A importância de participar dos eventos de empreendedorismo e inovação

Faculdade Impacta realiza debate sobre a importância da participação em eventos de empreendedorismo e inovação para buscar investidores e fazer negócios.(...)

Autor: Rodrigo Cipullo

A Faculdade Impacta e seus professores estão cada vez mais engajados e motivados em levar aos alunos a importância de inovar e empreender, seja no seu trabalho (intraempreendendo) ou no seu próprio negócio. Além de participar de grandes eventos das áreas de tecnologia, como o Google Devfest e Acelera Startup, a Faculdade Impacta realizou na terça-feira, dia 24/11, em seu auditório, uma mesa redonda com grandes nomes da tecnologia, alunos e ex-alunos que participaram com sucesso de hackathons e eventos de empreendedorismo.

Veja como foi:

A mesa teve como moderador o Prof. Pedro Paulo, diretor acadêmico da Faculdade, além dos alunos Brunno Zaninni, Fagner Padovan e Leonardo Aguiar, o ex-aluno Richard Jardim, Rodrigo Comazzetto, do Fundo Criatec 2 – responsável por fomentar o empreendedorismo em inovação no Brasil, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, e dois convidados superespeciais: Luis Leão e Alda Rocha – referência em tecnologia, inovação e empreendedorismo na comunidade.

No debate os painelistas ressaltaram a importância de estar sempre atento a essas oportunidades. Eventos que reúnem empreendedores e investidores podem ser uma grande saída para o sonho de criar ou impulsionar uma nova startup. Os mais de 60 alunos presentes também receberam dicas de projetos, modelos de negócio, networking e dicas para apresentar sua ideia a investidores, os famosos “pitchs”.

Mulheres devem ser mais presentes em  eventos de empreendedorismo

Alda Rocha, em sua apresentação, levantou a importância do engajamento e participação das mulheres em eventos desse tipo para unir a facilidade de se comunicar e fazer amigos com a necessidade de se aproximar e manter relacionamentos profissionais. Além disso, ela ainda encorajou administradores e designers a sair da zona de conformo e buscar esse novo desafio e conhecimento. Afinal, toda nova ideia é bem-vinda, mas deve ser discutida e lapidada antes de ser colocada em prática.

mesa-emp.-1

Luis Leão, explicou para os presentes o que é um Hackathon, método que vem sendo usado por muitas grandes empresas e instituições, que visa solucionar problemas de modo criativo e inovador e buscar melhorias em determinadas áreas e produtos por meio da integração e contato de profissionais de atuação variados, como programadores, analistas, desenvolvedores, entre outros.

Esse tipo de evento pode durar de 24h até uma semana e nesse curto tempo o projeto tem que ser planejado, estruturado e colocado em prática. O desafio é o que move essa “maratona”. Porém, a diversão também tem vez, a integração é muito grande e forte entre todos e o que era pra ser um final de semana de trabalho torna-se um grande encontro de amigos.

Rodrigo Comazzetto falou sobre o fundo CRIATEC 2, que tem um capital R$ 186 milhões para investir em 36 empresas, com duração prevista de 10 anos. Durante esse tempo, ele terá a missão de utilizar os recursos para investir em empresas inovadoras com faturamento líquido anual inferior a R$ 10 milhões para promover a sua capitalização e crescimento. Além disso, a implementação de boas práticas de gestão e o incremento da governança corporativa nas empresas investidas.

Agora quando surgir um Hackthon ou um evento de empreendedorismo não pense muito antes de participar! Aprenda e contribua com outros profissionais e estudantes, viva e intensifique sua relação com a tecnologia, e conte com a Faculdade Impacta para facilitar esse caminho difícil, mas não impossível.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!