Tendências 2016 – Ilustração. Linha é a união de dois pontos: Parte 2

A ilustração ainda é uma das tendências visuais para o ano de 2016, mas passa por algumas mudanças. Entenda e conheça os softwares mais usados na (...)

Autor: Maurício Maruo

Dando sequência na série de artigos sobre as Tendências Visuais de 2016 e ainda falando sobre o Santo Tomé (leia o post anterior sobre Tendências de Cores), o tema de hoje é sobre ilustração.

O ano passado um aluno me perguntou se a ilustração ainda será bem vistas no mercado de design e comunicação. A pergunta é coerente pois o foco “ilustração” teve uma mudança significativa no decorrer dos anos. Entenda:

Ilustração Flat

Elas continuam em alta, mas como o nosso querido oráculo (Google) fez questão de criar a derivação do Flat, batizando-o como ilustrações de Material Design, é provável que as ilustrações Flat/Material continuem por muito tempo.  Com o mundo cada vez mais conectado e as pessoas querendo informações cada vez mais rápidas, os arquivos vetoriais simples devem continuar em alta, já que são mais leves e rápidos. Tanto é que arquivos com a extensão SVG estão sendo extremamente usados para animações web em linguagem HTML5.

Para quem adora usar tablets ou celulares grandes, procurem a versão do Illustrator para Mobile, que está disponível para Android e iOS (eu recomendo).

Mas para quem não dispensa o velho e bom Desktop, separei os 3 melhores softwares do mercado para ilustração vetorial e a explicação de porque ainda são os mais escolhidos entre 99% dos designers. Veja:

Illustrator CC

O famoso Illustrator chegou na versão CC com uma excelente novidade. Aliás, todos os softwares do pacote Creative Clound. Com a parceria entre a Microsoft e Adobe, a versão CC se tornou híbrida, o mesmo software se adéqua facilmente a versão Desktop e Mobile (é claro que você precisa ter o sistema Windows 10 e um notebook 2 em 1). Veja o vídeo:

CorelDraw X7

Sem muitas mudanças, a Corel segue como o software dos designers iniciantes e – como já é uma tradição da empresa – nesta nova versão a empresa atualizou “E MUITO” sua biblioteca na nuvem, com uma variedade de fontes, gráficos e imagens.

Além de seguir a mesma filosofia Adobe, o novo Corel X7 tenta usar múltiplas plataformas em um único software fazendo com que se adeque a tablets. Porém, na minha experiência, o software dá vários bugs quando mudamos de plataforma. Podemos destacar a vantagem de se trabalhar com telas duplas e os softwares incluídos (como é de costume da Corel), tais como Corel Photo Paint e Power Trace.

Affinity Designer – Somente para Mac

O concorrente de peso da Adobe, produzido pela empresa SERIF, foi eleito o melhor software vetorial de 2015 pela Apple. Com recursos fantásticos, ele mescla comandos do Photoshop e Illustrator em um único software de forma super simples. A interface gráfica é bem amigável e seu poder de resolução muito interessante.

Imagine um software em que você pode transformar imagens vetoriais em pixels e pixels em vetor, sem nenhum problema de resolução. O Software foi produzido para design de aplicativos, então, ele é ideal para quem desenvolve layout de interface (UI e UX). Vale muito a pena dar uma conferida.

Lembrando que estamos falando sobre ilustração. Portanto, é claro que softwares são bons, mas em questão de desenho nada substitui a habilidade manual.

Confira dicas que talvez você não aprenda em nenhum curso de desenho:

  • Desenvolva seu poder de observação.
    Observe tudo ao seu redor e tente guardar na memória, nunca se sabe se o cliente vai pedir para você desenhar um brontossauro ou um sabre de luz.
  • Procure estudar outros tipos traços.
    O ideal para ser um bom ilustrador é que você consiga desenvolver pelo menos 3 tipos de traços diferentes.
  • Domine as combinações de cores.
    Toda ilustração é melhor apreciada quando a combinação de cores é agradável, mesmo que seja preto e branco.
  • Veja o mundo todo em 2D.
    O princípio básico da ilustração é passar toda sua memória visual para uma folha em branco e por incrível que pareça a folha praticamente é um objeto 2D.
  • Pratique suas ilustrações em posições diferentes.
    Inclusive dentro do metrô ou, se conseguir dentro, de um ônibus. Muitas vezes as grandes inspirações aparecem em momentos que não esperamos.
  • Converse enquanto desenha.
    Ser descomprometido em relação ao desenho perfeito é a melhor forma de ter segurança no traço.
  • Lembre-se que não existe desenho bonito ou feio.
    Apenas ilustrações bem acabadas e mau acabadas. Ou seja, seu desenho não é bonito e nem feio.
  • Ande sempre com um Sketchbook e uma lapiseira.

Espero que tenham gostado desse post. Deixe seu comentário! O próximo artigo será sobre imagem.
Texto publicado originalmente no blog mauriciomaruo.wordpress.com

Seja um especialista em criatividade e design

Conheça os cursos e treinamentos de Art e Design da Impacta e domine as melhores ferramentas do mercado de criação e produção, com a qualidade certificada de parceiros oficiais como Adobe e AutoDesk.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!