Sim, é possível! 7 dicas para alcançar a realização profissional

Quem é que não busca a realização profissional, não é mesmo? Não é fácil, mas para buscá-la existem alguns passos. Separamos as melhores dicas (...)

Autor: Bruno Silva Saes

Você já pensou no que precisa fazer para conquistar a sua realização profissional? A grande verdade é que não existe uma definição única para o conceito. Nem mesmo há um caminho único e correto para ser feliz na carreira — seja seguindo a vocação ou o mercado.
Seja como for, é possível construir uma trajetória bem alinhada para que você consiga se destacar no mercado de trabalho, colher bons frutos (tanto financeiros quanto de reputação) e se sentir continuamente motivado para levantar todos os dias e desempenhar as suas funções em alto nível.
Pensando nos seus próximos passos, preparamos este conteúdo para que você se inspire e alcance a realização profissional. Separamos 7 dicas para você colocar em prática desde já. Vamos lá?

1. Pratique o autoconhecimento

Você pode investir em um coaching de carreira para descobrir os caminhos profissionais que quer seguir, mas também apostar em leituras e reflexões individuais para ter mais clareza sobre quais passos deve trilhar.
A verdade é que o autoconhecimento é o que vai nutrir a sua sensibilidade para saber se está atuando de maneira acertada ou se está falhando na execução de seus projetos.
Para ajudar, algumas perguntas podem levar você a pensar sobre as suas escolhas. Separe alguns instantes e pense.

  1. Em termos de carreira, onde você se vê em 5 anos?
  2. O que você tem feito para conquistar os seus objetivos?
  3. O que você planejou e executou com sucesso ao longo de sua carreira?

No mais, procure não se enganar. Aceite as falhas e corra atrás do prejuízo, se for o caso. Da mesma forma, celebre as vitórias e conquistas, pois elas tem o incrível poder de motivação.

2. Não se acomode

Para quem quer ir longe, a zona de conforto é um grande risco profissional. É comum que ótimos profissionais se percam no meio do caminho, apegados a trabalhos medianos ou com medo de arriscar.
Acomodar, por isso, é um grande problema para quem não tem clareza sobre onde quer chegar na carreira. Por isso, pense continuamente sobre os conhecimentos que precisam ser adquiridos, assim como os riscos que merecem ser corridos.
Com o tempo, você vai conseguir enxergar que a realização profissional requer algumas boas doses de coragem e ousadia — seja para conquistar um aumento, seja para conseguir um emprego melhor.

3. Faça o que gosta

Em um momento no qual o conceito de propósito está tão em alta, é impossível ignorar a necessidade de escolher uma profissão que seja capaz de nutrir os caminhos para a felicidade. Quando você trabalha com esse sentimento positivo, consegue produzir melhor e ter mais confiança para tomar decisões.
Por isso, ao escolher uma ocupação ou aceitar um emprego, reflita também sobre quais serão os impactos da sua decisão na sua saúde mental. Depois de aceitar um desafio ou decidir por continuar em algum trabalho, busque melhorar o que for possível.

4. Elimine hábitos tóxicos

Aquela preguiça de sair da cama e a mania de reclamar sobre todos os aspectos da sua função na empresa podem estar prejudicando a sua satisfação profissional, você sabia? Alguns hábitos tóxicos, como a fofoca e a procrastinação são fortemente prejudiciais para o seu desempenho — e também para a qualidade do seu trabalho.
Por isso, não perca tempo! Vire o jogo e aposte em um mindset mais positivo! Os resultados serão facilmente percebidos tanto na sua produtividade quanto na sua rotina. Além do mais, isso faz parte das qualidades que as empresas buscam.

5. Busque conhecimento

O aprendizado contínuo, a curiosidade e a capacidade de reconhecer pontos de melhoria são algumas das habilidades recorrentemente encontradas em profissionais que se destacam no mercado de trabalho.
Ao partir do pressuposto que você sempre tem algo a aprender, você estará sempre se atualizando. E não é preciso investir muito tempo ou recursos altíssimos para adquirir novos conhecimentos.
São muitos os tipos de cursos disponíveis atualmente, que vão desde a graduação e seu caminho natural (como as especializações e MBAs) até os que não exigem uma formação prévia.

6. Aceite e ofereça feedbacks

A cultura do feedback é uma grande arma das empresas inovadoras. É parte da estrutura o hábito contínuo de reconhecer feitos positivos, assim como de falar abertamente sobre o que poderia ter sido realizado de maneira mais eficiente.
Mas antes de colocar em prática um feedback, estruture as suas ideias e escolha bem as palavras. Lembre-se de que você vai falar a respeito da atitude de um colega ou superior, e não da personalidade dele. Uma boa dica é exaltar as qualidades em um primeiro momento e, depois, tratar dos pontos de melhoria, para não desmotivar a pessoa e mostrar sua empatia.
Além disso, tenha como ponto de partida para a conversa o que é esperado do profissional na empresa — e não as suas concepções do que está alinhado ou desalinhado. No mais, aceite com tranquilidade as críticas construtivas e faça uso delas como ferramentas para desenvolvimento.

7. Arrisque

Talvez essa seja a grande dica para quem está em busca de realização profissional: arriscar. Tenha sempre em mente que pouco pode ser conquistado sem ousadia. Para isso, comece construindo um plano de carreira e reveja com certa frequência onde você está no caminho que traçou para o seu futuro como um colaborador de destaque.
Se em algum momento sentir que é a hora de jogar tudo para o alto, recomeçar ou mesmo fazer uma grande mudança para colocar a sua história nos trilhos (com uma recolocação profissional), não tenha medo. Lembre-se de que, com planejamento, as coisas ficam muito mais fáceis.
Enfim, como mostramos por aqui é totalmente possível ser feliz com a carreira que você escolheu e alcançar bons resultados com a remuneração e a rotina que você leva (entre funções, horários e obrigações). A partir de agora, que tal ir com tudo trabalhando tanto o seu marketing pessoal quanto o desenvolvimento de habilidades que você considera que precisa alcançar?
E se você gostou destas 7 dicas que separamos sobre realização profissional, não perca a oportunidade de compartilhar o conteúdo nas suas redes sociais e disseminar com seus amigos estes conhecimentos.

1 Comentário

    Deixe o seu comentário!

    Não perca nenhum post!