Tendências tecnológicas 2016 – E chegará um tempo que a tecnologia ultrapassará nossa humanidade

Albert Eistein disse que chegará um tempo que a tecnologia ultrapassará nossa humanidade. Entenda como as tendências tecnológicas afetam o design e (...)

Autor: Maurício Maruo

Depois do fantástico anúncio da comunidade científica sobre as ondas gravitacionais, resolvi escrever um artigo sobre Tendências Tecnológicas ligadas a área de comunicação e design. Afinal, a ciência só conseguiu provar a existência das ondas através da tecnologia.

Então amigos artistas e designers, preparem-se para descobrir como esse bicho chamado tecnologia está intrinsecamente ligado a nossa realidade e como isso afeta nosso futuro e nossa forma de viver.

Confira Tendências tecnológicas 2016: a Tecnologia afetando o design

Tendências tecnológicas podem influenciar a vida de todos

Capacetes de Realidade Virtual

Basicamente o artigo de hoje é uma espécie de infográfico, pois toda tecnologia é puxada por uma outra tecnologia. Vou começar falando sobre os Capacetes de Realidade Virtual, e quando comento sobre isso muitas pessoas logo lembram do famoso Oculus Rift. Porém, hoje temos uma infinidade de outros modelos, até melhores. É o caso do Playstation VR e o Microsoft Hololens que são, sem dúvida, o gatilho dessa nova tecnologia para próxima década.

Como isso afeta o designer?

Basicamente os designers 3D e desenvolvedores de games serão extremamente beneficiados, pois os capacetes virtuais são a extensão da realidade aumentada. No Brasil o mercado ainda é um bebê, mas com um potencial gigantesco para crescer.

Impressoras 3D

Já que o assunto é 3D, vamos falar agora de uma outra tendência que apareceu no começo do milênio e hoje já faz parte do nosso cotidiano. Estou falando das impressoras 3D. A tecnologia dessas impressoras chegou a um nível tão absurdo que já podemos reproduzir pequenos órgãos e até tecido humano sintético.

Como isso afeta o designer?

Novamente os designers 3D têm uma vantagem bem grande, mas o importante não é isso e, sim, a infinidade de novos softwares que irão surgir. E, o mais legal, serão gratuitos, ou seja, qualquer um poderá ser um designer 3D.

Robôs caseiros

E já que o lance é criar peças reais em 3D, não podemos esquecer de falar sobre nosso próximo passo da tendência, os Robôs Caseiros. Sim, isso é uma tendência tecnológica que vem sendo explorada desde os anos 90. E esses robôs já fazem parte da nossa vida. Não estou falando da família Jackson, mas outro tipo de robô.

Casas inteligentes que são programadas para avisar quando seu café está pronto ou que apagam sozinhas a luz de um cômodo quando você não esta lá. Isso é a realidade em que já vivemos. A tendência é que isso se torne cada dia mais comum para todo tipo de público.

Como isso afeta o designer?

Para os arquitetos e designers de interiores mais Hi-Tech esse é um ótimo mercado, já que essa tecnologia ainda não é tão barata nos dias atuais e pode-se cobrar um preço maior por esse tipo de serviço.

Drones

“Mas e o robô tipo Exterminador do Futuro?” Isso vai ficar para a tendência dos próximos anos, mas podemos falar de um robozinho que todo mundo pode ter, já que o preço está cada vez mais acessível, e ele é bem legal!

Os drones são, sem dúvida, a cereja do bolo para nós mortais que adoramos tecnologia. Pois ele é um robô que pode carregar qualquer coisa (dependendo do seu tamanho) e ainda mantém a estabilidade.

Como isso afeta o designer?

Os Drones são tão versáteis que podemos usá-los para várias coisas como na produção de vídeos, publicidade, games reais e até mesmo para o transporte. Mas hoje a maior frequência para o uso dos Drones continua sendo vídeos. Em breve os designers poderão usar os drones até para pegar o famoso café da madrugada.

Big Data

Já que estamos entrando no assunto vídeo, vamos pensar que para a quantidade monstruosa de vídeos criados, devemos ter um local de armazenamento igualmente grande. Só que esse tipo de armazenamento deve ser organizado. Para isso, vamos usar o recurso dos Big Datas Estruturados. O uso dessa tecnologia não é nova, aliás ele vem sendo explorado desde os anos 70.

A tendência agora é a organização desses dados, cada vez mais preciso e mais voltado para o comportamento humano. Para quem nunca ouviu falar em Big Data vou tentar simplificar:

Imagine que você pesquisou um sapato em um site e-commerce. Horas depois você entra no Facebook e aparece um post com o mesmo sapato, dizendo que ele esta em promoção. Isso é uma amostra do que é possível fazer com o acúmulo de dados organizados.

Como isso afeta o designer?

Para quem trabalha com design de interação e planejamento, esses tipos de dados são extremamente importantes, já que com eles podemos criar relações mais duráveis com nossos clientes.

Bitcoins

E para finalizar as tendências tecnológicas, vamos falar sobre um assunto que interessa 99% da população, direta ou indiretamente. Vamos falar de dinheiro.

Mas não do jeito que conhecemos e sim o dinheiro virtual: o famoso Bitcoin. Para quem não sabe o que é, vou tentar explicar de forma simples. O BitCoin é um algoritmo gerado com números primos e cada vez mais raros de achar, pois cada número primo só pode ser dividido pelo valor 1 ou por ele mesmo.

Hoje os BitCoins já são usados em transações milionárias B2B, mas a tendência é que ela seja usada no futuro por todos que fazem compras online. Mas essa é uma tendência meio duvidosa, já que essa nova moeda poderia mudar o rumo de toda economia mundial.

No próximo post falarei sobre as tendências educacionais, assunto que interessa a toda nova geração. Deixe seu comentário.

Artigo publicado originalmente no blog: mauriciomaruo.wordpress.com

Seja um especialista em criatividade e design

Conheça os cursos e treinamentos de Art e Design da Impacta e domine as melhores ferramentas do mercado de criação e produção, com a qualidade certificada de parceiros oficiais como Adobe e AutoDesk.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!