Realidade Virtual e os destaques da E3 2016

Novo God of War com diretor de arte brasileiro e a realidade virtual. Confira aqui os destaques da E3 2016, a maior feira de games do mundo.

Autor: André Luiz Ribeiro

Entre os dias 14 e 16 de junho, aconteceu a E3 2016, a maior feira de games do mundo, que reuniu mais de 70 mil visitantes entre jornalistas, profissionais da área e fãs que acompanharam as novidades em jogos, vibraram com o retorno de franquias e se impressionaram com o avanço da realidade virtual.

O evento reuniu em Los Angeles, EUA, as principais produtoras de jogos digitais do mundo, exibindo mais de 1,6 mil produtos de 250 expositores. Nós separamos aqui as principais tendências e os destaques da E3 2016. Confira:

Realidade virtual

O grande destaque da feira desse ano foi mesmo a realidade virtual, que com certeza pode mudar o modo como jogamos vídeo games. Mesmo sendo um investimento alto e com apenas três grandes marcas apresentando projetos sólidos, os jogos em VR apresentados na feira foram um grande sucessos entre os que puderam experimentar essa nova dimensão.

Dentro dessa tecnologia, tivemos alguns destaques. Veja:

Oculus Rift: o aparelho da Microsoft traz ferramentas de ajuste no headset e nas lentes para tornar a experiência mais confortável, até mesmo para quem usa óculos de grau. Também há um fone de ouvido integrado. Foram mostrando os seguintes jogos em VR: Serious Sam VR: The Last Hope, Killing Floor: Incursion, Star Trek: Bridge Crew e Superhot VR.

  • Plataforma: PC
  • Preço: US$600 nos Estados Unidos. Ainda não é vendido oficialmente no Brasil.
  • Método de interação: Controle de Xbox One – incluso na caixa – ou Oculus Touch, seu controle de movimento proprietário que será lançado ainda em 2016.

HTC Vive: É a junção da parceria da Valve com a HTC, sendo o dispositivo mais avançando dos três ao incluir sensores de movimento no pacote. Se por um lado ele exige dedicar um quarto inteiro na sua casa, também permite andar pelos espaços virtuais ao invés de utilizar um controle.

Os controles de movimento são parte integral da experiência e já contam com suporte em vários jogos, já que a Valve incentiva os desenvolvedores a utilizarem a tecnologia – assim como faz a Oculus VR. O HTC Vive teve os jogos mostrados na E3 2016: Serious Sam VR: The Last Hope, Doom VR, Killing Floor: Incursion, Star Trek: Bridge Crew e Fallout 4 VR.

  • Plataforma: PC
  • Preço: US$800 nos Estados Unidos. Não é vendido oficialmente no Brasil.
  • Método de interação: Controles de movimento inclusos no pacote

PlayStation VR: Exclusivo para os consoles até o momento, o PlayStation VR é dispositivo de realidade virtual da Sony que está sendo fortemente empurrado pela empresa. O aparelho utiliza a câmera do console para registrar os movimentos da cabeça do usuário e processa todas as imagens em uma pequena caixa externa ao videogame. Seu lançamento está marcado para 13 de outubro.

Por utilizar a PlayStation Camera e o PlayStation Move, acaba gerando gastos além do headset. Porém, diferente das outras opções, não requer um PC poderoso para ser utilizado, o que pode ser uma vantagem para alguns. Os jogos mostrados na E3 2016 através do PlayStation VR estão entre os que mais impressionaram, como: Batman: Arkham VR, Star Wars: Battlefront X-Wing VR Mission, Final Fantasy XV: VR Experience e Resident Evil 7.

  • Plataforma: PlayStation 4
  • Preço: US$400 sozinho e US$500 com o PS Move, câmera e o jogo PlayStation VR Worlds nos Estados Unidos. No Brasil ainda não há previsão para a chegada.
  • Método de interação: Controle Dualshock 4 ou PlayStation Move (vendido separadamente);

Novo God of War com diretor de arte brasileiro

Com diretor de arte brasileiro, god of war é um dos destaques da E3 2016

A conferência de empresa que mais chamou atenção foi a da Sony, que com jogos Resident Evil 7, o retorno de Crash Bandicoot e o novo God of War, ganhou o coração dos amantes dos games.

Aqui o destaque fica para o toque brasileiro no game da franquia God of War. Rafael Grassetti é o diretor de arte do jogo e foi o principal responsável pela remodelação visual do guerreiro Kratos, que agora está mais velho. O game ainda apresentou uma nova jogabilidade, agradando até mesmo quem não era fã da saga.

E você, o que mais gostou na E3 2016? Deixe seu comentário!

Quer entrar para o mercado de games?

Graduação em jogos digitais

Com a graduação em Jogos Digitais da Faculdade Impacta você será capaz de criar e desenvolver games para diversas plataformas como PC, web e mobile. Com conhecimento interdisciplinar, você terá contato com todas as fases do projeto, desde o design, arte visual, áudio, programação, até a gestão de projetos e negócios.

A graduação aborda os conceitos, metodologias e ferramentas práticas para você projetar, implementar e testar jogos digitais, criando roteiros, cenários, personagens, interfaces, regras e jogabilidade, além de poder aplicar técnicas de programação, aúdio e elementos em 2D e 3D.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!