O que são Beacons e como eles mudarão a sua rotina?

Beacons são aparelhos de proximidade que emitem informações via bluetooth, diretamente aos smartphones, permitindo a comunicação entre cliente e empresa.(...)

Autor: Bruno Saes

Os Beacons são aparelhos de proximidade que emitem informações, por meio da tecnologia bluetooth, diretamente aos smartphones cadastrados. A ideia, que promete revolucionar o mercado e  fortalecer a chamada Internet das Coisas, é permitir a interação mais rápida de possíveis clientes com seus interesses.

Um exemplo é em uma loja de roupas, onde ao se aproximar da vitrine, a pessoa recebe detalhes de uma peça como tipo de tecido, preço, opções de cores, entre outras.

A grande novidade dos aparelhos beacons, além do custo acessível, é que eles podem ser instalados em paredes, produtos ou vitrines, permitindo a comunicação entre empresa e público por meio da localização e sem a necessidade de acesso à internet, já que utiliza o bluetooth do smartphone para enviar as mensagens.

Beacons podem ser utilizados em diversas áreas como restaurantes

Beacons para variados serviços e áreas

Além de lojas, essa tecnologia permite inúmeras possibilidades para transmitir informações relevantes em tempo real. Um exemplo é ao fazer compras no supermercado, receber dados de produtos, como promoções, informações nutricionais e até mesmo receitas. Outros aplicativos podem criar listas de compras e mapear o local com a indicação de onde estão as mercadorias que procura.

Restaurantes e lanchonetes podem utilizar a tecnologia para exibir seus cardápios pelo celular ou ainda permitir o pedido e pagamento também via smartphone. A área da saúde também é uma aposta para utilização de beacons. Como na substituição dos prontuários médicos, que ainda hoje precisam ser preenchidos manualmente, pelos aparelhos, que armazenariam todos os dados do paciente, evitando erros e facilitando o processo.

Outra maneira de utilizar o beacon seria nas ações de marketing, principalmente em locais de grande circulação de público. A novidade é capaz de identificar um cliente, registrando as ações dele no estabelecimento, armazenando dados como tempo gasto em determinada seção e o que comprou nas últimas visitas. Com isso, o sensor enviaria ofertas de acordo com o perfil desse cliente, gerando uma ação mais assertiva e segmentada.

Veja no vídeo as diversas possibilidades que os Beacons permitem:

 

 Novidade já é utilizada no Brasil

No Brasil, inclusive, essa novidade já começou foi utilizada desde o final de 2014. Um dos pioneiros foi o Moinhos Shopping de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Com projeto da empresa TagPoint, os beacons foram espalhados pelo shopping, aproveitando a data da Black Friday. Os clientes puderam receber informações sobre promoções das lojas, além de dados como agenda cultural, cinema, banheiros e também para a troca de notas da promoção de Natal.

Sucesso depende de planejamento e organização

Os beacons têm a vantagem do preço acessível e facilidade de utilização, gerando grande interesse em empresas e comércios, porém alguns cuidados também precisam ser tomados, para não gerar irritação nos clientes e frustrar as expectativas com a novidade. Ao implementar a tecnologia, o empresário deve levar em conta pontos como:

  • Considerar quem é o cliente e não apenas focar na localização:

Se os beacons enviarem informações apenas pela localização, podem gerar distorções, como para um homem que anda em uma seção feminina, mas não está realmente à procura de um produto.

  • Estabelecer limites de frequência para as mensagens:

Receber vários disparos como promoções, toda vez que passar por um local, pode ser muito irritante, fazendo que o cliente bloqueie o aplicativo. Uma solução é limitar o envio ou só realizar o disparo depois de determinado tempo de um cliente parado na seção ou vitrine, por exemplo.

  • Não restringir os beacons nas ofertas:

A tecnologia não precisa se limitar aos preços baixos e descontos, podendo utilizar a produção de conteúdo, informações e campanhas de engajamento.

E aí, gostou da ideia dos beacons? Imagina algum uso para o seu negócio? Conte para nós nos comentários.

14 Comentários

  1. Dra Adriana de Fátima Freitas disse:

    Essas tecnologias são interessantes para quem as constroem. Porém, seus idelizadores nunca pensam no fator humano. Foi assim quando disseram que notebooks e tablets iriam substituir o livro de papel. Tal não aconteceu porque se esqueceram que as pessoas têm prazer em manusear o livro, de ir numa livraria e folhear, pesquisar, perguntar ao vendedor… Assim, se produz tecnologia pensando em um mercado de consumo imenso, mas que no fim das contas acaba se restringindo a um nicho. O mesmo vale para esses beacons. Quem é que aceitará um programa xeretando seu celular, gravando seus hábitos de compra, os locais por onde anda??? Em uma época onde o “Grande irmão” se espalha no mundo todo, as pessoas cada vez mais fogem dessa parafernália eletrônica dedo duro.

    • Para uma pessoa que ostenta um título de “dra”, vejo quão grande é a sua desinformação. Primeiro, o problema não é com os idealizadores das tecnologia mas com os leigos que insistem em propagar informação falsa sem nunca mencionarem fonte confiável. Nunca foi dito por tecnólogos que notebooks ou qualquer eletrônico substituiria os livros. Isso não passa de invencionice da mídia repetida por “papagaios” à exaustão! Talvez devido ao fato da venda de livros ter caído com a invenção desses dispositivos. Segundo, qualquer tecnologia que se transforme em produto de mercado esta sujeita às mesmas pesquisas que se faz antes de lançar um produto. Nada é feito por acaso, até porque existem técnicas, métodos por trás disso e nenhum empresário seria tolo para lançar um produto sem um amplo estudo de mercado. Infelizmente o público leigo e desinformado não conseguiu desvencilhar o pensamento eleado a velhos conceitos. São como aquelas pessoas que viram um trem pela primeira vez a 60 Km/h e passaram mal e juraram que nunca andariam em um. Por fim, ninguém quer xeretar seu celular para descobrir sobre sua pessoa ou contatos. Qual seria a utilidade disso? Sugiro fortemente que procure fontes de informação confiáveis sobre as tecnologias tratadas, você irá se supreender com o fato da tecnologia está a seu serviço e não contra você.

      • Adler disse:

        Somente complementando, já somos vítimas (ou clientes) do sistema de captura de informações e hábitos e concordamos (mesmo que não lemos) com isso. Se você usa o Google, por exemplo, está sujeito à uma infinidade de meios de captura, principalmente para que sejam exibidos anúncios pertinentes à seus hábitos, gosto e localização.

  2. Tecnólogo disse:

    Quando leigo começa a dar palpite em coisa que desconhece dá nisso: tecnologias mal compreendidas e gente espalhando boato a torto e a direito. Depois colocam a culpa nos desenvolvedores por algo que os pitaqueiros não compreendem. Quem quiser entender o que realmente é e o que faz os beacons, sugiro o livro: Beacon Technologies: The Hitchhiker’s Guide to the Beacosystem de Stephen Statler. É um livro pequeno e barato mas que irá desmistificar de uma vez por todas o assunto.

  3. Gostaria de mais informações a respeito do aparelho biacons, valor e qual a distancia que pode ser enviado msg automatica…
    obg

    • Redação Impacta disse:

      Olá, Antonio. Os preços e especificações podem variar de acordo com o fornecedor. No caso do nosso artigo, falamos dos Beacons da Estimote, que podem ser comprados em Kits de US$ 59 a US$ 99. Mas existem outras marcas como BlueCats.

  4. Márcio Dantas disse:

    Os beacons podem ser bastante úteis. Mas não acredito que o sejam em aplicações comerciais como artigo sugeriu. Que me dizem de uma aplicação na qual o usuário chegue a uma parada de ônibus e ali receba os horários e itinerários de ônibus de todas as linhas que passam por ali? seria algo bastante útil para o cidadão, concordam?

  5. Ritinha disse:

    Desculpem, eu passei o olho tão rápido no título da matéria que jurava ter lido Bacon rs rs… Mas depois que li achei bastante interessante e gostei dos comentários e recomendações do pessoal. Saudações a todos os compatriotas ai do Brasil 😉

    • Redação Impacta disse:

      Que bom que gostou, Ritinha =D Muito bom o seu comentário rsrs. Isso deve acontecer com muita gente e, não se preocupe, pois assim como trocar conhecimento também amamos bacon S2

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!