8 Habilidades que o Estudante de Tecnologia do Futuro deve ter

Quais as Habilidades o Estudante de Tecnologia deve ter para se destacar no Mercado do Futuro? Confira nossa Lista Especial para o Dia do Estudante e saiba (...)

Autor: Redação Impacta

Em 11 de agosto é comemorado no Brasil o Dia do Estudante, homenageando crianças, adolescentes e adultos que não se cansam de aprender! Para não ficar de fora na comemoração com nossos estudantes, preparamos uma lista de habilidades fundamentais para quem já está estudando ou pretende aprender sobre tecnologia.

Vale ressaltar que a crise causada pela pandemia do novo coronavírus trouxe novos desafios e cenários para profissionais e estudantes de todas as áreas, mas o setor de TI foi um dos poucos fora do ramo de saúde que continuou contratando no período.

Apesar do crescimento nas oportunidades a cada ano, para garantir seu espaço no setor de tecnologia é importante estar preparado para as demandas e adaptações do futuro. Vamos conferir como?

8 Habilidades Essenciais ao Estudante de Tecnologia do Futuro:

1 – Autonomia

Em tempos de home office e aulas remotas, tanto os estudantes quanto os profissionais de tecnologia precisam ter mais autonomia para tomar decisões e fazer a autogestão de sua rotina. Como esse “novo cenário” deve se tornar cada vez mais recorrente no mercado, você precisará ser produtivo mesmo sem ter um professor ou chefe por perto.

Nos próximos anos a capacidade de buscar informações e soluções por conta própria deve ser valorizada desde os primeiros anos de ensino, tornando os alunos mais preparados para um novo mercado de trabalho, assim como com maior capacidade para empreender e inovar!

2 – Inteligência Emocional

Bastante valorizada por recrutadores já há alguns anos, a Inteligência emocional está relacionada à capacidade de administrar as próprias emoções e usá-las a favor de sua carreira pode trazer grandes benefícios.

O estudante que consegue desenvolver a habilidade de controlar os sentimentos e pensamentos, saberá agir de forma consciente e inteligente durante a sua vida profissional, fazendo melhores escolhas e sendo almejado pelas empresas de tecnologia.

3 – Lógica e Linguagem de Programação

Entender a lógica de programação é um dos primeiros passos para quem quer estudar tecnologia. Afinal, é essencial aprender os conceitos que formam o raciocínio para programar, como variáveis, algoritmos, vetores e operações aritméticas.

No futuro, esse conhecimento deve ser cada vez mais universal e necessário, não é à toa que hoje já existem escolas de ensino fundamental que ensinam as bases de lógica de programação para crianças cada vez menores.

Além disso, o estudante de TI, dependendo de sua área de atuação, deverá dominar algumas tecnologias e linguagens de programação. Algumas das mais populares e que devem se manter em alto no mercado são:

4 – Capacidade analítica

Antes de qualquer tomada de decisão, é essencial saber como realizar análises para se chegar às respostas corretas sobre determinada situação e, com isso, encontrar a melhor solução, não é mesmo?

Em tempos de Big Data e Inteligência de Negócios cada vez mais presentes no mercado, o estudante de tecnologia do futuro deve ter a capacidade de ler, entender, criar e/ou comunicar os dados como uma informação. Esse processo é chamado muitas vezes de alfabetização de dados.

Além disso, estão em alta nas empresas os profissões que considerem todos os processos e aspectos da empresa para encontrar soluções para problemas diversos e muitas vezes complexos.

5 – Comunicação

Saber se comunicar bem é uma competência que há alguns anos não era tão valorizada por empregadores na área de tecnologia. Porém, isso vem mudando conforme a área vai se tornando estratégica para os negócios. 

Ao estudante da área a dica é já ir treinando e desenvolvendo com colegas e professores a capacidade de se comunicar de forma clara e eficaz, sabendo ouvir o outro e apresentar suas ideias adequadamente, pois no futuro essa habilidade fará toda a diferença na carreira.

6 – Capacidade de trabalhar em equipe

Essa habilidade, que está bem relacionada com a nossa última, não é nenhuma novidade para estudantes e profissionais. Afinal, praticamente todas as profissões e em todos os cursos é preciso trabalhar com outras pessoas, não é mesmo?

A grande novidade nessa tão necessária habilidade pode estar nos diferentes cenários e formatos de colaboração do futuro. Além dos desafios de se trabalhar com equipes remotas, sem o contato presencial recorrente, há cada vez mais profissionais de tecnologia atuando de forma independente em diversos projetos ao mesmo tempo.

7 – Adaptabilidade

Os profissionais flexíveis e resilientes foram os que melhor e mais rápido se adaptaram às mudanças causadas pela pandemia, o que mostra porque as empresas valorizam tanto essa habilidade.

Aos estudantes de TI essa capacidade de se adaptar aos diferentes ambientes e cenários será cada vez mais necessária, já que quando profissional deverá estar preparado para lidar com as rápidas e constantes mudanças que o mercado de tecnologia deve enfrentar.

8 – Gestão de Projetos Ágeis

gestão de projetos tem como base o foco no cliente, o bom trabalho da equipe e a administração dos recursos do projeto, três pontos fundamentais para as empresas atuais e do futuro. No caso da Tecnologia, as Metodologias Ágeis seguem em alta, garantindo maior produtividade e qualidade nas entregas de projetos.

O estudante que desenvolve essa competência terá mais chances de se destacar no mercado do futuro, pois será capaz de garantir que seus projetos sejam entregues ao cliente no prazo e de acordo com os requisitos definidos.

Além das 8 habilidades que citamos até aqui, o estudante de tecnologia do futuro pode se destacar ainda mais com conhecimentos em áreas como liderança, criatividade, segurança da informação, ética e domínio de idiomas como inglês.

Quer saber mais sobre o do Futuro do Trabalho? Confira aqui o Guia para entender quem é profissional no mundo pós-pandemia!

 

 

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!