Digital twin: entenda essa tecnologia!

Na era da indústria 4.0, algumas tecnologias já estão aumentando a produtividade de muitas empresas. Uma delas é a Digital Twin. Entenda tudo sobre (...)

Autor: Redação Impacta

A era da Indústria 4.0 já começou a dar seus primeiros passos na história e vem impactando de maneira expressiva a rotina de empresas e instituições produtivas. Uma das que mais promovem esse impacto é a chamada de digital twin — você conhece?
Neste artigo, você vai descobrir como essa inovação tem revolucionado o mercado da tecnologia e quais aplicações têm beneficiado as empresas que aderem a essa nova metodologia de gestão e desenvolvimento de produtos.
No entanto, o que você entende por inovação? Podemos dizer que esse termo define aquilo que antes não existia e que foi criado para um determinado fim. E, ao falar de inovação, quase de maneira automática nos lembramos de tecnologia e a forma como as coisas estão sendo produzidas e consumidas.
Se você curte temas relacionados ao mercado tecnológico, vai achar este assunto interessante. Descubra a seguir tudo sobre digital twin!

O que é digital twin?

O digital twin (traduzido do inglês: gêmeo digital) é uma réplica digital de um objeto físico cujas funcionalidades são ligadas à gestão e monitoramento do produto original. Esses sistemas não podem ser confundidos com a digitalização, já que esse segundo termo faz referência à substituição de um material físico para um idêntico digital.
No digital twin, estão inseridos todos os dados da máquina operada com a finalidade de manuseá-la sem a necessidade de estar por perto. Segundo John Vickers, principal especialista em manufatura da NASA e gerente do Centro Nacional de Manufatura Avançada da NASA, “a melhor visão para o digital twin é criar, testar e construir nossos equipamentos em um ambiente virtual”.
Ele afirma isso porque, ao aderir um gêmeo digital, o operador é capaz de explorar com maior precisão as cadeias dos processos produtivos do objeto em análise.
“Queremos que a constituição física se conecte ao seu gêmeo digital por meio de sensores, para que o gêmeo digital contenha todas as informações que poderíamos ter, inspecionando a constituição física”, destaca o especialista.

Como essa metodologia funciona?

Na prática, o digital twin tem a função de possibilitar aos adeptos funcionalidades automatizadas que antes exigiam inúmeros processos feitos de forma manual, como o sistema desenvolvido pelos operadores da NASA para operação, reparos e manutenção de naves espaciais que viajam para fora da faixa de monitoramento físico.
Essas plataformas “gêmeas” possibilitaram aos engenheiros e astronautas da empresa a oportunidade de testar os reparos para a frustrada missão Apollo 13. Foi graças ao digital twin que a tripulação da nave foi trazida de volta à Terra com segurança.

Recentemente, graças ao desenvolvimento de sensores com a finalidade de coletar dados, a NASA conseguiu utilizar gêmeos digitais para orientar membros da tripulação a tomar as melhores decisões em operação e para o planejamento das necessidades de futuras aeronaves.

Quais as principais vantagens dos gêmeos digitais?

Os modelos digitais possibilitam a efetivação de conclusões acertadas, permitindo uma tomada de decisão mais efetiva, que garanta resultados relevantes às empresas.
Eles fazem uma espécie de combinação de dados — por meio de sistemas digitais —, simulações e análises que dão condições de obter informações relevantes sobre uma determinada situação presente ou possibilidades futuras. Com isso, a primeira vantagem que podemos destacar com o digital twin é a previsibilidade.
Com isso, os gestores e dirigentes de setor conseguem definir as melhores ações que podem ajudar no aumento da produtividade, na otimização de investimentos, no ganho de eficiência, na qualificação do uso dos recursos e outros benefícios que um negócio precisa.
Além disso, o uso de um digital twin também contribui para o aprendizado de máquinas, conhecido como machine learning. Isso é bom para que, em eventuais repetições do caso, já se tenha uma solução automática sem a necessidade de todo um estudo novamente.

Quem pode utilizar o digital twin?

Uma das principais características dessa tecnologia é a sua versatilidade. Quem pensa que o digital twin é aplicável apenas em grandes indústrias está muito enganado. Essa ferramenta é muito útil para todo e qualquer tipo de segmento, principalmente aqueles que utilizam-se de máquinas para operacionalizar uma atividade humana.
Na indústria, por exemplo, os gêmeos digitais dão condições para o controle e monitoramento de grandes máquinas a qualquer hora e lugar. Na saúde, essa tecnologia pode facilitar, e muito, processos cirúrgicos que antes demandavam muito mais experiência e destreza dos médicos, sem falar nos impactos aos pacientes.
No comércio e vendas, é completamente possível monitorar os processos de atendimento e gestão de compras, otimizando os custos e analisando os extensos relatórios de movimentação financeira.
Outro exemplo bem bacana, no segmento de sonorização, é do uso automatizado de mesas de som e amplificadores. Com o recurso, sonoplastas e operadores conseguem operar os equipamentos a vários metros de distância durante a realização dos eventos.
Viu como o digital twin está em todo lugar? Qualquer segmento pode ser beneficiado por essa tecnologia. Basta uma boa estratégia e uma equipe de desenvolvimento qualificada para suprir as demandas desse mercado.

Por que usar o digital twin?

Como já visto anteriormente, o digital twin é uma inovação recente e que já tem um grande impacto na produtividade e efetividade de ações dentro de uma empresa ou organização. Não dá para negar que os sistemas remotos facilitam, e muito, a vida do profissional que precisa ter o controle do funcionamento do negócio o tempo todo.
Os principais motivos para você aderir ao digital twin são:

  • segurança — você fará sempre a decisão certa, resultado de um monitoramento eficiente, qualificado e exato das ações desempenhadas pelo objeto físico.
  • mobilidade — com essa ferramenta, você não fica preso no local de instalação do objeto, uma vez que o digital twin oferece mais mobilidade para ser operado de maneira remota e sem prejuízos nos resultados finais da produção.
  • inovação — o mercado é cada vez mais competitivo e todas as ferramentas que vão surgindo ao longo desses anos precisam ser analisadas com bons olhos. Se você quer se destacar no seu segmento, não deixe de estudar sobre o digital twin.

Agora você já sabe como a sua empresa pode ser beneficiada pelos gêmeos digitais, não é mesmo? Esses sistemas são extremamente úteis para quem busca por maneiras mais eficientes de controlar e produzir, apresentando soluções para que os resultados do seu negócio melhorem!
Se você gostou deste conteúdo e quer estar sempre por dentro das inovações tecnológicas, assine agora mesmo a nossa newsletter e receba periodicamente os principais assuntos publicados aqui no blog.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!