Carreira em Tecnologia: quais são as opções de atuação?

Se você terminou o Ensino Médio e o que mais deseja é entrar na faculdade para melhorar de vida, encontrar boas oportunidades de trabalho e crescer profissionalmente, (...)

Autor: Rogério Ramalho

Se você terminou o Ensino Médio e o que mais deseja é entrar na faculdade para melhorar de vida, encontrar boas oportunidades de trabalho e crescer profissionalmente, apostar na carreira em tecnologia deve estar na sua lista de opções. E sabe os motivos? Hoje o que mais se vê é a modernização dos negócios e serviços e uma verdadeira revolução tecnológica.
Por isso, o primeiro passo é saber como escolher a faculdade para apostar em uma instituição séria e que dará a você todas as ferramentas possíveis de aprendizado na área. Depois, é essencial se informar sobre as opções de atuação mais interessantes, que tenham demanda de mercado e, claro, que você se identifique e se veja trabalhando com vontade e entusiasmo.
Pensando em ajudá-lo nesse processo importante, reunimos as informações necessárias para que você saiba tudo sobre a carreira em tecnologia. Confira abaixo!

1. Quem é o profissional de tecnologia?

Você sabia que a partir da metade do século XX começou uma fase importante para a tecnologia? É a chamada Terceira Revolução Tecnológica, impulsionada pela integração da ciência com a tecnologia e produção, além do uso de novas ferramentas para o desenvolvimento de diversas plataformas e produtos que a sociedade passou a consumir.
Isso é, sem dúvidas, um marco para o mundo todo e reforça a necessidade da formação de profissionais competentes e que saibam como trabalhar diretamente com a tecnologia que, agora, faz parte do dia a dia das pessoas. Nesse cenário, entra o curso tecnólogo, que se torna a base para que a mão de obra focada nesse setor seja a melhor.
Dessa forma, o profissional de tecnologia é aquele com capacidade e habilidades suficientes para resolver problemas, propor soluções e que possui amplo conhecimento do setor tecnológico e seus impactos em todas as esferas de mercado e serviços.
Não só isso, essa pessoa tem que carregar consigo a vontade crescente de se manter atualizado e em constante transformação — visto que a tecnologia se reinventa a todo momento e novidades surgem cada vez mais, de uma forma rápida e com todos os seus detalhes e ferramentas.

2.Quais são as áreas principais para carreira em tecnologia?

Pensar em entrar e concretizar uma carreira em tecnologia é apostar em uma das profissões mais requisitadas dos novos tempos. Só para se ter uma ideia, ter amplo domínio em tecnologia já é um dos quesitos mais exigidos para os profissionais em 2018. O que isso quer dizer? Que as empresas estão mais do que nunca ligadas ao setor tecnológico!
E então, por onde começar? Quais são, de fato, as principais áreas e segmentos dentro dessa profissão que valem a pena e estão com forte demanda de mercado? Veja alguns exemplos:

2.1. Segurança da Informação

Vamos começar com uma área que tem crescido bastante e se mostrado realmente importante nos dias de hoje: a Segurança da Informação. Com o avanço da internet e a facilidade de entrar e sair de sites, é extremamente necessário investir na segurança de dados que são registrados e armazenados em determinado local.
Imagine que isso fica ainda mais claro se falarmos sobre instituições como bancos e compras online, por exemplo. No caso de empresas financeiras, são milhares de pessoas que acessam suas contas bancárias para fazer transações, consultas, saques, entre outros. Por isso, esse setor do mercado realmente precisa de uma atenção redobrada e fortificada.
E nas compras online? É basicamente a mesma situação que a anterior, já que muitos consumidores realizam pagamentos com cartão de crédito, não é mesmo? E uma falha no sistema pode colocar em risco informações e senhas que, nas mãos erradas, podem causar estragos e problemas incalculáveis.
Todo esse cenário pode ser cuidado com a ajuda do profissional de Segurança da Informação, que é o responsável por montar uma verdadeira barreira de segurança para que dados não estejam ao alcance de golpistas e ataques digitais. Sem contar que esse profissional também precisa estar muito antenado para se aperfeiçoar sempre que possível.

2.2. Engenharia de Sistemas

Agora quem se encanta mais com a engenharia e suas facetas, talvez se tornar um profissional de Engenharia de Sistemas. Esse segmento é focado em desenvolver sistemas tecnológicos bem complexos, que envolvem até mesmo outros sistemas. Entendendo melhor, o engenheiro desta área estará apto para fazer análises, atuar em projetos, além de integrar sistemas.
Onde ele pode trabalhar? Em empresas tanto comerciais quanto industriais, sempre com o objetivo principal de otimizar e potencializar seu funcionamento. Outros setores incríveis e de alta complexidade, como em fábricas de aviões, plataformas de petróleo e telecomunicações, são mais alguns bons exemplos de atuação do profissional de Engenharia de Sistemas.
Ainda é possível ir por dois caminhos bem interessantes dentro da profissão: ou você pode trabalhar diretamente com projetos, para dispositivos, plantas industriais, equipamentos e muitos outros, ou você consegue também ser um consultor, assessorando indústrias nos mais variados projetos de operações visando sempre otimizar a produção.

2.3. Cientista de Dados

Eis aqui uma carreira que ganhou um grande destaque de uns anos para cá. O Cientista de Dados é, na verdade, uma novíssima geração de pessoas que são especialistas analíticos, com muitas habilidades para resolver problemas que são, em sua maioria, complexos. Dando um passo a frente, eles também precisam ser curiosos para descobrir esses problemas.
O mais interessante é que esse profissional tem uma mistura de outros perfis, eles são um pouco de matemáticos, ora cientistas da computação, além de observarem tendências. Daí, pelo fato de estarem entre áreas de negócio e de TI em uma empresa, acabam sendo muitíssimo procurados e, melhor, bem-remunerados!
Vale dizer ainda que por conta do big data, muitas empresas estão em busca de profissionais que entendam e decifrem centenas de dados produzidos e armazenados diariamente. Informações como essas já não são mais ignoradas ou esquecidas, muito pelo contrário, são peças fundamentais para quem quer aumentar receita e fortalecer seu negócio.
E como chegar até lá e se tornar um Cientista de Dados? O primeiro passo é pensar nos benefícios da graduação em TI, que dará a base necessária para que você tenha as ferramentas iniciais para ir caminhando aos poucos até formar uma carreira mais consolidada na área. Depois é bom pensar em uma pós ou MBA com foco em Big Data e Business Analytic, e seguir seus estudos!

2.4. Desenvolvedores

Conhecidos também como programadores, os Desenvolvedores de Sistemas ou Desenvolvedores de Softwares têm como uma de suas principais missões criar aplicativos, softwares, monitorar redes, além de sistemas digitais. A profissão está em amplo crescimento, bem como as outras que já citamos, e atrai jovens que se identificam com a computação.
Dentro de uma empresa, o Desenvolvedor tem um papel superimportante em relação a desenvolver soluções ligadas as tecnologias usadas na instituição. Para que fique mais claro de entender, o profissional é o principal responsável na criação de sistemas que facilitarão muitos processos organizacionais, tanto nas áreas administrativas, comerciais como financeiras.
O que chama bastante atenção para o Desenvolvedor é justamente o fato de que será ele quem compreenderá, executará e realizará a manutenção e correção de possíveis erros dos programas usados. Na lista também incluem o olho minucioso para plataformas, linguagens e tudo o mais que auxiliam diversos serviços dentro da empresa.
Ok, mas como funciona a formação desse profissional? Geralmente são pessoas que se graduam em Sistemas da Informação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Ciências da Computação ou Engenharia da Computação, mas que vão além e estendem seus conhecimentos para lógica, negócios e gerência — tornando-se, assim, um profissional multidisciplinar.

2.5. Tecnologia da Informação

Assim como o profissional de Segurança da Informação precisa desenvolver as melhores formas de manter seguros milhares de dados digitais, quem se forma em Tecnologia da Informação tem uma missão similar, mas que se completam entre si: ele é responsável pelo gerenciamento de informações dentro de uma organização. Mas não só isso!
Ele vai além, transita por diversas áreas, com o intuito principal de criar pontes para que redes e seus computadores possam ter acesso a determinadas informações de um jeito rápido e seguro. Isso quer dizer que frequentemente o profissional lidará com processamento de dados, informática, hardwares e softwares, entre outros.
Vale dizer que provavelmente você já deve ter visto um profissional com esse perfil ao menos uma vez em uma empresa. Hoje em dia é comum contratar mão de obra qualificada em TI, seja para pequenas, médias ou grandes organizações.
Quer mais um incentivo? Segundo o Guia Salarial Robert Half 2018, quem trabalha com TI pode ganhar entre R$ 1 mil e R$ 20 mil mensais — mais um motivo a apostar na área, não é mesmo?
 

 

2.6. Jogos Digitais

E que tal levar seu gosto e curiosidade por jogos online para um patamar acima? Transformar um hobbie em carreira profissional é o sonho de muitos jovens, certo? Hoje, graças aos avanços tecnológicos e demanda crescente, é possível realmente levar a sério algo que você tinha como brincadeira. Melhor, fazer do seu lazer algo com retorno financeiro.
Estamos falando do profissional graduado em Jogos Digitais. Pois é, uma pessoa que é capaz de entender todas as nuances desse campo que atrai milhares de pessoas ao redor do mundo. Aqui vale inclusive uma informação bacana: esse tipo de carreira pode até mesmo levar você para experiências internacionais, já que é uma linguagem universal!
Imagine que jogos para computadores, tablets, celulares e videogames serão parte do seu trabalho diário. Seu foco principal será o de criar e desenvolver as regras dos jogos, cenários, personagens, animações e por aí vai. Ou seja, a sua criatividade será uma das ferramentas mais usadas no trabalho — e isso você provavelmente vai tirar de letra, viu?
O curso de Jogos Digitais é tão bacana para quem realmente gosta desse universo, que durante as aulas serão ministradas matérias de desenho e informática, por exemplo. Isso ajudará você a desenvolver habilidades incríveis e que abrirão caminhos importantes para a criação gráfica dos jogos e animações das telas, entre tantos outros detalhes.
Mas, o mercado está aquecido e com demanda para um profissional com esse perfil? Sim! Até porque o que nunca sai de moda são jogos eletrônicos, passando de geração para geração, só que com muito mais opções que encantam crianças, adolescentes e adultos durante horas em frente a uma telinha.
 

 

3. Qual a importância da tecnologia para as empresas?

A área de tecnologia é uma das mais valiosas e preciosas dentro de uma empresa. Não à toa, em um processo de seleção o que não faltam são perguntas, análises de currículo e exigências para que o futuro colaborador realmente esteja capacitado para tais funções. Praticamente não existe mais instituições que não usam qualquer tipo de tecnologia em sua gestão, certo?
Então, a necessidade de mão de obra qualificada e que domine as áreas de tecnologia são extremamente uteis para empresas de todos os portes. Se você quiser, por exemplo, pode fazer uma grande diferença em uma companhia que está começando, já que poderá expor suas ideias, ter mais liberdade de criação e ver o desenvolvimento da marca com a sua ajuda.
O desafio em grandes corporações é, na verdade, dominar o que já foi feito e se enquadrar nos processos que existem e são provavelmente consolidados por lá. Mas, engana-se quem pensa que nesses locais não há boas oportunidades, é claro que elas existem! Principalmente se você chegar com muita iniciativa e mostrar que tem bons conhecimentos e é capaz de mudanças.
No mais, jamais se esqueça de uma empresa nos dias de hoje precisa de profissionais de tecnologia. São eles que podem ajudar em processos difíceis e que parecem quase impossíveis de organizar, desenvolver e compartilhar com funcionários e clientes. Tenha isso em mente e saiba que há bastante espaço e procura por pessoas com esse perfil!

4. Como se tornar um profissional em tecnologia?

Para se firmar na carreira em tecnologia é preciso primeiro que você se identifique com a área. Saiba que assuntos envolvendo matemática, lógica, estatística e tudo o que tem a ver com números serão parte da sua rotina. Isso quer dizer que se você tem dificuldade com assuntos de exatas, talvez essa não seja uma boa profissão para você, viu?
Depois, é bom saber que a maioria das instituições de ensino com esses cursos são particulares. Por isso, ter em mente como pagar a faculdade é primordial para que seu sonho se concretize, já que esse gasto terá que estar bem calculado e dentro do que você ou sua família podem arcar mensalmente.
Já para os próximos passos, é bacana ter sempre bem claro algumas dicas que farão do seu curso um dos melhores momentos da sua vida. Veja algumas sugestões:

4.1. Estude bastante

Sim! Estudar é uma das tarefas para serem executadas diariamente, sabia? Como já falamos anteriormente, a carreira em tecnologia está totalmente ligada a assuntos da área de exatas, o que envolve muitos números. Então, mesmo que você tenha grande facilidade com isso, é importante nunca acumular assuntos ou dúvidas e praticar bastante o que aprendeu.
Leituras são obrigatórias, as práticas também. Tente trocar ideia com outros alunos, formar grupos de apoio e se informar de todas as tendências do mercado. O importante é que você realmente se prepare para ser um profissional competente e antenado em todas as inovações e novidades que aparecem quase que todos os dias!

4.2. Procure oportunidades de estágio

Como um bom currículo é formado? Com experiências! Por isso, desde cedo é essencial que você procure oportunidades de estágio para trabalhar tudo o que vem aprendendo na faculdade. Sem contar que isso é uma ótima porta de entrada para o mercado de trabalho no futuro, ainda mais se você se firmar e ganhar o respeito e confiança dos seus chefes.
Sabe o que é bacana também? Compartilhar com a empresa as suas novas habilidades. Isso mostrará interesse, força de vontade e entusiasmo com o que está absorvendo na graduação. Às vezes, alguma matéria nova foi inserida na grade curricular que pode fazer uma diferença significativa na empresa que você atua, e isso vai dar um bom destaque a você!

4.3. Aprenda outro idioma

Principalmente o inglês, que é a língua oficial da tecnologia. Quanto mais cedo você começar a aprender o idioma, melhor. Para se ter uma ideia, um curso regular da língua inglesa dura em média uns 4 anos, que é mais ou menos o tempo que você levará para ser realmente um profissional de TI.
Portanto, se preparar para fazer um curso acompanhado a sua graduação pode ser decisivo quando o diploma chegar, pois você estará 100% apto ao mercado de trabalho, com todas as principais habilidades exigidas e com o domínio de uma língua tão importante como o inglês — não esquecendo que isso também abre portas para trabalhos e oportunidades no exterior!

4.4. Pense em uma pós-graduação ou MBA

Um bom profissional em tecnologia tem que saber que não é quando a graduação acaba que o aprendizado finaliza. Esse é um erro grave! Continuar os estudos fará de você altamente competitivo e em constante aprimoramento de conhecimentos, tendências e contato com o mercado em geral.
A pós-graduação e o MBA também trazem algo valioso para a sua carreira: possibilitam fazer networking. Já pensou ter uma grande lista de contatos importantes da sua área, entre professores e outros profissionais ativos em empresas? Pois é, as instituições de ensino são um verdadeiro celeiro para esse tipo de relacionamento. E isso é fundamental!

4.5. Desenvolva projetos

Não se fixe apenas ao que os professores pedem em sala de aula. Vá além dos trabalhos da faculdade, do estágio etc. Comece a desenvolver seus próprios projetos, mesmo que isso leve muito tempo. E sabe o motivo principal de fazer isso? Além de passar um tempo consigo mesmo, colocar suas habilidades em prática é sempre ótimo para a carreira profissional.
É bacana tirar do papel aquelas ideias que você sempre quis colocar em prática, mas não sabia como fazer. Sabe a faculdade e seus laboratórios? Use a seu favor esses espaços também! Muitas instituições disponibilizam esses lugares para que os alunos usem sempre que quiserem e precisarem, lembre-se que lá estão todas as ferramentas para seu projeto.

4.6. Participe de congressos e intercâmbios

Olha só uma excelente oportunidade de colocar seu inglês a prova!  Fazer intercâmbio é uma das melhores formas de aprender sobre novas culturas, idiomas e até mesmo fortalecer os vínculos com a sua profissão. Por exemplo, para quem estuda tecnologia, países como os Estados Unidos e Canadá são excelentes.
Vale pesquisar se durante o intercâmbio é possível fazer uma espécie de estágio em empresas da área. Além de ganhar mais uma ótima experiência para sua carreira, isso contará bastante no currículo e em um processo de seleção futuro.
Quanto aos congressos, eles são fontes de informação, trocas de ideias e contatos dentro e fora do Brasil, o que pode ser muito interessante para você. Também são uma boa oportunidade para expor aquele projeto que estava desenvolvendo, lembra? Não deixe de pensar em participar durante e após a sua graduação!
O mercado de trabalho se reinventa e está a todo momento absorvendo novas profissões e pessoas com os mais variados perfis. As empresas, por exemplo, precisam pensar na forma como desenvolvem seus produtos e serviços, mas sem esquecer que a base para que tudo isso dê certo é a organização e entendimento de informações e dados.
E esse é o contexto perfeito para que a tecnologia seja papel decisivo em todos os processos de gestão, organizacionais, financeiro, comercial e tantas outras áreas que fecham o elo de uma corporação. Não há dúvidas de que os tempos são outros e a TI de uma forma geral é, mais do que nunca, importantíssima para as instituições.
Firmar e construir a carreira em tecnologia é acreditar no seu potencial, no que pode ser feito para ajudar a sociedade, bem como ter a certeza de que será um profissional bem requisitado e necessário para empresas de todos os segmentos. Você não só pode, como será capaz de trabalhar com o que mais gosta, se destacar e estar entre as profissões do futuro!
Gostou das nossas dicas e informações? Deixe o seu comentário e compartilhe conosco quais são as suas expectativas em uma carreira de tecnologia!
 

2 Comentários

    Deixe o seu comentário!

    Não perca nenhum post!