O que o cenário atual nos ensina sobre posicionamento de marca?

Com o grande impacto que a pandemia tem causado no mercado e na vida das pessoas, o Posicionamento de Marca de muitas empresas mudou. Veja o que aprendemos!(...)

Autor: Redação Impacta

Diante de um cenário de incertezas, como a crise decorrente do novo coronavírus, as empresas se encontram em um grande desafio. Isso porque as organizações precisarão elaborar maneiras para manter o posicionamento de marca e garantir mais estabilidade do negócio no mercado. 

Assim, será preciso realizar uma verdadeira reinvenção do Marketing Digital, uma vez que grande parte das ações e estratégias estão ocorrendo, neste momento, no ambiente virtual. Sem isso, os empreendimentos correm sérios riscos de perder competitividade e relevância em seus setores de atuação. 

Ficou curioso? Então, continue acompanhando e confira o que o período atual nos ensina sobre posicionamento de marca e, ainda, como a gestão pode trabalhar para atravessar o momento de crise da melhor forma. Confira a seguir!

Qual a importância do posicionamento de marca na crise?

As atividades comerciais e a economia com um todo, foram afetadas significativamente pela atual pandemia. Para passar pela crise, as empresas terão que definir estratégias a fim de manter a sobrevivência do negócio e superar o momento de dificuldade.

O posicionamento de marca, nesse sentido, contribui de forma ativa para que a organização gere mais confiança e consiga demonstrar seus valores aos consumidores. Independentemente do segmento que o empreendimento ocupa no mercado, o posicionamento de marca deve ser baseado em um Marketing de Produto inteligente e eficiente.

Assim, a técnica permite que os produtos e serviços oferecidos pelas empresas transmitam um diferencial em relação aos concorrentes, aumentando as chances de conquistar espaço, mesmo em tempos de crise. Para isso, é preciso se adequar e estreitar o relacionamento com os clientes para tornar o negócio mais forte e confiável. 

Quais os tipos de posicionamento que as marcas podem ter em tempos de crise?

Saber como responder às necessidades do público pode ser um grande desafio para os setores de Marketing das organizações. Isso exige, por exemplo, que a gestão corporativa faça um levantamento para entender qual o tipo de comunicação terá melhor efeito para que o posicionamento de marca atinja seus objetivos.

Para conseguir engajar os consumidores, portanto, os empreendimentos podem utilizar soluções que funcionam baseados em arquétipos da psicologia analítica. A técnica serve para ajudar a entender quais são as melhores maneiras de se conectar emocionalmente ao público.

O método se divide em algumas cores, como vermelho, roxo, azul, marrom, laranja e amarelo, que permitem diagnosticar como a empresa lida com sua comunicação. Em tempos de crise, como o da covid-19, as organizações devem considerar os seguintes tipos de posicionamento de marca:

  • perfil vermelho: nesse estágio, a corporação acredita que as ações dizem mais que palavras, fazendo com que a liderança tenha um comportamento ativo para se manter estável;
  • perfil roxo: a gestão busca por oportunidades para fazer a diferença e ensinar os demais a serem mais fortes e competitivos, tomando ações de fortalecimento e liderança eficientes;
  • perfil azul: contribui para que o negócio crie estratégias e planeje ações de segurança focando em informações, dados e números precisos, sempre agindo com a devida compostura;
  • perfil marrom: o objetivo, aqui, é perseverar e defender as estratégias, por isso, os líderes devem se preocupar tanto com o negócio quanto com os clientes, oferecendo suporte e conforto;
  • perfil laranja: as empresas buscam colaborar e aceitar as estratégias, sendo práticas e realistas para se adaptarem às mudanças;
  • perfil amarelo: representa que a organização mantém o otimismo diante do momento, sempre considerando o lado positivo do futuro. 

Como adequar o posicionamento da sua marca no cenário atual?

Tendo em vista a relevância do posicionamento de marca, os gestores corporativos terão que se adequar e tomar decisões para manter a sobrevivência e a prosperidade do negócio, mesmo diante da crise atual. A seguir, conheça algumas dicas práticas para que as empresas e seus colaboradores construam confiança e credibilidade no mercado. 

Adequar seu modelo de negócio

Com a instituição da pandemia, muitas organizações perceberam a importância do meio digital para manter o bom relacionamento com o público e para dar continuidade às vendas. Os investimentos em produtos digitais e em Marketing Digital, por exemplo, ocupam o topo das tarefas dos empreendimentos que desejam se manter ativos.

Isso exige uma verdadeira adequação do modelo de negócio para atender às atuais necessidades e demandas dos consumidores. Alguns líderes, por exemplo, estão aproveitando o momento para revitalizar a presença e o conceito da marca na web, contribuindo diretamente para a consolidação do negócio no mercado.

posicionamento de marca covid

Incentivar as boas práticas em relação à pandemia

Outra dica que deve fazer parte da agenda dos gestores é o incentivo às boas práticas na empresa em relação à pandemia. Assim, a marca deve seguir as normas indicados pelos órgãos oficiais de saúde e dar o devido suporte a colaboradores, parceiros e clientes. Isso demonstra mais cuidado e preocupação com todas as pessoas que fazem parte do plano de negócios.

Nesse sentido, o ideal é que a empresa adote ações emergenciais para enfrentar a crise, mantendo uma comunicação clara sobre tudo o que está sendo feito para atravessar o momento atual da melhor forma. Além de gerar maior confiança entre os envolvidos, a organização terá mais chances de ser lembrada futuramente como uma boa marca a ser seguida.

Contribuir para causas sociais

O engajamento da corporação também é um passo fundamental para garantir a sobrevivência no atual período. Para conquistar ainda mais espaço, uma boa dica é contribuir dando suporte às causas sociais que causam impactos positivos no cotidiano do público. 

Isso porque, quando os consumidores percebem a preocupação da empresa em oferecer esse tipo de suporte, eles ficam mais confiantes de investir na marca e podem representar mais chances de sucesso e vendas, permitindo que a gestão obtenha métricas relevantes para a continuidade de suas estratégias.

Oferecer benefícios para seus clientes

Da mesma maneira, é imprescindível que a empresa trabalhe para destacar seus produtos e serviços, oferecendo benefícios exclusivos para os clientes. Com isso, será mais simples aumentar a quantidade de fidelizações, contratos e vendas, pois o público terá mais confiança em optar pelas vantagens disponibilizadas pela organização.

Um bom branding, por exemplo, permite que a corporação construa a personalidade da marca, estimulando tanto percepções quanto sensações. As práticas ajudam a criar mais valor para os produtos e serviços oferecidos, uma vez que a tendência é que os consumidores fechem as vendas baseados nos valores e propósito da companhia.

As empresas que não priorizarem formas adequadas para realizar o posicionamento de marca podem correr riscos que representam altos prejuízos para o negócio. O ideal, nesse caso, é que sejam elaboradas estratégias para a superação da crise e, também, para que o empreendimento tenha mais chances de se destacar no seu nicho de atuação no mercado. 

Gostou do post? Se você deseja acompanhar as novidades do universo da tecnologia, assine a nossa newsletter e receba, diretamente em seu e-mail, todos os nossos informes sobre o tema!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!