessidade dos consumidores e público-alvo.

Gestão da inovação: por que o gestor precisa se preparar?

      Qual é o papel do gestor no processo de inovação?

Antes de explicar melhor o papel do profissional no processo de inovação, é bom saber que ele geralmente é executado por alguém que esteja diretamente ligado à área de tecnologia, como um gestor de TI. Isso quer dizer, por exemplo, que uma das aptidões desse colaborador será a gestão de projetos de TI. No mais, vale destacar as competências que listamos a seguir: 

  • Promover mudança cultural

Para que a gestão da inovação ganhe os contornos necessários dentro da empresa, é preciso promover uma ampla e completa mudança cultural entre todos os colaboradores. O motivo é simples: com o conhecimento de que a tecnologia vem para ajudar, melhorar e aprimorar produtos e serviços, a cultura do negócio também se destaca no processo.
O gestor tem um papel fundamental nesse caminho, pois cabe a ele mostrar a importância da inovação e o que é preciso para atingir o domínio ideal dessas ferramentas. Além disso, é esse profissional que pode encabeçar novas ideias e soluções que ajudem no desenvolvimento das estratégias — contando, é claro, com o suporte e engajamento da equipe.

  • Atualizar e implementar metodologias

Se a Gestão da Inovação é parte primordial para o crescimento da empresa, é preciso, antes de tudo, que sejam feitas as atualizações e implementações de metodologias com esse foco. Esse processo não é rápido e nem fácil, tendo em vista que há certa dedicação no seu cumprimento. Porém, mais uma vez entra em cena o gestor, que ajudará com isso.

  • Investir em um ambiente para a inovação

Você já se perguntou como é que a inovação, de fato, começa a acontecer dentro das empresas? Veja que muitos de nós apenas olhamos para o mercado e entendemos que esse processo está ocorrendo. Contudo, muitas vezes, deixamos de questionar como são os bastidores e qual é a tarefa do dia a dia para que essas companhias transformem-na em realidade.
Um dos pontos altos para que a inovação comece a fincar raízes dentro do negócio é quando o gestor passa a investir e incentivar isso. É um trabalho contínuo, feito todos os dias, com o objetivo de estimular a equipe a pensar estrategicamente no uso da tecnologia, como essas ferramentas podem trabalhar a favor da empresa e muito mais.

  • Fazer um benchmarking de inovação

Caso você não saiba o que é o benchmarking, aqui vai: é o processo de estudo de uma empresa pela outra — principalmente quando falamos em concorrentes, para entender como a companhia faz com suas práticas e processos, tendo como intuito melhorar e ser superior a isso. Ou seja: você vai olhar o concorrente e compreender como pode superar as ofertas dele.
Quando falamos em benchmarking de inovação, isso quer dizer que a ideia central é trazer para a realidade da empresa um passo a frente em termos de tecnologia e suas utilizações. Se o concorrente oferece atendimento via chat no site, que tal oferecer via chat, WhatsApp, Redes Sociais e ainda telefone? É melhorando o que o outro faz para se destacar!
O que você achou de Gestão da Inovação? Depois de conhecer melhor como ela funciona, quais são os seus princípios e como o papel do gestor é importante para que a transformação ocorra dentro da empresa, o primeiro passo é se qualificar para chegar apto a esse mercado de trabalho. Então, aproveite, estude bastante, escolha uma boa instituição de ensino, corra atrás de boas oportunidades e busque sempre sair da caixa quando o termo for inovar.
Gostou? Continue conosco e saiba mais sobre o MBA em Gestão da Tecnologia da Informação aqui da Impacta. Não esqueça de deixar seu comentário sobre o quanto o post foi relevante para você ou caso tenha ficado alguma dúvida sobre a profissão!
 

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!