Por que se especializar no sistema operacional Linux?

Em um mercado tão concorrido e valorizado como o de TI, um profissional especializado no sistema operacional Linux já sai na frente. Entenda!

Autor: Redação Impacta

Não pode ler esse artigo agora? Ouça a matéria no Player abaixo:

Atualmente, o mercado de TI é um dos que mais crescem no Brasil. Considerados profissionais de solução, os especialistas em tecnologia são sempre muito requisitados — e o resultado disso é que, apesar da crise econômica, as vagas no setor de TI não param de crescer.

Um dos perfis mais cobiçados nesse cenário é o do especialista no sistema operacional Linux. Vistas com muita importância no atual ambiente corporativo da TI, as aplicações nesse sistema de código aberto têm aumentado muito nos últimos anos, superando por larga margem o tradicional Windows, da Microsoft. Logo, quem deseja seguir carreira em TI deve ter em mente que uma certificação em Linux pode ser essencial.

A seguir, listamos alguns dos principais motivos para fazer uma especialização no sistema operacional Linux. Confira!

As empresas estão preferindo o código aberto

Uma das principais diferenças entre Windows e Linux é o fato de um ser pago e o outro opensource, ou seja, de código aberto. Esta característica permite que o sistema seja facilmente personalizável para suprir demandas específicas de uma empresa. Assim, além da economia em licenciamento, as companhias ganham em performance e estabilidade.

Um sistema menos propenso a falhas é mais rápido e seguro, o que acaba facilitando os trabalhos de administração e atualização. Só que esse tipo de serviço precisa ser feito por profissionais qualificados — e é aí que as oportunidades aparecem.

O Linux não está restrito aos PCs

Provavelmente, você já deve saber que o Windows equipa mais de 90% dos computadores pessoais no mundo. O Linux, em seus melhores momentos, atinge 3% desse universo. Mas, se a presença desse sistema é tão irrisória, por que você deveria se especializar nele? A resposta é muito simples: porque, apesar de não parecer, o Linux está presente em todos os lugares.

Você sabia que, dos 500 supercomputadores mais poderosos do mundo, nada menos que 498 utilizam o Linux? Que é bem provável que o seu roteador utilize o sistema, assim como o set-top box da sua TV a cabo? Que o Linux é hoje um campeão no mercado de servidores? Que o Android, popular sistema para smartphones desenvolvido pelo Google, foi todo construído tendo a plataforma do Linux como base?

A diversidade do sistema operacional Linux é a sua grande vantagem, mas também o seu maior desafio. Só quem se torna especialista é capaz de entender tudo isso — e as empresas estão ávidas por esse tipo de profissional.

Saiba porque se especializar em linux

O Linux é cada vez mais exigido nos processos seletivos

É claro que é possível seguir carreira em TI sem, necessariamente, dominar o Linux — mas é inegável que os horizontes ficam muito mais restritos. Tomemos, por exemplo, a crescente demanda na configuração de servidores: como dissemos anteriormente, o Linux é um campeão nesse setor. Quem não estiver habilitado a lidar com o sistema, perderá um importante e promissor nicho do mercado.

Só para você ter uma ideia, os processos seletivos de TI das grandes multinacionais estão exigindo, cada vez mais, conhecimentos ao menos medianos no sistema operacional Linux.

Os melhores profissionais do ramo têm sempre muitas propostas e seus passes estão bastante valorizados no mercado — não é raro, inclusive, que um especialista trabalhe como funcionário numa empresa e preste serviços de consultoria como freelancer, elevando ainda mais os seus ganhos. Não dá para ficar indiferente a tantos fatores, não é mesmo?

O Linux pode facilitar (e muito!) o seu trabalho

Uma das coisas mais interessantes para quem trabalha com o Linux é poder agilizar e automatizar tarefas com o uso do Shell Script, o terminal de comandos do sistema.

Como já explicamos antes, por se tratar de uma aplicação de código aberto, o Linux permite personalizar o sistema operacional livremente. Sendo assim, os usuários avançados podem obter grandes vantagens ao saber como usar os principais comandos — tornando possível, por exemplo, realizar tarefas repetitivas do dia-a-dia de maneira automática.

Trabalhos que antes levariam horas podem ser resolvidos em poucos minutos pelos especialistas, fazendo com que as empresas ganhem em produtividade e eficiência. Viu só por que as companhias valorizam tanto esses profissionais?

O Linux tem muito futuro

Você sabia que o Facebook e a Netflix rodam em Linux? Pois é. Aliás, boa parte da estrutura da web é dependente do sistema. Num mundo em que a computação migra, cada vez mais, para a nuvem — o chamado cloud computing —, o Linux ganha maior importância e promete ter um papel decisivo no futuro.

O sistema já é amplamente usado em várias das tecnologias que são tendência em TI. Além da computação em nuvem, o Linux tem contribuído decisivamente nos avanços do Big Data (onde é feita a análise e manipulação de um grande volume de dados), nos dispositivos inteligentes que integram a chamada “internet das coisas” (IoT, Internet of Things), na automação residencial e automobilística (o Amazon Assistant e os carros autônomos do Google, respectivamente, são dois dos principais exemplos) e muito mais.

Mas, talvez, o maior impacto do sistema operacional Linux se dê mesmo no terreno dos dispositivos móveis: assim como se deu com o sistema Android, cada vez mais surgem soluções que os usuários desenvolvem para eles próprios.

A hora de buscar especialização é agora!

Se considerarmos o tamanho do mercado de TI, o número de profissionais especializados em Linux ainda é muito baixo. Considerando que a demanda por este tipo de profissional vai do desenvolvimento e suporte até a segurança, é muito fácil entender por que a oferta de salários e benefícios é tão grande no momento.

Sendo assim, por que esperar mais? Aproveitar-se deste cenário promissor para fazer uma especialização é quase que uma garantia de progresso para o seu futuro profissional.

E aí, gostou das nossas dicas sobre o sistema operacional Linux? Então agora é a sua vez de refletir e pensar no melhor caminho para desenvolver as suas habilidades. Se você deseja saber mais sobre a área de TI e espera conseguir espaço nesse mercado, siga a Impacta nas redes sociais — FacebookTwitter e LinkedIn — e conheça os nossos cursos. Comece a se preparar para a sua carreira!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!