Como iniciar carreira na área de Defesa Cibernética?

A área de Defesa Cibernética está crescendo muito já que cada vez mais empresas estão implementando a tecnologia em seus setores. Trata-se de uma profissão (...)

Autor: Gabriella Uota

Não pode ler esse artigo agora? Ouça a matéria no Player abaixo:

Com o crescente uso da tecnologia em empresas de todos os setores, a defesa cibernética é uma área que surge para garantir a segurança das informações digitais. Um simples acesso a um site desconhecido pode ser a porta de entrada para cibercriminosos.

O aumento no risco de sofrer ataques cibernéticos faz aumentar a busca por especialistas em segurança da informatização.

Bancos, indústrias, órgãos do governo e empresas de outros segmentos precisam desses profissionais. Afinal, os dados compartilhados internamente devem ser mantidos em sigilo. 
Softwares e sistemas de segurança devem estar em funcionamento sem falhas.

Para isso, é fundamental conhecer as possibilidades da defesa cibernética. Continue a leitura e conheça a área!

   O mercado de trabalho e a defesa cibernética

O cenário mundial de segurança e defesa cibernética exige constantes investimentos em novas tecnologias, visto que os crimes virtuais e os ataques de cibercriminosos estão mais sofisticados e superam cada vez mais rápido os sistemas de proteção já existentes.

Os empregadores estão dispostos a investir em quem tem conhecimentos em segurança cibernética. No Brasil, um gerente de segurança pode receber até R$ 18 mil nas grandes empresas.

Já a remuneração dos analistas de segurança seniores varia entre R$ 6,5 mil a R$ 9,5 mil.
Os requisitos para que os profissionais possam atuar na área variam de acordo com o projeto em que eles estão envolvidos. Em geral, é necessário ter formação superior em cursos da área da Tecnologia da Informação (TI) e pós-graduação no setor de gestão da segurança de dados.
Além disso, é importante desenvolver habilidades em ferramentas de análise de vulnerabilidade e nas principais linguagens de programação. Também é necessário ter certificações na área de tecnologia ou de segurança, conhecimentos de arquitetura de sistemas, infraestrutura, servidores e sistemas operacionais.

defesa-cibernética

   Profissões e cargos em defesa cibernética 

Conheça algumas opções nas quais você pode trabalhar se optar pela área de cibersegurança:

  • Engenheiro de segurança cibernética

Esse é um cargo versátil, com uma ampla gama de possibilidades, de acordo com as necessidades da empresa. Quanto mais conhecimento e experiência na área o profissional tiver, mais oportunidades ele tem no mercado de trabalho.
Para atuar na área, é importante conhecer as ferramentas disponíveis no mercado. Dominar o Splunk, por exemplo, é um grande diferencial, fazendo com que você se destaque dos concorrentes. Afinal, a oferta de profissionais especializados em determinados frameworks ainda é limitada. 

  • Engenheiro de segurança de rede

Esse profissional é responsável por proteger a rede das empresas e tratar as vulnerabilidades e as ameaças existentes, evitando que ataques por meio da internet aconteçam. O cargo é essencial em qualquer segmento organizacional, e suas atribuições podem variar de acordo com as necessidades do negócio.

  • Gerente de segurança da informação

As informações são um dos ativos mais importantes que os hackers buscam explorar. Apenas no primeiro semestre de 2018, 4,5 bilhões de registros de dados foram violados.
À medida que os hackers dominam a Inteligência Artificial para tornar os ataques mais eficazes e frequentes, cabe ao departamento de Segurança da Informação proteger o seu bem mais vulnerável: dados privados comerciais e de clientes. 
Nesse cenário, os gerentes de segurança da informação são fundamentais. Considerando que um cibercriminoso pode levar até mesmo empresas bem-sucedidas à falência, é essencial ter uma equipe de segurança capacitada.  

  • DevSecOps

O DevSecOps surgiu da necessidade de as empresas elevaram a capacidade de suas equipes de DevOps. Isso reduz os ciclos de feedbacks, melhora a segurança por meio de responsabilidades compartilhadas, reduz incidentes e minimiza a duplicidade de cargos.
Como essa área é nova, os profissionais que atuam com DevSecOps ainda são escassos, o que resulta em bons salários e boas oportunidades de trabalho para quem busca especialização em segurança cibernética.

   Dicas para avançar na carreira em cibersegurança

Para avançar na carreira e se tornar um especialista em defesa cibernética, é fundamental investir em estudos constantes e em desenvolvimento de habilidades socioemocionais. Assim é possível alcançar a realização profissional. Confira as dicas a seguir: 

  • Busque especialização

As ameaças se transformam a cada dia, e é fundamental usar o seu conhecimento para manter um sistema longe de qualquer perigo digital. Por isso, quem deseja construir uma carreira sólida em segurança cibernética deve buscar especialização e conhecer profundamente as técnicas e as soluções necessárias para evitar ataques e problemas de forma eficiente.
Esteja sempre confiante com relação às suas atitudes. Pesquise sobre diferentes ferramentas e tipos de ameaças de forma contínua. Assim, você conhecerá as potenciais ameaças que as empresas podem enfrentar.

  • Desenvolva habilidades de comunicação

Saber se comunicar com clareza e propriedade é essencial em qualquer trabalho, e se tornou importante também na área de cibersegurança. Além de conhecer as demandas técnicas mais específicas, os profissionais devem ser capazes de ouvir e explicar quais são os problemas para o público interno da empresa, incluindo aquele sem conhecimento em TI.

  • Esteja atento às novidades

O avanço de conceitos e de tecnologias como Computação em Nuvem e Internet das Coisas faz com que o uso dos dados se torne um processo cada vez mais complexo e integrado nas empresas. Com isso, hoje, o mercado espera que o profissional de cibersegurança esteja atento a todas as novidades, e não apenas às inovações do setor de proteção.
Dessa forma, além de conhecer os lançamentos na teoria, os profissionais também devem estar preparados para colocar a mão na massa e implementar os ajustes, as atualizações e as instalações necessárias para garantir a segurança dos processos e dos dados.

   Olhe além das ferramentas

As empresas estão em busca de candidatos completos para formar suas equipes. Isso significa que, além de conhecimento técnico, é fundamental contribuir para resolver os desafios do dia a dia, agregando visão estratégica dos negócios, capacidades analíticas e bom relacionamento interpessoal.
Assim, profissionais de tecnologia que atuam com defesa cibernética devem estar preparados para compreender as demandas das operações, apontando quando e como é possível aperfeiçoar a gestão e a proteção dos dados organizacionais.
O momento é muito apropriado para quem deseja iniciar a carreira na área da defesa cibernética. Esse é um dos segmentos que mais crescem e se destacam nos ambientes corporativos, com alguns dos melhores salários do campo da tecnologia e vagas surgindo em abundância.
Gostou do conteúdo? Então, compartilhe este texto em suas redes sociais e nos conte se você possui interesse na área de Defesa Cibernética para seguir carreira. 

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!