4 maneiras divertidas de desenvolver suas habilidades de codificação

Desenvolvedores criaram uma onda de jogos para ensinar habilidades de codificação de uma forma mais divertida e informal de treinamento. Confira!

Autor: Adam Junqueira

O artigo a seguir foi originalmente publicado na revista iMasters, edição nº10, ano 03, em maio de 2014.

_______________________________________________________________

Se alguma vez você tentou aprender a codificar em um livro, então você sabe o quão maçante esse esforço pode se mostrar. Embora esse ainda seja o método abordado em praticamente todas as instituições de ensino do planeta, muitas pessoas não conseguem extrair o melhor de um processo de aprendizado através de livros.

Como vivemos na era da tecnologia, novas opções de metodologia surgem diariamente com o intuito de agradar a diversos tipos de público, principalmente na internet, onde é possível encontrar cada vez mais cursos práticos, com transmissão e interação ao vivo. No entanto, muitos desses cursos ainda conseguem ser entediantes e cansativos, principalmente para iniciantes ou quem quer aprender uma função específica da linguagem.

Provavelmente pensando nisso, desenvolvedores criaram uma onda de jogos voltados ao ensino de técnicas e ao desabrochar de habilidades de codificação, uma forma mais divertida e informal de treinamento, que favorece o aprendizado através da prática, frequência de uso, ambientação e familiaridade com ferramentas.

Destacamos quatro opções distintas dentre tantos sites disponíveis para apresentar como essa maneira peculiar de apresentar conceitos de codificação pode ser efetiva, graças ao seu tom recreativo e capacidade de manter o usuário sempre voltando para aprender mais.

Code Combat

Para quem deseja aprender JavaScript e não tem muita – ou mesmo nenhuma – experiência com a linguagem, o Code Combat é o jogo ideal por introduzir seus conceitos de forma gradativa, desde os mais simples, como comportamento pré-programado e condicional, até mais avançados, como cálculos.

O jogo é muito bem ambientado em um cenário de fantasia medieval, tornando a sensação de aventura presente em todos os processos de aprendizado. Você assume o papel de cavaleiros, magos e outros guerreiros em cenários onde você deve usar habilidades de codificação para executar diferentes ações a fim de derrotar as hordas de adversários malignos, subir de nível e passar pelas diferentes fases.

Um ponto muito interessante desse jogo gratuito é que, como foi lançado em 2013, o jogo ainda está em desenvolvimento e o time por trás de sua criação o tornou completamente open source, permitindo que os usuários criem suas próprias fases.

A cereja do bolo é um reconhecimento aos esforços dos jogadores mais habilidosos: se conseguir vencer o personagem Gridmancer, o pessoal do Code Combat oferece ajuda para conseguir um emprego de programador em San Francisco.

www.codecombat.com | Open source | Gratuito | Disponível em português

Codewars

Voltado a usuários de Ruby, JavaScript e Coffeescript, ao Code Wars falta o apelo visual do jogo anterior, mas sobra charme graças à temática voltada às artes marciais e samurais. Mais indicado para desenvolvedores com boa noção das linguagens, o jogo trabalha as habilidades do usuário através de desafios e kata, que uma vez completados garantem ao jogador pontos de honra para que suba para o próximo nível e libere desafios de programação mais complicados.

O ambiente promove a interação entre os jogadores, premiando aqueles que escrevem seus próprios kata, deixam comentários nos kata de outras pessoas e indicam o jogo para amigos com pontos de honra. O Code Wars também possui uma comunidade grande e ativa, o que ajuda bastante na acolhida de novatos, no networking e na colaboração coletiva.

Os desafios apresentados são ao mesmo tempo divertidos e úteis, porém o jogo peca por não ser tão intuitivo quanto o Code Combat e ter poucas instruções, forçando o jogador a fazer muitas pesquisas para solucionar problemas. Apesar de ser um processo mais lento, é uma grande experiência para sentir como o trabalho de codificação realmente é.

Lado a lado com o ambiente colaborativo, a grande vantagem do Code Wars é permitir que você teste seus próprios códigos. A variedade de linguagens também conta muito a favor dele, principalmente se levarmos em conta que já existem planos para a inclusão de outras, como Python, Java,PHP e Objective-C.

www.codewars.com | Open source | Gratuito | Sem tradução

Code School

Ao contrário dos outros dois jogos, que podem atrair tanto entusiastas de longa data quanto curiosos, o Code School é indicado somente para quem realmente deseja se dedicar a fundo à codificação. O motivo é claro: o jogo é pago (U$29/mês). O engajamento e funcionalidade do site, além do vasto portfólio de cursos, tornam o investimento válido, no entanto.

Com uma conta o usuário pode fazer quantos cursos e desafios desejar e trocar de um para o outro à vontade, tendo como opção trabalhar com desenvolvimento em Ruby, HTML/CSS e iOS, além de ferramentas como Chrome DevTools, Google Drive API e Git.

Embora tenha menos características que o configurem como um jogo de fato – cada lição consiste em uma apresentação de vídeo seguida por desafios –, o sistema de pontuação, onde cada questão tem um valor, que é reduzido caso sejam solicitadas dicas, funcionava com recompensas em forma de vouchers de desconto para uso no site. Graças à crescente popularidade do jogo, esse sistema foi derrubado e no momento as pontuações não servem para nada, exceto medalhas no seu perfil, mas a equipe por trás dele já está trabalhando em soluções.

Uma grande vantagem do Code School é o Hall Pass, um voucher que garante dois dias gratuitos para que os usuários testem o site e os desafios antes de se inscrever.

www.codeschool.com | Código fechado | Pago | Sem tradução

Codecademy

Seguindo a mesma premissa do Code School, o Codecademy é um site voltado a treinamentos completos de habilidades de codificação em uma grande variedade de linguagens como HTML/CSS, jQuery, JavaScript, PHP, Python e Ruby. Os seus maiores diferenciais são o vasto portfólio e o fato de ser gratuito.

Mais do que um lugar para praticar e afiar seus conhecimentos através de desafios, o site é uma grande comunidade colaborativa onde programadores e desenvolvedores do mundo todo se reúnem para trocar experiências, solucionar problemas, encontrar parceiros para projetos e até mesmo oportunidades de trabalho. Sendo open source, os usuários podem criar seus próprios cursos e desafios e lança-los para a comunidade.

Desde o seu primeiro passo no site o usuário se sente em casa. Isso se dá graças à ambientação, o design e a interatividade, que juntos dão uma pegada familiar à experiência. A tela de apresentação – antes mesmo da tela de inscrição – já trabalha, de forma extremamente simpática, com codificação simples para aquecer os navegantes, dando uma prévia do que encontrarão no Codecademy.

Também similar ao Code School é o sistema de reconhecimento aos feitos dos usuários: o site tem um sistema de medalhas que são oferecidas a quem completa as tarefas e vence os desafios impostos, o que funciona como um incentivo para que usuários mais avançados passem por todas as etapas dos treinamentos, recapitulando e testando suas habilidades.

www.codecademy.com| Open source | Gratuito | Sem tradução (treinamentos)

Mesmo as habilidades mais específicas, que aparentam ser mais difíceis, podem ser desenvolvidas com facilidade em um ambiente com o incentivo correto. Os jogos são uma maneira dinâmica e prazerosa de estimular e absorver novos conhecimentos, principalmente por sua capacidade de tornar possível a mensuração de resultados e o senso de conquista.

Bonus Stage: Ano do Código

Para quem deseja se embrenhar participativamente no universo da programação e desenvolvimento, vale a pena dar uma conferida no projeto Ano do Código, uma iniciativa que visa aproximar a programação das pessoas, mostrando através de um processo colaborativo contínuo que todos podem programar e aprender a pensar e planejar com lógica de programação.

www.anodocodigo.org.br

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!