Aprenda como desenvolver habilidades em gerenciamento de projetos

Muitos profissionais esperam ansiosamente a oportunidade de serem desafiados e se destacarem no ambiente de trabalho por meio do gerenciamento de projetos (...)

Autor: Rogério Ramalho

Muitos profissionais esperam ansiosamente a oportunidade de serem desafiados e se destacarem no ambiente de trabalho por meio do gerenciamento de projetos importantes para a empresa. Esses são, geralmente, cargos com uma responsabilidade alta de mobilizar a equipe, negociar e entregar resultados de sucesso.
Contudo, ninguém nasce já sabendo gerenciar projetos. Afinal, são várias as etapas e os fatores envolvidos nesses processos, que envolve planejar, executar, acompanhar e avaliar. Por isso, algumas habilidades e competências são essenciais para quem quer assumir essa posição dentro da empresa.
No post de hoje, vamos falar um pouco mais sobre as características que um profissional deve desenvolver para gerenciar projetos de forma eficiente e produtiva. Boa leitura!

Liderança

Posições de gestão exigem naturalmente uma desenvoltura do profissional em coordenar pessoas e equipes. Saber conduzir os funcionários e motivá-los e extrair o melhor de cada um faz parte das atribuições de um bom gestor.
Sem uma figura coerente de líder, os colaboradores ficam dispersos, e os resultados dos esforços não são devidamente direcionados. Além disso, deve despertar confiança e credibilidade na equipe — que, dessa forma, funcionará de forma mais harmônica.
Vale ressaltar que existe diferença entre autoridade, importante para o encaminhamento do projeto, e autoritarismo, caracterizado por um abuso da posição de poder.
Um bom líder conhece bem sua equipe, tem um relacionamento amistoso com os funcionários e sabe direcionar os profissionais para as tarefas adequadas, permitindo que cada um dê o seu melhor na execução das atividades.

Organização

Um gestor de projetos precisa ser bastante organizado. O número de variáveis é grande e traz complexidade: logística, custos, alocação de recursos, prazos, metas, número de funcionários, avaliação e pós-produção — isso para citar só alguns exemplos.
Esse profissional deve estar preparado para lidar com esse conjunto de informações e gerenciá-las simultaneamente, garantindo que não haverá gargalos nos processos. Uma falha, um esquecimento ou uma decisão equivocada podem comprometer os rumos do projeto.
Nesse sentido, disciplina e paciência são palavras de ordem para esses cargos. Trabalhar com método, ter uma boa autogestão e não atropelar os processos é o que vai garantir o sucesso do projeto.

Comunicação

O diálogo deve ser a base do trabalho do gestor de projetos. Ele precisa estar em contato direto com os superiores, com a equipe, com fornecedores e demais partes interessadas na execução das atividades.
Nesse sentido, é importante que esse profissional saiba se comunicar com efetividade, tenha capacidade de argumentação e se expresse de forma objetiva para não gerar dúvidas ou mal-entendidos.
Além da habilidade pessoal de se comunicar, deve garantir que as mensagens estão chegando pelos canais corretos e pela linguagem adequada a quem precisa. Isso vale na hora de escolher os meios de conversar com a equipe e mantê-la em diálogo constante.
Lembre-se também que esse diálogo é via de mão dupla. Só sabe falar com precisão quem também consegue assimilar o que os outros estão pensando naquele contexto. Se você deseja um cargo como esse, esteja aberto para ouvir.

Negociação

Essa competência está relacionada com a habilidade anterior. Um gestor experiente sabe que seu cargo depende de um bom relacionamento com as partes envolvidas no processo, desde a direção da empresa até seus estagiários.
Cabe a esse profissional saber negociar com interesses dessa equipe e administrar as questões concretas para execução das tarefas, a fim de que todos fiquem satisfeitos. São alguns exemplos:

  • alterar prazos;
  • readequar orçamentos;
  • apresentar soluções alternativas;
  • mostrar que determinados caminhos não vão funcionar.

Na prática, é negociar o tempo todo com fornecedores, funcionários que podem estar insatisfeitos, chefes que estão cobrando algum serviço e até mesmo com a expectativa do público externo.
Além disso, momentos de crises e de conflitos podem surgir, aumentando a necessidade de boas negociações para superar os dilemas que surgirem pelo caminho.
Em alguns ambientes mais dinâmicos, a pressão pode ser grande. Portanto, aprenda a lidar com esse contexto e ser flexível para se destacar no mercado de trabalho.

Motivação

Os cargos de gerenciamento de projetos exigem bastante envolvimento do profissional. Entretanto, aqui, essa característica é ainda mais valorizada. Isso acontece porque, ao ocupar um cargo de destaque, você será responsável pela “imagem” de um projeto e por inspirar os demais colaboradores.
A paixão com que realizar o trabalho (também reconhecida na forma do famoso “brilho nos olhos”) é um componente essencial na hora de gerenciar projetos, buscar o sucesso nos resultados e garantir a produtividade da equipe.
O profissional que demonstra envolvimento na tarefa, fica por dentro de todos os processos, dedica-se em encontrar soluções e criar alternativas cada vez melhores certamente vai se sobressair no cargo.
O empenho do profissional também se manifesta na sua curiosidade e abertura constante ao aprendizado, seja no dia a dia da empresa, seja correndo atrás de cursos e formas de aperfeiçoamento de suas habilidades.

Confiança

Conduzir uma equipe e um projeto é ficar, muitas vezes, no centro dos processos e das atenções. O gestor precisa tomar decisões e lidar com uma série de contratempos na maior parte do tempo.
Por isso, esse profissional precisa estar confiante em si mesmo. Uma boa dose de autoestima ajuda a não hesitar demais na hora de coordenar as atividades e ter segurança para transmitir suas decisões.
Vale ressaltar que profissionais com perfil mais inseguro têm dificuldade nos relacionamentos, em aguentar ambientes de pressão e em negociar — e isso pode refletir diretamente nos resultados dos projetos. Por essa razão, a expressão “confie no seu potencial” é perfeitamente adequada nesses cenários.
Essas são algumas características e habilidades fundamentais no gerenciamento de projetos. Para os profissionais interessados em seguir esse caminho e conquistar melhores posições na empresa, é preciso lembrar que nenhuma delas nasce com a pessoa. Pelo contrário: elas podem ser aprimoradas e desenvolvidas ao longo do tempo por grandes líderes.
Experiências adquiridas por meio dos estudos podem ajudar muito nesse caminho. Existem cursos especializados em preparar o profissional para gerenciamento de projetos, sabia? Essa pode ser uma boa solução para você que quer aumentar suas chances de crescimento na carreira.
Nós temos soluções e cursos ideais para ajudar você a impulsionar sua trajetória. Quer saber mais? Entre em contato com a nossa equipe!

1 Comentário

    Deixe o seu comentário!

    Não perca nenhum post!