Cultura da inovação: mudando empresas e profissionais

A cultura da inovação traz os melhores resultados para diferentes profissionais e está mudando a forma de fazer negócios em muitas empresas. Entenda (...)

Autor: Jéssica Lima

Empresas que rompem com as métricas tradicionais, investem no bem-estar da equipe e exploram os benefícios da criatividade são aquelas que se diferenciam das concorrentes por meio da cultura da inovação. O conceito está em alta, mas para que seja efetivo, deve ser aplicado em toda a companhia — e não apenas disseminado pelas lideranças.
A cultura da inovação contribui para a conquista de melhores resultados, com mudanças na forma de fazer negócios, nas maneiras de se comunicar e também com a convivência entre diversas gerações. Além disso, o olhar não fica limitado à geração de lucro. 
Essa visão mais ampla está mudando as empresas e, consequentemente, demandando novos conhecimento dos profissionais. Então, como se destacar em um momento de total inovação? Confira a partir de agora!

Cultura da inovação: entenda o conceito

A cultura da inovação pode ser entendida como um ambiente profissional que estimula a criatividade e o diferente em todos os seus processos. Os efeitos de sua implementação podem ser percebidos tanto pelos líderes quanto pelos liderados. 
Para que essa cultura entregue resultados significativos, é necessário que ela esteja incorporada na rotina de trabalho e convivência — algo que vai além do discurso e que esteja atrelada aos valores, normas e atitudes compartilhados.
Por essa razão, o mercado de trabalho vem buscando profissionais com capacidade de atuar fora da zona de conforto, propondo soluções decisivas ao negócio e caminhos para o desenvolvimento dos projetos da companhia por meio de uma atitude empreendedora.

A importância da cultura da inovação para a empresa

A cultura da inovação pode fazer com que cada colaborador se transforme em um agente do desenvolvimento e da transformação da empresa. Mas existem outros impactos positivos para a abordagem. Separamos, a seguir, 7 grandes motivos para apostar nessa solução.

1. Empoderamento dos colaboradores

Com a cultura da inovação, os funcionários se sentem mais empoderados para compartilhar novas ideias e para participar ativamente da rotina da empresa. Isso pode até mesmo influenciar positivamente os colegas de trabalho.

2. Sentimento de dono

Outro fator que aumenta a produtividade e fortalece o envolvimento com a rotina profissional é fazer com que o colaborador se sinta como o dono da empresa. Dessa forma, o time se envolve mais profundamente com os desafios e com a busca por soluções, dando seu melhor para que os resultados sejam percebidos.

3. Conceito de parceria

Se a cultura da inovação é um importante estímulo para os funcionários, para os clientes também é algo positivo. Com essa solução, eles percebem a empresa como parceira e não somente como fornecedora de serviço — o que fortalece bastante essa relação.

4. Mudança de mindset

Com um mindset menos rígido, os funcionários sentem-se mais confiantes e dispostos a sair da zona de conforto. Dando a eles mais autonomia para criar, todos os processos da empresa ganham em níveis de eficiência e estratégia.

5. Aumento da produtividade

Os funcionários se tornam mais produtivos ao serem estimulados a pensar fora dos processos preestabelecidos. Os efeitos dessa prática são muito positivos — ainda mais considerando que os formatos rígidos e engessados não funcionam tão bem em companhias que atuam no mercado da tecnologia.

6. Redução da burocracia

Em contraste com a burocracia encontrada frequentemente em empresas tradicionais, o improviso passa a ser encarado como algo positivo na cultura da inovação. É assim que os funcionários são estimulados a entregar soluções arrojadas e saídas estratégicas para situações adversas.
Em outras palavras, a competitividade da empresa aumenta significativamente com a ajuda da cultura da inovação. Por isso, as grandes empresas procuram hoje por um perfil profissional muito específico. 
O comprometimento do time cresce, já que os colaboradores são encarados como parte da empresa — e não como força operacional.

Carreira: saiba qual o impacto

A cultura da inovação contribui com a retenção de talentos ao engajar os colaboradores. Mas, para isso, é necessário que o profissional tenha um perfil alinhado ao que é disseminado nessas companhias.
Cada vez mais, as empresas buscam por profissionais que estejam dispostos a potencializar a conquista de resultados coletivos. Ou seja, um jovem que quer trabalhar em uma startup, por exemplo, ou em organizações que estão quebrando as barreiras da tradição, deve estar disposto a sair da zona de conforto, ser proativo e pensar estrategicamente.
Por essa razão, o profissional que está alinhado com a cultura da inovação se destaca ao:

  • cuidar das soft skills e não apenas nas hard skills;
  • aprimorar os conhecimentos continuamente;
  • estar disposto a vestir a camisa da empresa;
  • ter habilidades de trabalho em equipe;
  • contribuir ativamente para o crescimento saudável da empresa.

O que se tem, por fim, é o fortalecimento de um perfil profissional que não só veste a camisa, mas está disposto a crescer à medida que o negócio se desenvolve. É o colaborador que desempenha suas funções com alta qualidade, mas que também se mantém atento a todo o resto que acontece. 
Por isso, compartilha feedbacks com o time, contribui com sugestões (ainda que fora de seu escopo de trabalho) e está disposto a acompanhar seus resultados como uma maneira de desenvolvimento. Isso pode ser um desafio no mercado de trabalho, mas é essencial.
É também por essa razão que as empresas começam a olhar com mais atenção para métricas e indicadores de sucesso. Ganham força os números que corroboram com a tomada de decisão estratégica e que mostram pontos que podem ser aprimorados para a conquista de bons resultados.
A cultura da inovação, comumente encontrada em startups, está em alta. Ela estimula a criatividade e o trabalho em equipe, assim como contribui para a resolução simplificada de desafios que são frequentes no mundo corporativo — como a busca por redução de custos e a otimização de processos.
No mais, para crescer na carreira, é importante que os profissionais estejam dispostos a atuar de forma participativa e alinhada à cultura da inovação. Isso também pode ter um forte impacto na decisão sobre qual carreira seguir.
Gostou de conhecer mais sobre a cultura de inovação? Compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais e conte para seus amigos também!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!