E-commerce cresce no Brasil com destaque aos sites chineses

O e-commerce cresce 24% no Brasil, gerando uma receita de R$ 35,8 bilhões. Esses são os dados apontados no relatório semestral da E-bit, o Webshoppers.(...)

Autor: Bruno Saes

O e-commerce cresce 24% no Brasil em relação ao ano de 2013, gerando uma receita de R$ 35,8 bilhões nos 103,4 milhões de pedidos. Esse expressivo crescimento é apontado no Webshoppers, um relatório semestral da E-bit, que apresenta diversas informações e dados sobre o comércio eletrônico e o comportamento do consumidor brasileiro em ambiente online.

No levantamento, podemos ver que o número de e-consumidores do país mais do que triplicou de 2009 até 2014, chegando os 61,6 milhões.

Ecommerce vem crescendo ao longo dos anos

Esses consumidores também estão comprando mais, fazendo uma média de duas compras cada um por ano. Vale destacar aí também o crescimento dos sites chineses entre as negociações internacionais e o aumento nas transações realizadas por mobile. Veja alguns dos dados da pesquisa:

Moda e Acessórios continuam sendo os mais vendidos

Na análise dos produtos mais comerciados via internet, a categoria de Moda e Acessórios se mantém na liderança – inclusive nos sites internacionais -, seguida de Cosméticos e Perfumaria, Eletrodomésticos, Telefonia e Celular, e Livros.

Categoria de Moda e Acessórios é a que mais vende no comércio elerônico

Aumento das compras via Mobile

A pesquisa aponta que as transações realizadas por dispositivos móveis, chamada de m-commerce, vêm crescendo a cada ano, correspondendo em 2014 a 9,7% de todas as vendas pela internet. Esse número tende a ser ainda maior, já que os dados do relatório não englobam o uso de apps.

O chamado M-commerce já representa 9,7% das compras online

65% das compras em m-commerce foram originadas por smartphones e 35% por tablets. Além disso, o estudo diz ainda que as classes A e B são as que mais utilizam os dispositivos móveis para realizar compras, representando 62% de participação. Ainda nesse cenário, as mulheres são 57% do público.

E-commerce cresce em sites internacionais

O estudo aponta que 4 em cada 10 brasileiros fizeram alguma compra em site internacional. Entre esses, os chineses respondem por 55% da última compra dos entrevistados. Crescimento puxado pelo AliExpress, que, entre os sites mais visitados, passou de 20% em janeiro de 2014 a 50% em dezembro. De 20 sites mais utilizados, 12 são chineses.

Chineses crescem entre os sites internacionais mais utilizados por brasileiros

Os principais motivos para os brasileiros comprarem em sites internacionais estão preço mais baixo, produto não disponível em lojas nacionais e lançamentos que ainda não chegaram ao País. A pesquisa aponta ainda que em 2014 nós gastamos cerca de R$ 6,6 bilhões, o que equivale a 18% do total de faturamento dos sites brasileiros de e-commerce.

Você pode conferir esses e outros dados fazendo o download do relatório completo aqui.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!