Como controlar a ansiedade na hora das provas? Respondemos aqui!

O ano do vestibular chegou e você se preparou da melhor forma possível. Estudou os conteúdos apontados pelo edital, fez resumos e anotações e já (...)

Autor: Rogério Ramalho

O ano do vestibular chegou e você se preparou da melhor forma possível. Estudou os conteúdos apontados pelo edital, fez resumos e anotações e já entendeu como funciona o exame da instituição. No entanto, uma pergunta permanece: como controlar a ansiedade na hora das provas?
Saiba que você não está sozinho nessa. Na verdade, é uma dúvida até para quem já está na graduação ou na pós, uma vez que resultados insatisfatórios podem comprometer o seu desempenho em determinado período.
Pensando nisso, preparamos este conteúdo especialmente para você. Ao longo do texto, vamos mostrar o que pode ser feito para manter foco total durante as avaliações, sem que o nervosismo atrapalhe. Acompanhe!

Por que é tão difícil controlar a ansiedade na hora das provas?

Roer as unhas, estalar os dedos, mexer os pés e reproduzir gestos específicos de maneira incessante — esses são apenas alguns sinais dos efeitos que o nervosismo e a ansiedade podem causar nas pessoas. Será que existe alguma razão por trás desse sentimento?
Geralmente, tais práticas e sensações são desencadeadas por situações de pressão extrema, nas quais sentimos um imenso desconforto. Não é para menos: só de pensar em uma reprovação, muitas pessoas veem suas carreiras ameaçadas.
Acontece que esse risco nem sempre corresponde à realidade — na maioria das vezes, as consequências negativas de uma avaliação baixa podem ser contornadas com o tempo, seja por meio de uma nova tentativa, seja escolhendo outro caminho.
Apesar disso, pode parecer impossível manter a calma nesses momentos, porque a circunstância de uma prova está culturalmente associada à necessidade de mostrar para si e para os outros que você é capaz.

Qual é a importância de controlar a ansiedade nas provas?

Fazer uma prova é algo desafiador, justamente por conta da pressão mencionada no tópico anterior. Contudo, fazê-la com ansiedade tende a ser ainda mais difícil, porque é provável que você enfrente obstáculos que vão além de resolver as questões e desvendar as respostas corretas.
Em vista disso, o controle da ansiedade que sentimos nessas ocasiões é imprescindível, porque ajuda a obter um bom desempenho, assim como os próprios estudos.
Aliás, mesmo quem se dedicou bastante para memorizar e entender os conceitos que estão sendo avaliados pode passar uma grande dificuldade — o nervosismo toma conta e vem aquele famoso “branco”.

Como controlar a ansiedade durante as provas?

Depois de conhecer a importância do autocontrole e os perigos que a ansiedade carrega, veja algumas dicas para controlá-la.

Respire fundo

A psicóloga Kátia de Lima, em uma entrevista ao Ministério da Educação (MEC), deu boas recomendações para alunos que farão o ENEM e outras avaliações. O que chama atenção na matéria é a primeira sugestão da especialista: a necessidade de respirar fundo.
Pode parecer algo simples demais, mas poucas pessoas se dedicam a essa prática com a devida atenção. Para isso, tente seguir estes passos:

  1. solte todo o ar dentro de você;
  2. esvazie a barriga e, depois, o peito;
  3. respire lentamente;
  4. encha a barriga e, depois, o peito;
  5. repita o procedimento 4 vezes.

De acordo com a revista Super Interessante, há comprovações científicas de que respirar de maneira lenta e profunda é uma poderosa ferramenta para relaxar o corpo e o cérebro. A melhor parte dessa história é que você precisa de poucos minutos para fazer esse exercício — não cansa, é gratuito e vale a pena!

Fique longe das preocupações

Um dos problemas enfrentados por quem não sabe como controlar a ansiedade é a quantidade gigantesca de pensamentos que vêm à mente em poucos segundos. De repente, você começa a pensar se deu ração para o seu animal de estimação, se pagou a conta da internet desse mês e assim por diante.
O ideal é que, na hora de fazer a prova, você se afaste desses pensamentos e não deixe que as preocupações interfiram em seu raciocínio e pensamento lógico. Assim que qualquer distração aparecer, pense nas questões e lembre-se de que só existe um objetivo no momento: alcançar uma boa performance na avaliação.

Considere que é “só” uma prova

As provas podem servir para conquistar a aprovação na graduação ou no concurso público com o qual você sempre sonhou — é inegável que elas exercem uma grande influência sobre nossas vidas. Não à toa, a preparação para esse tipo de desafio costuma ser intensa e repleta de dedicação.
Contudo, transformá-las em vilãs tende a ser negativo para o seu rendimento. Quando as questões estiverem na sua frente, evite tratá-las como um bicho de sete cabeças, porque essa visão pode atrapalhar. Não se esqueça de que esse não será o primeiro nem o último obstáculo enfrentado para concretizar seus sonhos.

Gerencie o tempo com tranquilidade e faça pausas

Avaliações quase sempre estão atreladas a um limite de tempo e, por essa razão, não é viável fazê-las sem considerar o movimento ininterrupto do relógio. Entretanto, isso não significa que você precisa conferir o quanto ainda resta a cada 15 minutos.
Não deixe de acompanhar o horário, mas faça isso com o máximo de calma. Caso contrário, sua preocupação será maior que o seu foco. Se possível, invista em pequenas pausas para beber água e comer algum lanche.

Cuide da sua saúde física e mental

O planejamento e o estudo são fundamentais, assim como a saúde. Muitos estudantes abrem mão das horas de sono e descuidam da alimentação por pensarem que esses fatores são secundários durante a preparação.
Apesar disso, dormir pouco e comer mal são práticas que podem ativar seu nervosismo durante a prova. Abrir mão da família e dos amigos é um sacrifício em vão, já que o bom humor é um aliado indispensável para combater a ansiedade.
Os exercícios físicos, por sua vez, são ótimos para aliviar o estresse da rotina de estudos e trazer disciplina para o seu cotidiano. Com esses cuidados em dia, sua produtividade aumentará.
Agora que você sabe como controlar a ansiedade na hora das provas, coloque essas sugestões em prática e confie no seu potencial. Pense que uma das etapas mais difíceis você já concluiu: escolher a carreira ideal. Não se esqueça de que o conhecimento e a calma andam lado a lado!
Se você gostou deste texto, aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais e marque seus colegas que também têm essa dificuldade!
 
Manual de estudos para o Enem: saiba como se preparar para a prova

1 Comentário

    Deixe o seu comentário!

    Não perca nenhum post!