Cisco e a reinvenção dos roteadores domésticos

Autor: Redação Impacta

A internet está em todos os lugares. Seja via Wi-Fi, 3G ou até 4G, é possível acessar a rede de praticamente qualquer lugar. No entanto, a velocidade de transferência ainda não é considerada satisfatória se comparada à que pode ser atingida através de um roteador doméstico – aquele que conecta todos os aparelhos em uma mesma rede Wi-Fi.
Dando um largo passo em direção ao futuro, a Cisco resolveu quebrar os padrões para atender clientes cada vez mais exigentes, que utilizam cada vez mais banda para consumir conteúdos mais “pesados”, como vídeos em alta qualidade. Foi lançado no último ano o sistema Cisco Connect Cloud (CCC), disponibilizado para clientes que adquirem algum roteador smart da linha Linksys. A ideia por trás do CCC é tornar o roteador mais do que um simples canal de transmissão de dados e torná-lo um dispositivo com características especiais de compartilhamento de rede, com sistema integrado que permite controlar à distância, com o auxílio de aplicativos (disponíveis tanto na App Store quanto na Google Play), a transmissão e distribuição de banda de sua conexão.
A iniciativa é excelente, uma vez que todo mundo deseja ter acesso aos serviços de provisão de internet que contrata o tempo todo e em todos os lugares. A promessa de mudar a maneira como as pessoas interagem com uma rede doméstica e revolucionar o uso do roteador sem torná-lo um aparelho somente para profissionais é brilhante, mas ainda passa um pouco longe da realidade. Algumas características mais inovadoras do CCC ainda são limitadas a poucos aparelhos, seu sistema de armazenamento via USB ainda não suporta transmissão de mídia para dispositivos móveis e somente alguns aparelhos domésticos têm suporte para o sistema.
O primeiro passo foi dado. Ainda há muito a ser feito, porém podemos estar presenciando uma verdadeira reinvenção do roteador e do sistema de conexão e distribuição que conhecemos hoje.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!