Lato sensu e stricto sensu: qual pós-graduação devo escolher?

Depois que você se forma e começa a atuar no mercado de trabalho, é normal almejar o começo de um plano de carreira de sucesso. Algo que pode ajudar (...)

Autor: Rogério Ramalho

Depois que você se forma e começa a atuar no mercado de trabalho, é normal almejar passos mais largos e o começo de um plano de carreira de sucesso, certo? Algo que pode ajudar você nesse sentido é apostar em uma pós-graduação!
O bacana é que existem boas opções dentro das modalidades lato sensu e stricto sensu — basta analisar o que você quer. Para isso, é importante que você saiba as diferenças entre essas duas formas de pós-graduação. Mesmo parecendo complicado entender, é mais simples do que você imagina.
De um modo geral, para quem pretende aplicar os conhecimentos na prática dentro do mercado, é melhor optar pelo lato sensu. Já para quem deseja seguir carreira acadêmica, o stricto sensu é o mais indicado. Entretanto, há outras características importantes a saber
De qualquer forma, as pós-graduações lato sensu e stricto sensu têm algo em comum: melhorar a sua formação e deixá-lo (a) muito mais preparado (a) para o mercado de trabalho. Indo além, com esse conhecimento em mãos, as suas chances de conseguir um aumento de salário e até uma promoção também são maiores, o que, por si só, já é um ótimo ponto positivo!
Que tal entender melhor sobre o assunto e fazer a escolha certa para dar uma guinada na profissão? Confira a seguir e tire suas dúvidas!

Lato sensu

O termo vem do latim e quer dizer “em sentido amplo”. Nesse sentido, quem optar por uma pós-graduação com esse foco terá uma visão bem abrangente da área que escolheu, mas com o objetivo principal de desenvolver habilidades suficientes para um segmento específico. É nesse contexto que entram a especialização e o MBA.

Especialização

No caso da especialização, você poderá cursar algo que seja a continuação da sua graduação, mas com muito foco na prática. Quem opta por esse tipo de pós lato sensu quer se aprimorar em algum assunto e já trabalhar usando todas as ferramentas que aprendeu durante o curso.
Vale dizer que, para quem pretende mudar de área depois da graduação, a especialização é uma excelente forma para se firmar nesse novo caminho. Afinal, a base você já tem e um curso como esse vai lhe dar o conhecimento necessário para apostar em outro segmento (porém, o ideal é que as áreas tenham algo em comum).
 

 

MBA

Do termo em inglês “Master of Business Administration”, o MBA é uma pós-graduação com foco em Gestão de Negócios. Isso quer dizer que esse tipo de curso é mais indicado para quem deseja traçar um caminho como líder ou gestor e que, de preferência, já tenha alguma experiência na carreira. Assim, o aprendizado vai ser ainda mais potencializado.
No MBA existem duas formas de estudo: o chamado Tradicional, que é mais exigente e, por isso, requer uma dedicação maior, e o Executivo, flexível e elaborado para profissionais que têm uma vida muito corrida e precisam conciliar o trabalho com os estudos.
Uma coisa que vale a pena considerar é a possibilidade de cursar tanto a  especialização quanto o MBA à distância ou até mesmo nos moldes semipresenciais. Sem contar que muitos cursos de MBA também possuem módulos que podem ser feitos no exterior — uma forcinha a mais para você ganhar experiência e se destacar na profissão.

Stricto Sensu

Assim como lato sensu, o stricto sensu tem suas características particulares. Para começar, o termo também é originário do latim e significa “algo mais restrito”. Ou seja, para quem pretende continuar focando nos estudos acadêmicos e deseja ter conhecimentos suficientes para se tornar um pesquisador ou professor, essa é a opção ideal.
No stricto sensu também existem duas formas de curso. Confira a seguir.

Mestrado

O mestrado é um curso com duração média de 2 anos, podendo variar de acordo com a instituição, que tem como ponto principal a defesa da dissertação para uma banca examinadora. Quando aprovado, você recebe o título de Mestre na sua área. É possível optar por duas frentes de estudo:

  • mestrado acadêmico – perfeito para quem quer continuar a se dedicar à parte teórica da profissão, analisando, por meio de leituras e pesquisas, tudo o que tenha relação com a área escolhida. Se você quer ser professor, esse é o caminho;
  • mestrado profissional – nessa modalidade de curso, você vai focar mais em se aprofundar na prática do que aprende e, assim, aplicar todo o conhecimento no mercado de trabalho. É importante ressaltar que esse mestrado pode ser mais completo que uma especialização, uma vez que cumpre as exigências do stricto sensu, com maior carga horária.

Doutorado

Se você almeja continuar a carreira universitária, o Doutorado é a escolha ideal para dar sequência aos seus estudos. Muitos cursos têm durações diferentes, que variam entre 3 e 4 anos (o que vai depender da área escolhida). Com o título de Doutor, você poderá seguir em frente como professor com alta qualificação, pesquisador e até desenvolvedor. Parece bom, não é mesmo?

Como escolher a pós-graduação

Se você pretende seguir sua carreira, a melhor opção é apostar em uma das modalidades de stricto sensu, como o Mestrado acadêmico ou profissional e, após isso, fazer um Doutorado. Entretanto, se o que você quer mesmo é empreender e ser muito ativo no mercado de trabalho, invista na pós lato sensu, que vai oferecer o conhecimento necessário para isso.
Nesse contexto, o importante é que você não pare de se aperfeiçoar. Quanto mais habilidades adquirir, melhor. Lembre-se de que o mercado de trabalho está repleto de bons profissionais e alguns deles também têm cursos de pós-graduação. No final, o que vai contribuir para que você se destaque na carreira é a sua dedicação e o aprimoramento das suas competências.
No mais, não deixe de conferir as faculdades que oferecem os cursos lato sensu e stricto sensu nos segmentos que você mais se identifica. Veja se eles são bem-conceituados pelo MEC, se cumprem as exigências do que propõem e se as instalações da faculdade são boas para você continuar a se desenvolver como deseja. Tenha sempre em mente que é preciso investir em você!
Gostou do post? Então, aproveite e compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais. Assim, você pode ajudar outros profissionais a conhecer mais sobre pós-graduação!
 

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!