Carreira em Y: conheça essa tendência e veja como funciona!

Uma das tendências do mercado atual é a carreira em Y. Ela surgiu devido à necessidade de inovar e aumentar a vantagem competitiva das organizações, (...)

Autor: Rogério Ramalho

Uma das tendências do mercado atual é a carreira em Y. Ela surgiu devido à necessidade de inovar e aumentar a vantagem competitiva das organizações, valorizando o profissional com maior conhecimento técnico.
Sabe aquele profissional de destaque, com grau de conhecimento e liderança maior que os demais? Ele, normalmente, tem como objetivo assumir um cargo de chefia. No entanto, na carreira em Y há alternativas para quem se destaca no mercado, mas não tem o objetivo de assumir um posto gerencial.
Neste post vamos mostrar todos os detalhes sobre a carreira em Y, como conceito, razões para adotá-la, vantagens, entre outros aspectos. Tem interesse no tema? Então, continue a leitura e fique por dentro do assunto!

O que é?

No passado, os bons profissionais tinham três possibilidades na carreira: assumir um cargo de gerência, ficar estagnado ou deixar o emprego para encontrar novas oportunidades. Ou seja, as hierarquias nas instituições eram rígidas e poucas pessoas tinham a oportunidade de atingir um nível superior em sua área de atuação. Assim, o sucesso na carreira significava assumir um cargo de direção e apenas isso. Quem desejava apenas ser técnico não era valorizado nem recebia os melhores salários.
Essa formatação rígida impedia o pleno desenvolvimento da carreira de quem era técnico, pois não eram valorizados ou acabavam se desviando da área de conhecimento para assumir alguma gerência.
Com o surgimento da carreira em Y, os planos de carreira foram alterados, permitindo que o profissional optasse por focar na gestão de conhecimento. Nesse modelo há uma maior valorização do conhecimento técnico, que é tão fundamental quanto o conhecimento estratégico e gerencial. Dessa forma, um profissional considerado técnico pode se tornar um excelente especialista e, mesmo assim, ser reconhecido da mesma forma que um gestor, inclusive financeiramente.

Como funciona?

O formato da letra Y indica o caminho dessa carreira: o início é linear, mas chega um momento em que há uma bifurcação — ela representa opções de caminhos. De acordo com o crescimento na carreira, o profissional opta por ser gerente ou atuar com especialista técnico.
O colaborador com perfil técnico pode se tornar um especialista, não ficando limitado apenas à carreira gerencial. Caso ele queira atuar em um cargo que não seja de direção ou gerencial, pode escolher se especializar tecnicamente em certo assunto ou área.

Quais são as principais características?

Por representar uma mudança nos rumos tradicionais de crescimento profissional, características específicas são exigidas, como capacidade de inovar, solucionar problemas e conhecimento específico.
No caso da inovação, é preciso estar à frente do mercado para desenvolver produtos e serviços e vencer a concorrência. Além disso, é necessário ser capaz de solucionar problemas complexos e superar obstáculos organizacionais.
As duas características anteriores são mais facilmente encontradas em profissionais com alto grau de conhecimento sobre áreas específicas e, por isso, a especialização é tão fundamental.
Apesar de os cargos de gestão precisarem de maior liderança entre os colegas, um especialista não pode deixar de assumir essa característica, apesar de ela ser exigida em um nível diferente de quem está em vaga de comando.

Como é o mercado de trabalho?

Há uma carência de profissionais especializados e com grandes talentos. Por esse motivo, o cenário é favorável aos profissionais que almejam a carreira em Y, ou seja, que são altamente técnicos em determinada área e devem ser valorizados justamente por isso. Esses são os profissionais capazes de aumentar a competitividade de uma empresa, dar maior eficiência e solucionar aspectos específicos.

Como entrar na carreira em Y?

Para se tornar um especialista técnico em algum assunto, buscar uma especialização é o caminho certeiro. Cursos de pós-graduação e MBA em instituições reconhecidas devem ser realizados, ainda mais se considerarmos áreas de pesquisas e conhecimentos específicos.
Esse profissional necessariamente precisará dar continuidade ao aprimoramento dos estudos com o objetivo de desenvolver constantemente os conhecimentos.

Quais são as principais vantagens da carreira em Y?

Os benefícios são inúmeros — tanto para o profissional, quanto para a organização que conta com esse tipo de funcionário. Entenda:

Ascensão da carreira

O profissional especializado tem maior chance de se adaptar às necessidades de cada empresa e construir a carreira com diferentes enfoques. Como o mercado tem buscado absorver pessoas com essas características, as chances de ascensão são enormes.

Desenvolvimento profissional

Como é exigido do profissional estar em constante especialização e aberto às novidades do mercado, ocorre cada vez mais uma ampliação das competências e habilidades individuais.

Autonomia

Se apenas você tem a habilidade para desenvolver determinada atividade na corporação, você terá mais autonomia e liberdade para exercer a atividade, ficando responsável pelo projeto.

Produtividade

Um profissional realizado tende a trabalhar cada vez melhor e esse é o ganho de quem atua na área que escolheu. O funcionário é beneficiado e, ao mesmo tempo, a empresa, que atinge resultados e produtividade cada vez mais satisfatórios.

Fortalecimento da equipe

Se a corporação prioriza a valorização do profissional, oferece boas condições de trabalho e boa remuneração, há maior chance de reter talentos e desenvolver um corpo técnico líder entre as organizações.

Diversidade de talentos

Esse modelo de carreira permite uma divisão de funções dentro de uma empresa, já que cada área terá seu grande talento e referência. A empresa, assim, ganha por ter diferentes perfis atuando de maneira conjunta. Afinal, desse modo, todos os profissionais são aproveitados em sua plenitude, com resultados satisfatórios.
A carreira em Y é ideal para os profissionais que não têm interesse em liderar ou gerenciar pessoas e equipes, mas buscam crescimento baseado em conhecimentos técnicos e em áreas específicas, tornando-se referências naquele segmento dentro de uma corporação.
Quem opta por esse modelo de carreira não está restrito e impedido de se tornar futuramente um gestor. Pelo contrário, está se especializando a ponto de poder assumir vários papéis de acordo com a necessidade da situação e somando funções conforme as exigências do mercado. Por isso, é uma grande vantagem ser essa pessoa em um momento de tendência e necessidade.
Agora que você já sabe como funciona a carreira em Y, curta o perfil da Faculdade Impacta no Facebook e fique por dentro dos melhores cursos para quem deseja se especializar em determinadas áreas!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!