Especialização, MBA e Mestrado: entenda qual a diferença entre eles

Ser reconhecido por suas qualidades e demonstrar muito conhecimento na área são fatores muito almejados por novos profissionais. Logo, escolher entre (...)

Autor: Jéssica Lima

Para quem terminou a graduação e já atua no mercado de trabalho, pensar em crescimento profissional é algo quase corriqueiro, não é mesmo? Ser reconhecido por suas qualidades, além de demonstrar muito conhecimento na área também são fatores muito almejados por novos profissionais. Logo, escolher entre fazer uma Pós, MBA e Mestrado pode ser a solução!
Tudo porque, com a continuação do seu curso, você poderá colocar ainda mais em prática o que já vive no ambiente de trabalho. Vale ressaltar que uma pós-graduação é excelente para trocar informações, fazer networking, ter novas ideias e saber usar novas ferramentas de trabalho.
Mas, qual a diferença entre uma Pós, MBA e Mestrado? É essencial que você saiba isso para fazer a escolha certa, de acordo com o que precisa e mais deseja. Quer saber mais? Confira!

Pós-graduação

Anote aí a primeira informação: a pós-graduação é dividida em duas formas de cursos: “lato sensu” (especializações e MBA’s) e “stricto sensu” (voltado para o mestrado e o doutorado). Outra diferença que você precisa saber é a duração dos cursos e suas exigências, sendo o lato sensu mais curto do que o mestrado e o doutorado.
Vale ressaltar que toda instituição que tem autorização do MEC para funcionar pode criar cursos com base nas necessidades que identificar, e isso se enquadra perfeitamente nas especializações e MBA’s. No entanto, já para o mestrado e o doutorado, é obrigatória a autorização do governo para que funcionem, tendo a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) como principal avaliadora.
Não importa o tipo de pós-graduação que escolher, em todas elas você terá boas oportunidades de aprendizado, experiências e informações importantes sobre a área escolhida e o mercado de trabalho.

Especialização

Como dito no tópico anterior, a especialização é um dos braços da pós-graduação. Uma das principais características desse tipo de curso é a forma como ele é flexível. Ou seja, é possível que você mude de área fazendo uma especialização. O foco principal é que você tenha mais domínio em determinado assunto, tornando-se especialista nele.
Para ser um curso de especialização, é necessária uma carga horária de, no mínimo, 360 horas. Quanto ao processo seletivo, isso depende muito da faculdade, sabia? Tem instituições, por exemplo, que exigem uma prova, enquanto outras pedem apenas que você se matricule e apresente o diploma de graduação.
Não se esqueça de que a especialização é um dos cursos mais procurados atualmente, andando lado a lado com o MBA, na qual a demanda também é surpreendente. Segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), hoje existem mais de 330 mil estudantes que cursam uma pós “lato sensu” no País.
Por isso, se você se interessa por um curso nesses moldes, é preciso saber exatamente o que deseja fazer para não perder tempo e nem uma vaga na faculdade que deseja!
Quanto ao trabalho de conclusão de curso, isso também fica a critério da faculdade. Normalmente, elas exigem uma monografia, mas é muito comum ver outras formas de trabalho, como a apresentação de artigos etc.

MBA

Da sigla em inglês que significa Master Business Administration ou em português “Mestre em Administração de Empresas”, o MBA faz parte dos cursos denominados como pós-graduação lato sensu. A diferença dele para a especialização, por exemplo, é o fato de que ele é levado em consideração por quem atua na área de gestão, negócios e administração.
Entretanto, cada vez mais é comum encontrar diferentes tipos de MBA, voltados para áreas como a comunicação e saúde. Um grande exemplo é o MBA de Marketing Digital, que, segundo pesquisa do Gartner, é um dos cursos mais requisitados do momento, tendo em vista a crescente demanda por habilidades profissionais com domínio do ambiente digital.
O principal perfil do estudante que pretende cursar um MBA tem a ver com as suas experiências. Para você ter uma ideia, muitas faculdades dão mais abertura para candidatos que já atuam no mercado de trabalho e tenham, ao menos, algumas passagens por empresas da área. O MBA também é ótimo para melhorar seu networking!
Assim como na especialização, aqui também são necessárias mais de 360 horas de curso para receber o título de pós-graduado “lato sensu”. Além disso, as faculdades também costumam exigir um trabalho final, podendo ser monografia ou qualquer outro modelo que tenha conexão com a área estudada.

Mestrado

O Mestrado é um curso da categoria “stricto sensu”, com um grau de dificuldade um pouco maior, assim como exige mais tempo para que o curso seja concluído com sucesso. Pesquisas e muitas trocas de informações fazem parte do escopo desta modalidade, que atrai profissionais que gostam do meio acadêmico.
É importante reforçar que, para cursos como o Mestrado, é necessária a certificação do MEC. O Ministério da Educação avalia a qualidade do curso e escolhe a nota principal dele, que varia entre 1 e 7. Para ser certificado, o curso precisa de, pelo menos, uma nota 3.
Se você quer ser professor universitário, é preciso fazer um Mestrado. Mesmo que com a especialização você também possa conseguir um emprego como esse, o Mestrado é quem vai dar mais suporte às necessidades da sua futura carreira. Lembre-se também do tempo de duração do curso: varia entre 2 anos e 2 anos e meio, mas pode levar até 4.
Para ser selecionado a uma das vagas dessa modalidade de curso, normalmente as faculdades fazem uma prova bem detalhada, que cobra até mesmo um segundo idioma. Sem contar nas fases de entrevista e possível explicação do seu projeto final, que deve ser discutido antes com algum dos professores que ministram as aulas do curso.
Como você notou, a Especialização, MBA e Mestrado são formas de aperfeiçoamento e aprendizado muito importantes para quem quer melhorar sua carreira profissional. Optar por uma dessas modalidades de ensino é, sem dúvidas, um ótimo caminho a ser seguido como profissional! Preparado para continuar os estudos e se destacar? Vá em frente!
Gostou de saber as diferenças entre essas modalidades? Então, assine a nossa newsletter e receba sempre em primeira mão conteúdos como esse!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!