Empreendedorismo Digital: Geração Y no Mundo dos Negócios

O empreendedorismo é popular entre o público jovem, por isso o projeto Integrado de Planos de Negócio oferece a possibilidade de montar o negócio do (...)

Autor: Redação Impacta

Durante o mês de junho, o grande assunto no segmento da Administração são os negócios na internet.

Tema da revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios nos meses de maio e junho, o curso da Administração de Empresas realizou entre os dias 02 e 08 de junho a III Semana de Planos de Negócio, uma semana voltada aos alunos do curso de ADM e que tem por objetivo oferecer um espaço para que possam apresentar suas idéias, que são avaliadas por uma banca de professores.

Quando assumiu a disciplina Informática Aplicada à Administração, o professor Sergio Seloti Jr deu andamento a um trabalho desenvolvido anteriormente pelo antigo coordenador geral da Faculdade Impacta e começou a montar o projeto de forma mais estruturada.

Seis meses depois, outros dois professores, Michelle Comar e Bruno Kalkevicius, embarcaram na idéia. “No semestre seguinte, estruturamos a proposta e nosso coordenador, prof. João Fructuoso, apoiou a idéia e instituiu o PN como projeto integrado oficial do curso”, comenta Seloti Jr.

O Projeto Integrado de Planos de Negócio oferece ao aluno a oportunidade de montar uma empresa desde o zero e, durante o evento, receber feedback acerca de seu trabalho e acreditar que é possível executá-lo no mundo real. “As avaliações são duras e percebemos esforço dos alunos em superar as falhas de seus projetos”, explica o professor.

No entanto, não é somente para o mercado profissional que o curso de ADM prepara: é também para a vida. De acordo com Seloti, percebe-se o amadurecimento dos alunos durante o curso. “Ter excelentes projetos com alunos de 1° ano não é fácil, mas a maturidade com que muitos passaram a encarar a faculdade é visível”, comenta.

Além disso, o professor diz receber depoimentos de alunos que afirmam utilizar conhecimentos adquiridos no projeto para competir por vagas melhores. “Um aluno de 3° ano conseguiu uma promoção, competindo com pós-graduados de outras instituições”, conta.

Quem participa desde a primeira edição do evento, como é o caso da aluna Paula Moreno, do 5° semestre de Administração, afirma montar um Plano de Negócios houve estímulo por buscas de novas pesquisas e informações ao longo do desenvolvimento dos temas escolhidos, além de agregar conhecimento que não seriam adquiridos apenas em sala de aula. 

“A interação entre as disciplinas e a continuação do Plano a cada semestre são os pontos que fazem do projeto um sucesso”, afirma. 

Paula diz que a Semana de Planos de Negócio é o evento mais importante que acontece hoje na Faculdade Impacta, fazendo com que os alunos tenham uma visão sistêmica de uma empresa, além de conhecermos outras idéias e interagir com outras turmas. 

“Me sinto bem mais preparada para realizar o meu TCC depois de já ter feito um projeto de tamanha proporção quanto o Plano de Negócios”, completa Paula.

A cada ano cresce o interesse dos alunos com relação à Semana de Planos de Negócio. De acordo com o professor Álvaro Takei, também do curso de Administração de Empresas, muitos foram os alunos que o procuraram para obter orientações de como melhorarem seus trabalhos. E a qualidade dos trabalhos tem aumentado. 

“Neste ano tive a chance de participar de três bancas, dois dos trabalhos estavam muito bons, apenas um poderia ser melhor trabalhado”, explica.

Este evento está alinhado com uma série de estratégias presentes no curso de Administração para formar profissionais que atendam às demandas no mercado nacional.

Segundo o professor João Fructuoso, coordenador do curso, diversos problemas reais são antecipados, pois o Plano de Negócios simula as restrições enfrentadas no processo competitivo. “Ao valorizamos simultaneamente o conhecimento e o empreendedorismo, estamos preparando o profissional do futuro”, completa.

Para que o aluno seja bem sucedido no mercado de trabalho quando sair da faculdade, Fructuoso afirma que é necessário um processo de conscientização para que ele busque a excelência e o estado da arte em tudo o que fizer.

“Para isso, precisa ter fundamentos sólidos de empreendedorismo, pois num mundo em constante transformação, as oportunidades de novos negócios surgem e podem fazer com empresas de bilhões de dólares se desenvolvam com uma rapidez nunca vista”, explica o coordenador.

Gostou do post? Deixe seu comentário nos contando se o conteúdo foi relevante para você ou caso tenha ficado alguma dúvida!

1 Comentário

    Deixe o seu comentário!

    Não perca nenhum post!