Por que você precisa do algoritmo Viola-Jones?

Você sabe o que é o algoritmo Viola-Jones, que revolucionou o campo de detecção facial? Conheça e saiba por que você ainda precisará dele!

Autor: Redação Impacta

Imagine que você está navegando na internet, vendo fotos de um evento. Numa delas, aparece o rosto de alguém parcialmente coberto que te prende a atenção. Olhando com cuidado os detalhes, você reconhece um grande amigo, que estava de perfil no momento da foto. Essa capacidade de reconhecer rostos de qualquer ângulo, mesmo quando algum objeto está na frente, sempre foi um desafio para a computação e uma habilidade essencialmente humana. Mas isso está próximo de mudar.

Tecnologias de detecção e reconhecimento facial que antes só existiam nos filmes policiais e de ficção científica agora são realidade a partir de um novo algoritmo, desenvolvido no Yahoo Labs da Califórnia e na Universidade de Stanford.

O Dense Face Detector é uma evolução do algoritmo Viola-Jones, que em 2001 revolucionou o campo de detecção facial, mas que só funciona de forma eficiente quando as pessoas estão de frente para a câmera. O seu sucessor permite, agora, uma inovação em várias maneiras de interagir por imagens via tecnologia, como veremos a seguir.

O algaritmo Viola Jones será importante para o futuro. Entenda!

#1 Adeus à privacidade do passado

Com o novo algoritmo, agora é possível identificar qualquer pessoa cadastrada, em qualquer foto digital, esteja ela de frente para a câmera ou não. Ou seja: toda a sua história fotográfica na web, todas as suas fotos digitais nos computadores, smartphones, tablets e afins, pode ser encontrada. Mais um desafio na busca por privacidade no século XXI.

#2 Benefícios à segurança mundial

Câmeras de segurança do mundo todo poderão identificar, em tempo real, criminosos, terroristas e condenados pela justiça que estejam transitando em liberdade. O trabalho das equipes de segurança será mais eficiente não só no mundo virtual, mas também no mundo físico: aeroportos, rodoviárias, estádios de futebol e câmeras de monitoramento contarão com olhos eletrônicos inteligentes.

#3 Um novo jeito de fazer marketing

Anunciantes podem determinar sexo, faixa etária e padrões de consumo ao identificar o fluxo de pessoas que passam diante de uma câmera em qualquer lugar da loja. Já imaginou, para as lojas de todos os segmentos, mapear quem compra mais de determinado produto, em tempo real, com identificação precisa e biométrica sem incomodar o cliente? É o sonho dos analistas de mercado.

#4 Big Brother da vida real

A partir do momento em que todos os lugares que uma pessoa frequenta sejam pontos de reconhecimento do seu rosto, passamos a viver num “Big Brother” da vida real. Apesar dos problemas de privacidade que naturalmente vão surgir, esse reality show permanente também tem suas vantagens: escolas podem acompanhar em qual corredor está um aluno, pais podem monitorar seus filhos nos cômodos da casa, idosos podem ter sua rotina observada em clubes e diversos outros lugares, preservando sua autonomia e trazendo tranquilidade às famílias, bem como empresas e serviços públicos podem fazer o registro de ponto sem precisar que o funcionário se desloque até o relógio, aumentando a produtividade e diminuindo o desgaste com a equipe.

Como vimos, o desenvolvimento e evolução do algoritmo Viola-Jones, e da detecção e reconhecimento facial, ao mesmo tempo que traz preocupações com a privacidade potencializa os recursos disponíveis com a tecnologia. Seja no mundo real ou virtual, os avanços e impactos no cotidiano são inegáveis.

Ainda tem dúvidas? Deixe um comentário!
Busque sua qualificação para ser encontrado pelo mercado, aproveitando as condições especiais dos cursos da Impacta Tecnologia!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!