Entenda o que é e por que estudar Ciência da Computação

A Ciência da Computação é uma excelente opção de carreira no mercado atual. Entenda o porquê de escolher essa graduação!

Autor: Rogério Ramalho

Não pode ler esse artigo agora? Ouça a matéria no Player abaixo:

A escolha de um curso de graduação é um passo muito importante na vida do estudante, pois tende a direcionar todo o seu futuro profissional. Como existem diversas áreas do conhecimento, a decisão fica ainda mais difícil.

Nesse contexto, um domínio que vem se destacando de forma considerável é o da tecnologia, sendo a Ciência da Computação uma excelente opção de carreira.

Tendo em vista que essa área é promissora, preparamos este post para ajudar você a se decidir.

Nele, vamos explicar no que consiste esse campo profissional, de que modo funciona o curso, qual é o perfil do graduando e quais possibilidades de trabalho e perspectivas de carreira existem, além de como está o panorama atual do mercado de trabalho. Não deixe de conferir!

O que é Ciência da Computação?

É o ramo científico que estuda dispositivos, ferramentas tecnológicas e metodologias computacionais, promovendo a automatização de processos e o desenvolvimento de soluções baseadas no processamento de informações.

Essa área do conhecimento também abrange os protocolos de comunicação, o desenvolvimento e a implantação de softwares, assim como as técnicas de modelagem de dados.

Sua classificação é de ciência exata, embora envolva elementos da lógica filosófica, que tem uma função importante na formalização matemática de algoritmos, que são reproduzíveis por meio de um dispositivo capaz de armazenar e manipular dados.

Entre os tipos de dispositivos mais utilizados atualmente está o computador digital.

Os estudos provenientes da Ciência da Computação têm aplicação em qualquer domínio do conhecimento no qual seja possível aplicar métodos de resolução de problemas que se baseiam em repetições observadas previamente.

Com os diversos e constantes avanços tecnológicos, os conhecimentos dessa área têm impactado positivamente a computação móvel, as redes computacionais, a internet e outros segmentos.

Como é o curso?

O bacharelado em Ciência da Computação associa teoria e prática para propiciar ao estudante a aprendizagem de técnicas direcionadas à resolução de problemas reais.

Com a conclusão do curso, o graduado será capaz de desenvolver desde soluções mais simples, como softwares e aplicativos com funções básicas, até sistemas de alta complexidade, como redes corporativas e de processamento de informações.

Em geral, o curso é oferecido durante quatro anos (oito semestres).

Normalmente, esse bacharelado é constituído por disciplinas básicas e específicas, trabalho de conclusão e, a depender da faculdade que o oferta, estágio profissional. Entre as disciplinas que compõem a grade curricular do curso, estão as de natureza teórica e as de ordem prática.

As matérias específicas mais comumente estudadas são:

  • banco de dados;
  • lógica e programação;
  • redes de computadores;
  • engenharia de software;
  • análise e modelagem de sistemas;
  • programação orientada a objetos;
  • estrutura de dados;
  • paradigmas de programação;
  • sistemas distribuídos;
  • modelagem e simulação de fenômenos;
  • computação gráfica;
  • robôs móveis inteligentes;
  • desenvolvimento para Big Data;
  • segurança cibernética;

Alguns cursos mais modernos, como o da Faculdade Impacta, são trabalhadas ainda temas em alta no novo mercado de trabalho da indústria 4.0, como:

  • Inteligência artificial;
  • Data Science;
  • Internet das Coias.

As matérias básicas — aquelas que dão suporte à formação do futuro profissional — são:

  • comunicação e expressão;
  • sociedade e sustentabilidade;
  • álgebra linear;
  • legislação e ética;
  • gestão ágil de projetos;
  • empreendedorismo e inovação;
  • inferência estatística;
  • trabalho de conclusão de curso.

Qual é o perfil do estudante?

Além de gostar de tecnologia e inovação, quem pretende fazer a graduação em Ciência da Computação precisa ter em mente que esse curso envolve uma série de disciplinas da área de exatas, como mostramos.

Por isso, uma primeira característica desejável sobre o aluno é que ele se interesse por conteúdos de matemática e física, que serão muito demandados ao longo das matérias.

Também é importante que o estudante tenha uma base, ao menos, razoável de raciocínio lógico.

Isso é importante porque, para se dar bem no curso, não basta saber conteúdos e ter habilidades com as disciplinas de exatas — também é preciso desenvolver a capacidade de utilizar esses conhecimentos de forma a atribuir soluções às variadas demandas computacionais. É preciso que o aluno seja capaz de analisar, desenvolver e solucionar.

Em que áreas o profissional pode atuar?

A atuação básica do cientista da computação é na elaboração de programas de internet, mas o exercício da profissão não é restrito apenas a essa função.

Assim, além da atuação como desenvolvedor ou programador, esse profissional pode trabalhar como analista de sistemas, arquiteto de software e gerente de Tecnologia da Informação.
Entenda melhor a atuação desses profissionais:

  • analista de sistemas: é responsável por criar modelos e documentos que determinam os requisitos para o desenvolvimento de um software;
  • arquiteto de software: executa a modelagem da infraestrutura e dos sistemas que o software demanda para operar;
  • gerente de TI: faz o gerenciamento dos projetos de software, de modo a coordenar equipes e efetuar o desenvolvimento de sistemas.

Quais são as perspectivas de carreira?

Além de atuar nas funções específicas de analista de sistemas, arquiteto de software e gerente de TI — tanto em empresas públicas como em companhias privadas —, o cientista da computação pode trabalhar no setor de pesquisa e desenvolvimento de uma corporação.

Outra perspectiva interessante de carreira é a docência associada à pesquisa tecnológica em instituições de Ensino Superior. Para isso, é necessário, além do diploma faculdade, cursos de pós-graduação.

Como está o mercado de trabalho?

O mercado está superaquecido e a tendência é que melhore ainda mais. A razão principal para isso é que o mercado de trabalho precisa de cientistas da computação em todos os segmentos mercadológicos — demanda que aumenta exponencialmente todos os anos com os constantes aprimoramentos tecnológicos.

Outro fator que torna o mercado de trabalho muito atraente para os formados em Ciência da Computação é a escassez de profissionais. Considerando que a profissão é relativamente nova, se comparada a outras, o número de graduados no campo ainda é pequeno perto da demanda do País.

O curso de Ciência da Computação é uma excelente escolha para quem se interessa por tecnologia e inovação, tem afinidade com disciplinas da área de exatas e tem planos de ascensão relativamente rápida no mercado de trabalho.

Além disso, esse campo profissional está em alta, com muitas possibilidades de crescimento na carreira, o que o torna atrativo tanto técnica quanto financeiramente.

Tem interesse pelo curso?

A Graduação em Ciência da Computação da Faculdade Impacta tem foco em formar profissionais para o mercado de trabalho do futuro, oferecendo uma abordagem diferenciada e trabalhando na prática em áreas como Inteligência Artificial, Análise e Modelagem de Sistemas, Robôs Móveis Inteligentes! Acesse aqui para saber mais.

Se preferir, entre em contato com a Faculdade Impacta e conheça uma das melhores instituições de Ensino Superior do País!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!