Técnico em Mecatrônica está em alta: entenda tudo da área

O curso técnico em Mecatrônica forma profissional para atuar com projetos de automação em indústrias e no desenvolvimento, execução e muito mais!(...)

Autor: Jéssica Lima

As vantagens da realização de um curso técnico são inúmeras! Aliás, 70% dos alunos que se formam nesse formato conseguem uma vaga de trabalho em até um ano. Atrelados a tal questão estão pontos como o curto tempo de duração, o potencial de empregabilidade com salários altos e a possibilidade de se especializar em uma única área. Tudo isso é encontrado na capacitação técnico em Mecatrônica. 
O profissional que aposta nesse modelo de educação se prepara para o mercado de trabalho, explorando o potencial de um setor que, continuamente, está prospectando trabalhadores. Ao ser um técnico em Mecatrônica, é possível atuar da indústria automobilística até companhias de energias — entre muitas outras opções.
Seja como for, existem alguns cuidados que não podem ser ignorados — seja na escolha do tipo de curso ou na decisão quanto ao campo de atuação. Para seguir carreira na área e alcançar os resultados esperados, é essencial investir em uma instituição conceituada e se formalizar.
Mas não se preocupe! O objetivo deste conteúdo é compartilhar com você todos os detalhes sobre o setor, além das especificidades da formação para técnico em Mecatrônica. Vamos lá?

Como é o trabalho do técnico em Mecatrônica?

A Mecatrônica é uma profissão para quem quer se consolidar na área de tecnologia e gosta de máquinas. Mais do que isso, é uma área que vem se transformando junto aos avançados tecnológicos. Por isso, mesmo com a indústria 4.0, o técnico nesse setor continua indispensável. 
O profissional atua desenvolvendo projetos para que as máquinas funcionem bem, podendo ser das gerações X, Y ou Z. Também em seu escopo de trabalho está a questão de trabalhar aprimorando processos, adicionando tecnologia e acompanhando as possibilidades de melhorias que envolvem a medição e a manutenção dos itens tecnológicos.

Por que a mecatrônica é considerada o futuro das engenharias?

A mecatrônica reúne as bases da mecânica com a computação. Por isso, com a transformação digital, a Internet das Coisas (IoT) e outros caminhos da automação de processos, a área está 100% alinhada ao desenvolvimento de novas possibilidades de mercado e evolução.
Conectando aparatos tecnológicos por meio de softwares, que podem ser acompanhados com o uso de sensores e atuadores, o setor coloca a engenharia no nível do que é esperado pelo mercado — pensando até mesmo na questão da competitividade internacional.
Por isso, a mecatrônica é muitas vezes chamada de a profissão do futuro para as engenharias, permitindo a redução de falhas, de custos e simplificando o processo produtivo. Para o empresário, isso gera um imenso valor e a confiabilidade no trabalhador envolvido no segmento.

O que é necessário estudar para ser técnico em Mecatrônica?

O nível da formação para um técnico em Mecatrônica está atrelado à qualidade da instituição de ensino. Ao investir em uma formação como a oferecida pela Faculdade Impacta, o aluno encontra um ambiente para formação profissional híbrida.
As disciplinas ministradas compilam áreas como:

  • mecânica;
  • informática;
  • eletrônica;
  • produção;
  • planejamento;
  • processo;
  • suporte;
  • vendas.

Trata-se de uma especialização que contribui para que o aluno tenha uma compreensão de circuitos elétricos, cabeamento, eletrônica analógica e digital, além de hidráulica e robótica. Ao estudar essas disciplinas, entre outras, podem ser adquiridos conhecimentos que são continuamente procurados no mercado de trabalho.

O que faz o técnico em mecatrônica?

Mais do que uma tendência de mercado, a rotina pode ser definida como:

  • manutenção e programação de sistemas automatizados;
  • implementação de projetos para máquinas com funcionalidades robotizadas;
  • desenvolvimento de programações para equipamentos computacionais, respeitando as normas de segurança;
  • testes de sistemas, para que eles funcionem dentro dos padrões esperados.

Por isso, o profissional será sempre responsável pelo bom funcionamento do maquinário da empresa — da programação até os cuidados básicos, passando também pelo acompanhamento de possíveis melhorias que podem ser implementadas para garantir a segurança e potencializar os resultados.

Quais áreas ele pode atuar? 

A atuação do técnico em Mecatrônica é vasta. O profissional pode trabalhar em montadoras de automóveis, laboratórios de controle de qualidade, indústrias alimentícias, farmacêutica, de de bens de consumo, têxteis ou mesmo naval, além de empresas de mineração ou petroquímicas.
Mas a área de trabalho não é somente essa. Aliás, qualquer empresa que atua com sistemas controlados por computador precisa dos conhecimentos do técnico em Mecatrônica. É o caso também de empresas que dependem de equipamentos automatizados.
O mercado está aquecido para a área, sobretudo pelo avanço da automação industrial no Brasil. O desenvolvimento de software e automação de processos também são funções realizadas por esse profissional — e é por isso que ele tem sido cada vez mais requisitado.
Falando sobre remuneração, os valores pagos para o técnico em Mecatrônica são atraentes. O salário inicial tem média de R$2.300. Para profissionais experientes, a remuneração está em torno de R$6.100. Contudo, também é possível trabalhar com projetos pontuais, trabalhando sob demanda.
Ainda assim, mais uma vez é importante reforçar que a escolha da escola técnica faz toda a diferença. Em um momento no qual a concorrência no mercado de trabalho é acirrada, a reputação da instituição faz toda a diferença.
Para isso, a Faculdade Impacta, com o objetivo de formar profissionais completos, tem em suas ofertas o curso técnico em Mecatrônica. Ele prepara o aluno para os desafios e as tendências do mercado por meio de uma formação de excelência.
A equipe de professores é experiente e qualificada. A formação contribui para que o aluno possa garantir uma certificação do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) — que regula e supervisiona os profissionais que trabalham nas áreas relacionadas aos cursos técnicos em Mecatrônica, Eletrônica, Telecomunicações, entre outros.

Como é o Curso Técnico em Mecatrônica da Faculdade Impacta?

O curso técnico em Mecatrônica da Faculdade Impacta forma o profissional para atuar com projetos de automação em indústrias e no desenvolvimento, execução e instalação de sistemas automatizados de manufatura e sistemas robotizados.
Durante os 4 semestres do curso, o aluno ainda aprende a operar, construir e fazer a manutenção em diferentes máquinas, assim como planejar sistemas para controle de equipamentos.

A matriz curricular

Com foco em disciplinas das exatas e também em eletrotécnica, eletrônica, mecânica e informática, o curso trabalha com tecnologias para a análise de sensores e a otimização de aplicações em ambientes industriais. Além disso, aborda tecnologias de engenharia de produto (planejamento, produção, processo, suporte e vendas) que permitem inovar nos processos de gestão e de produção e, dessa forma, aumentar a satisfação do cliente.
Todas as disciplinas são validadas pelo coordenador do curso, Karl Heinz Kauser. Engenheiro Eletrônico e de Divulgação Tecnológica, ele é natural da Alemanha e tem uma significativa bagagem profissional ministrando cursos para empresas conceituadas.

Detalhes sobre o curso

Com duração de 2 anos, o curso técnico em Mecatrônica da Faculdade Impacta é oferecido na modalidade presencial. Ainda assim, são disponibilizados dois turnos: o matutino ou o noturno. Dessa forma, o jovem ou mesmo o profissional que já atua no mercado de trabalho pode buscar a opção que mais se encaixa à sua rotina.
O técnico em Mecatrônica tem um ótimo mercado de trabalho aguardando a sua formação. Com os avançados da transformação digital, as possibilidades de inserção nas empresas se multiplicaram. Tendo em vista que os processos vêm sendo continuamente automatizados, até mesmo as companhias tradicionais estão se reinventando para acompanhar a chamada 4ª Revolução Industrial.
Para trabalhar com a manutenção de equipamentos, na execução de processos robotizados e na automação de processos, o curso técnico em Mecatrônica é um primeiro passo indispensável. A Faculdade Impacta é referência na área e, por ter foco em empregabilidade, entende exatamente quais são as necessidades das indústrias.
Então, que tal se destacar no mercado de trabalho ao adquirir as competências necessárias para ser um profissional do futuro? Dê o primeiro passo rumo a uma carreira de sucesso! Para conhecer o curso técnico em Mecatrônica da Faculdade Impacta, entre em contato conosco! Nossa equipe estará à disposição para tirar suas dúvidas e ajudar com a escolha!

Curso Técnico Mecatrônica

E como é o mercado de trabalho nessa área?

O mercado está aquecido para a área, sobretudo pelo avanço da automação industrial no Brasil. Indústrias petroquímica, automobilística, farmacêutica, alimentícia, de bens de consumo, de energia, fabricantes de máquinas e laboratórios de controle de qualidade são algumas das empresas que o técnico em mecatrônica pode atuar. Desenvolvimento de software e automação de processos também são funções realizadas por este profissional.
Já a remuneração para o técnico em mecatrônica é atraente. O salário inicial tem média de R$ 2.300. Para profissionais experientes, a remuneração está em torno de R$ 6.100.
Que tal se destacar no mercado de trabalho? Conheça o curso técnico em Mecatrônica da Faculdade Impacta e dê o primeiro passo rumo a uma carreira de sucesso.
Curso Técnico Mecatrônica

1 Comentário

  1. Excelente artigo!
    Também deixo minha contribuição com um artigo falando a respeito:
    https://www.automacaoindustrial.info/o-que-faz-um-engenheiro-mecatronico/
    Espero que seja útil!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!