Confira essas 5 dicas de planejamento para pagar a faculdade

Entrar no mercado de trabalho com bons conhecimentos, concorrer a um salário interessante e ser reconhecido é o que você mais quer no momento? Então, (...)

Autor: Rogério Ramalho

Entrar no mercado de trabalho com bons conhecimentos, concorrer a uma vaga com salário interessante e ser reconhecido como ótimo profissional é o que você mais quer no momento? Então, eis aqui uma verdade: é preciso apostar na graduação. Mas, e se a instituição for particular? Sem problema, é só fazer um bom planejamento para pagar a faculdade.
Para isso, é fundamental que você comece desde cedo a pesquisar qual faculdade quer cursar, o valor da mensalidade, se você precisará de ajuda para pagar os estudos, entre outros. Quanto mais informações tiver em mãos sobre o custo financeiro da graduação, melhor para fazer um planejamento sem erros e bem estruturado.
Pensando em ajudar você nesse processo, listamos 6 dicas que podem fazer toda a diferença na sua organização financeira para custear seus estudos. Confira abaixo!

1. Controle o orçamento

Pagar uma faculdade particular pode ser mais tranquilo do que você pensa — desde que o seu orçamento fique bem equilibrado com esse investimento, é claro. Afinal, sabemos que, muitas vezes, os estudantes acabam cortando alguns gastos do dia a dia para conseguir arcar com as mensalidades da graduação. Porém, nem sempre isso é saudável, sabia?
Por isso, a melhor dica é sentar, colocar no papel todo o dinheiro que você recebe (desde a ajuda da família até aquele trabalho freelancer do fim de semana) e analisar de que forma o orçamento pode ser controlado sem prejudicar sua rotina. Não se esqueça de que com a faculdade vem a compra de livros, transporte para ir às aulas, xerox de materiais, entre outros.
Tudo tem que ser contabilizado para você ter o controle total da sua situação financeira. Nada de achismos — o “acho que vai dar” pode levar você a problemas seríssimos com o pagamento tanto da faculdade quanto de contas importantes (a exemplo de água, energia etc.).

2. Faça economias

Como vimos, é normal ter aquele sentimento de economizar sempre durante a graduação, ainda mais se você estiver cursando uma instituição privada. Se der para usar suas economias para investir em outros aprendizados, melhor ainda. Que tal parar de comer fora todos os dias e direcionar esses recursos para pagar um bom curso de idiomas?
Nesse momento, qualquer valor economizado é bem-vindo! Outro ponto que vale a pena frisar: começar a controlar o dinheiro e poupar sempre que der ajuda você a adquirir responsabilidades. Você passa a dar mais valor para o que tem e pensa duas vezes antes de realizar alguma ação.

3. Procure por financiamentos e bolsas

Boas alternativas que podem ajudar no planejamento para pagar a faculdade é pesquisar sobre financiamentos e bolsas. Muitas faculdades oferecem programas de auxílio — algumas tem parceria com o Governo, por meio do ProUni e do Fies, enquanto outras têm suas próprias formas de oferta para bolsas. Por isso, fique atento!
Qualquer que seja a sua escolha, é preciso manter um ótimo rendimento na faculdade. Ou seja, estudar sempre e não deixar acumular matéria são regras que você deve levar para a graduação toda. Aproveitar essas oportunidades são maneiras inteligentes para trilhar um caminho de sucesso e ainda guardar um dinheiro importante para a sua formação.
Quem não tem condições de arcar com uma instituição privada, essas são opções que não podem ficar de lado. Então, confira entre as faculdades que você tem interesse como funcionam as questões de financiamento e bolsas. Pode ser que uma delas ajude bastante nesse sentido e você tire do papel o sonho de ter um diploma em mãos!

4. Poupe dinheiro durante a escola

Se você já sabe que cursará uma faculdade particular, é hora de dar início ao planejamento, mesmo que ainda demore algum tempo para finalizar o Ensino Médio. Quanto mais cedo você tomar decisão, mais fácil será poupar dinheiro para quando o vestibular chegar. Dessa forma, situações como a preocupação excessiva para guardar dinheiro em cima da hora não vão acontecer.
Como o ano é de vestibular, o seu foco deve ser mesmo estudar para o Enem, por exemplo. O que já ajuda bastante a diminuir gastos com coisas supérfluas, certo? Mesmo quando parecer difícil, é sempre bom lembrar que essa poupança tem um futuro certo e ajudará você em muitas conquistas. Aquela boa e velha história de que o sacrifício vale a pena no final das contas, sabe?
Se preferir, pode guardar o dinheiro em uma poupança. Não rende muito, mas o local é mais seguro para deixar suas economias e ainda “dificultar” um pouco quando bater aquela vontade de comprar algo que não é essencial para sua vida.

5. Pesquise a faculdade ideal

Por último, mas não menos importante, comece a pesquisar a faculdade ideal para você! Pergunte para professores, colegas e amigos os nomes de faculdades que valem o investimento. Investigue se elas são reconhecidas no mercado e se têm preocupação com o futuro profissional de seus alunos.
É importante reforçar que sempre existe uma possibilidade de cursar uma faculdade de uma forma que não gere tantos custos. Afinal, não é a mensalidade que dirá que a instituição é boa ou não, mas sim o seu quadro de colaboradores, tradição no mercado, quantidade de alunos que saem empregados, entre outros aspectos a que você deve ter atenção.
Outro ponto a ser considerado é que a faculdade ofereça formas diferenciadas de pagamento. Por exemplo, você pode pagar por débito automático, boleto e cartão de crédito? E se pagar antes da data de vencimento, será que eles podem conceder alguns descontos?
Agora que você conhece essas 5 dicas de como fazer um planejamento para pagar a faculdade, é hora de se organizar, analisar todas as instituições que interessam a você, conferir de perto o valor das mensalidades, quais são as facilidades de pagamento, financiamentos, entre outros. Com essas informações reunidas, você poderá fazer a escolha certa e começar a cursar a graduação dos seus sonhos, de um jeito planejado e sem apertos financeiros!
Gostou deste conteúdo? Então aproveite a visita ao blog para conferir os 6 benefícios da graduação para seu futuro!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!