Arquiteto de TI: habilidades necessárias e opções de carreira

Com a constante evolução da área de Tecnologia da Informação, o mercado necessita de um arquiteto de TI que trabalhe em várias vertentes. Conheça (...)

Autor: Redação Impacta

Com a constante evolução da área de Tecnologia da Informação, a grande maioria das organizações trabalha com um elevado volume de dados e com sistemas cada vez mais complexos, que exigem uma crescente integração entre diferentes tecnologias.

Em meio a uma demanda tão grande, o mercado tem hoje a necessidade de um arquiteto de TI diferenciado e que consiga trabalhar em várias vertentes.

Além de cuidar de tecnologias e sistemas corporativos, o arquiteto de TI também é responsável por ter uma visão geral da organização, podendo fazer uma grande carreira como gestor.

Esse profissional lida, todos os dias, com liderança, inovação e soluções de problemas (até mesmo antes que eles ocorram). O que abre um leque de possibilidades profissionais e oferece salários altos para quem estuda, se dedica e dá o melhor de si no trabalho.

Confira aqui alguns caminhos que esse profissional pode seguir!

Habilidades, responsabilidades e funções de um arquiteto de TI

1 – Atualização constante

Um bom profissional precisa se manter atualizado sobre as tecnologias mais recentes, mudanças em sistemas móveis e operacionais. Um bom arquiteto de TI precisa saber identificar novas soluções para a empresa, compreender a aplicabilidade de cada tipo de tecnologia e ter aptidão para avaliar o custo-benefício de cada uma delas.

2 – Sistemas legados

Os sistemas legados são ferramentas computacionais de uma organização que, apesar de serem antigos, são responsáveis por serviços essenciais da empresa.

Porém, contam com bancos de dados obsoletos. Ainda assim, jamais devem ser ignorados por um arquiteto de TI. Pelo contrário, o profissional deve conhecê-los bem e aprender a integrar o sistema legado a outras tecnologias. Esse é um grande diferencial para um arquiteto de TI.

3 – Conhecer sobre o modelo de negócio

Aqui está o ponto fraco de muitos arquitetos de TI. Muitos profissionais são altamente técnicos, capacitados e competentes, mas possuem uma imensa dificuldade de conhecer a estratégia de negócios da empresa.
Um arquiteto de TI que consegue sustentar a estratégia de negócios a partir das soluções disponíveis de tecnologia, que atendam às necessidades da organização, de seus colaboradores e clientes é mais estrategista, enxerga perspectivas e tem grandes possibilidades de crescimento dentro de uma empresa de TI.

4 – Características pessoais

Cada vez mais, as empresas da área de tecnologia da informação reconhecem a importância dos fatores comportamentais de um profissional dentro da empresa.

As competências técnicas são extremamente importantes, porém, saber se relacionar com pessoas dos mais diversos tipos é essencial para um arquiteto de TI, que gerencia equipes e lida com clientes, gestores e até mesmo com o presidente da empresa.

Dessa forma, é possível crescer e se desenvolver profissionalmente com destreza, além de se tornar um profissional ainda mais completo, com capacidade de liderança e comunicação.

Arquiteto de TI oferece boas oportunidades de carreira

Carreiras para um arquiteto de TI dentro da empresa

1 – Enterprise architect

É um profissional que tem um foco mais estratégico na área de TI, enxerga os problemas como um todo e conhece os objetivos do negócio. Como fica em uma posição de alto nível, tem de lidar com CEOs, diretores e presidentes.

Por isso, esse arquiteto de TI precisa saber expressar bem as suas ideias, sintetizar raciocínios mais complexos e ter capacidade de liderança e comunicação.

2 – Technical architect

É um profissional mais técnico, dedicado a resolver problemas e criar soluções para problemas na área de TI. Esse profissional precisa ter amplo conhecimento das novas tecnologias e saber integrá-las com os sistemas já existentes. Esse arquiteto de TI precisa saber lidar com a pressão e se atualizar constantemente.

3 – Solutions architect

É aquele que está no meio do caminho entre o Enterprise e o Technical Architect, ou seja, ele sabe um pouco de tudo. É responsável por criar alternativas e resolver problemas, propõe soluções de alto nível e pode se tornar um grande e indispensável profissional de TI, caso saiba aliar a sua capacidade de liderança com os seus conhecimentos técnicos na área.

Invista no seu futuro

Se você deseja ser um arquiteto de TI e quer alavancar a sua carreira, alguns cursos podem ajudar. Confira a grade de treinamentos da Impacta Tecnologia e torne-se um profissional completo e disputado pelas empresas!

Você também pode buscar sua formação na Faculdade Impacta Tecnologia e aprender de verdade a administrar os recursos de infraestrutura física e lógica de ambientes informatizados, com a graduação em Gestão da Tecnologia da Informação.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!