Startups brasileiras recebem recorde de investimentos em 2021

Depois de um 2020 de recordes, 2021 começa ainda melhor para as Startups Brasileiras. Setor recebe investimentos de mais de US$ 2,35 bilhões!

Autor: Redação Impacta

Se nós já falamos aqui no Blog que 2020 foi o ano das startups no Brasil, com mais de R$ 14 bilhões investidos só até novembro em plena pandemia, 2021 vem mostrando que o crescimento do setor não deve parar tão cedo.

Apenas nos primeiros quatro meses do ano, foram investidos em startups brasileiras um total de US$ 2,35 bilhões, segundo o hub de inovação Distrito.

O valor, quem em conversão para o real já passa dos R$ 10 bilhões, é um novo recorde de aportes para o quadrimestre e representa um crescimento de 187% em relação ao mesmo período de 2020, ainda segundo o relatório Inside Venture Capital do Distrito.

Vale esclarecer que esse valor total vem de 207 aportes realizados no primeiro quadrimestre de 2021, um volume de investimentos que representa já 66% do total de aportes do setor em todo 2020.

Startups brasileiras de quais áreas recebem mais em 2021?

Ainda segundo o estudo, as fintechs continuam sendo as startups que mais recebem investimento no Brasil. Foram US$ 731 milhões investidos em 45 rodadas de aportes.

Outras setores, porém, também tiveram crescimento importante:

  • Proptechs – startups do setor imobiliário ou de propriedades
    Quanto: US$ 526 milhões em 6 aportes.

Obs: Vale destacar que montante, US$ 425 milhões são de dois investimentos recorde que a empresa Loft recebeu em março e em abril de 2021.

  • Retailtechs – empresas de tecnologia com foco no segmento varejista
    Quanto: US$ 507 milhões em 22 rodadas
  • Edtechs – startups do setor de educação
    Quanto: US$ 222 milhões em 16 aportes
  • Supply chain – empresas de tecnologia na área de logística e gestão de suprimentos
    Quanto: US$ 215 milhões em 6 investimentos

Mais investimentos = mais vagas. Startups oferecem boas oportunidades!

Com recordes atrás de recordes quando o assunto é aportes, é de se esperar que o setor de startups continue crescendo e oferecendo boas oportunidade de emprego em um cenário de crise econômica e desemprego no Brasil.

Assim como todo o segmento de tecnologia, as startups vão na contramão de setores mais tradicionais que foram drasticamente afetados pela pandemia, e começam o ano com expansões e contratações.

A maioria das oportunidades são para áreas em tecnologia, tais como:

Mas também há vagas em outros cargos como:

  • Analista de Marketing Digital
  • UX Designer
  • Analista de Logística
  • Gestão de Pessoas & Cultura
startups brasileiras batem recorde de investimentos

Mas como conseguir um emprego em uma Startup? Além de se qualificar para os principais cargos procurados por essas empresas, separamos algumas dicas para te ajudar. Confira a seguir!

4 dicas para conseguir uma vaga em Startup

1 – Mude a sua cabeça para soft skills

Habilidades pessoais como criatividade, comunicação, trabalho em equipe, flexibilidade e até mesmo empatia são cada vez mais valorizadas por empresas modernas, como as startups.

Isso porque elas acreditam que é preciso ter muita harmonia e clareza nas relações entre todos os integrantes do time para que resultados sejam alcançados e a cultura da empresa seja efetivamente aplicada.

Por isso, esteja aberto para desenvolver soft skills que tenha deficiência, bem como para valorizar ainda as habilidades que já tenha!

2 – Desenvolva seu networking

Pode parecer clichê, mas fortalecer o networking ajuda bastante na hora de encontrar as melhores vagas e te colocar em contato direto com o mercado das startups.

Para isso, é fundamental participar de eventos de empreendedorismo, construir e manter relações com profissionais e estudantes da área e acompanhar alguns nomes influentes da área nas redes sociais.

3 – Capriche no LinkedIn

Manter um perfil atualizado e completo no LinkedIn é praticamente uma obrigação para quem procura empresas nas melhores empresas atualmente. E nas startups não é diferente!

Por isso, capriche nas informações do seu perfil para ser encontrado com mais facilidade por recrutadores. Outra dica é se manter ativo na rede, interagindo com profissionais da sua área e com as empresas que pretende atuar. Veja mais dicas para valorizar o seu LinkedIN!

4 – Invista no seu aprendizado

Um colaborador de Startup deve apresentar diferencial competitivo e estar sempre buscando novos conhecimentos e experiências.

Por isso, se manter atualizado nas ferramentas e práticas da sua área é uma ótima dica para se dar bem nesse mercado.

A dica é procurar por cursos e certificações nas habilidades mais valorizadas pelas empresas no setor em que você pretende atuar.

Esperamos que essas dicas te ajudem a fazer parte do aquecido setor das startups, que deve se manter em alta por mais algum tempo no Brasil.

Fique ligado e assine nossa newsletter para receber mais dicas!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!