Que tal vender o seu smartphone usado?

Para recuperar um pouco do dinheiro investido na compra de um novo smartphone, sites atuam como intermediários na compra e venda de usados.

Autor: Bruno Saes

Os lançamentos de smartphones e novas versões de aparelhos acontecem cada vez mais frequentemente no mercado, aumentando ainda mais o número de vendas no Brasil, que em 2013 já atingiu a marca de 35,6 milhões, segundo a consultoria especializada IDC.

Com essa frenética troca, surge uma pergunta: o que fazer com os celulares usados? Para te ajudar a recuperar um pouco do dinheiro investido, alguns sites servem de intermediários para a compra e venda dos aparelhos usados.

Apesar de não ser novidade nos Estados Unidos, esse tipo de comércio, chamado de “recommerce”, ainda é pouco conhecido no Brasil.

Com o objetivo de facilitar a vida do usuário, sites como o Ziggo Brused (que trabalha apenas com dispositivos da Apple), oferecem a oportunidade de recuperar um pouco do investimento naquele aparelho que ficaria parado ou para quem quer comprar um celular inteligente por um preço mais acessível.

Sites dão mais facilidade para vender seu smartphone usado

Como vender um smartphone:

O processo para venda é feito basicamente em três etapas. Ao entrar no site, o usuário deve informar modelo, detalhes de conservação e se o aparelho está bloqueado (vinculado a alguma operadora).

Após a descrição, o site sugere um preço pelo aparelho. Se o vendedor concordar com o valor, ele deve enviar o smartphone para a companhia, onde será avaliado se está realmente de acordo com as condições descritas. Se a resposta for positiva, o valor acordado será depositado em conta. Caso contrário, o celular será devolvido.

Opção para compras com preços mais baixos:

Para quem não busca o mais recente aparelho lançado e procura uma opção mais em conta, os sites de “recommerce” também oferecem boas oportunidades com os smartphones usados.

Para isso, esses sites funcionam como comércio eletrônico convencional. Os serviços oferecem facilidade na busca pelo modelo do aparelho pretendido e separados de acordo com a condição de uso, que pode ser classificada como ótimo, bom (com marcas de uso) e danificado (com algum item quebrado). O pagamento pode ser feito via cartão de crédito, transferência bancária, boleto, PagSeguro, PayPal, entre outras formas.

As empresas costumam oferecer ainda um tempo de garantia, caso haja algo de errado com o aparelho, que não tenha sido especificada nas condições.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!