Descubra agora como vetorizar imagens no Adobe Illustrator
Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Você está criando uma conta para sua empresa?

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

Descubra agora como vetorizar imagens no Adobe Illustrator

As pessoas que trabalham com design e computação gráfica já estão acostumadas a ouvir falar em vetorização e em como vetorizar imagens. Isso porque, ao desenvolver um novo projeto, muitas vezes é preciso utilizar fotografias e transformá-las em desenhos.

Essa opção facilita muito o trabalho do designer, agilizando bastante o processo de criação. Além disso, uma imagem vetorizada é muito mais fácil de ser editada e modificada, tudo isso preservando uma boa qualidade do desenho.

Você entende como funciona esse processo? Caso a resposta seja não, sem problemas! Este artigo tem como objetivo explicar o que é vetorização de imagens e, também, ensinar com um passo a passo bastante simples para que você consiga realizar essa função utilizando o Illustrator. Acompanhe!

O que significa vetorizar imagens?

Quando visualizamos uma imagem em formatos como .JPG ou .PNG estamos diante da junção de uma infinidade de pixels. O que isso significa? É como se um artista fizesse uma pintura com pontos, onde vai adicionando pequenas manchas lado a lado até montar a imagem final.

Dessa forma, a imagem em .JPG ou .PNG é como um tecido bordado, que é difícil de ser recortado sem que cause estragos — ou então demanda um tempo muito grande para sofrer modificações.

Ao vetorizar uma imagem, o que acontece é uma transformação dos pixels em alguns pontos, linhas e curvas que, depois dessa mudança, passam a ser elementos distintos. Ou seja, aquela imagem que antes era como um bloco só passa a ser um conjunto desses elementos, que agora podem ser trabalhados e alterados individualmente.

Basicamente, ao vetorizar uma imagem estamos transformando-a em pontos, linhas e curvas, que podem ser modificados individualmente sem comprometer o restante da figura. E outra vantagem relevante para utilizar essa ferramenta é conseguir aumentar a qualidade de imagens em baixa resolução.

Os pixels de uma fotografia, por exemplo, são como pequenos pontos fixos que, quando ampliados, mantém-se com as mesmas informações, apenas esticando aquele ponto da imagem para que a mesma fique maior. Quando fazemos isso, é perceptível uma diminuição da qualidade da foto, que acaba ficando um pouco borrada e perdendo alguns detalhes.

Diferente disso, uma imagem vetorizada, por ser formada por aqueles elementos que são independentes entre si, ao ser ampliada ou reduzida não apresenta nenhuma alteração em sua qualidade e resolução. É como se todos os pontos, linhas e curvas aumentassem ou diminuíssem juntos, se adequando perfeitamente ao novo tamanho da figura.



Descubra agora como vetorizar imagens no Adobe Illustrator

Como vetorizar imagens usando o Illustrator?

O Adobe Illustrator é um dos softwares de edição gráfica mais utilizados e mais conhecidos no mundo. Por isso, vamos ensinar um passo a passo de como realizar a vetorização de imagens nesse programa, de forma automática e em poucos minutos.

  1. Primeiro abra o Illustrator e clique na opção para criar um novo arquivo;
  2. após isso, carregue a imagem desejada clicando em inserir arquivo e buscando a imagem em seu computador, depois confirme com um clique em “Inserir”;
  3. quando a imagem já estiver aberta no programa, selecione-a e, na barra de ferramentas superior, clique na pequena seta ao lado direito do botão “Traçado da Imagem”;
  4. ao clicar na seta, abrirá uma nova aba com algumas opções de estilos de vetorização. Selecione o “Foto de alta fidelidade” para ter um resultado com mais qualidade;
  5. em seguida, na mesma barra de ferramentas superior, clique no botão “Expandir”;
  6. nesse ponto, a imagem já está vetorizada. Para finalizar, clique na imagem com o botão direito do mouse e selecione a opção “Desagrupar”.
É isso! Agora a sua imagem está em vetores, sendo formada por pontos, linhas e curvas que podem ser facilmente editados e modificados de acordo com as suas necessidades de criação.

Quais os principais cuidados ao vetorizar uma imagem?

Trabalhar com criatividade não significa, obrigatoriamente, ter que desenvolver projetos do zero, abrindo uma página em branco e criando imagens desde o início — é verdade que isso acontece algumas vezes, mas nem sempre é necessário. Justamente por isso, vetorizar imagens é tão importante para as pessoas que trabalham no mercado da computação gráfica.

Algumas vezes o profissional dessa área precisa utilizar formas que já estão presentes em alguma imagem, então basta realizar esse processo de vetorização para conseguir selecionar as partes desejadas de uma figura, evitando o trabalho de ter que criar aquele desenho.

Porém, por mais fácil que seja utilizar essa ferramenta no Illustrator, existem algumas dicas e cuidados que devem ser considerados para que os resultados sejam os melhores e, também, para que você não tenha problemas com seus projetos.

O primeiro cuidado é com a utilização indevida de algumas imagens. Existem desenhos que aparecem facilmente em nossas pesquisas no Google, mas que possuem registro de criação. Então é importante verificar e dar créditos ao autor.

Em relação a qualidade da imagem, quanto menor o desenho escolhido para ser vetorizado, menos resolução aquela figura terá. Então é recomendado escolher uma imagem com um tamanho maior, com uma boa qualidade, para que o resultado da vetorização seja fiel.

Para obter um resultado com muita precisão, também existe a opção de vetorizar uma imagem manualmente — diferente da vetorização automática que ensinamos acima. Porém, para isso, é preciso dominar o Illustrator mais a fundo.

O tipo de vetorização manual é mais complexo e acaba demandando mais tempo, mas é a melhor opção para utilizar em fotografias detalhadas. Isso porque, com o uso da ferramenta automática, o resultado vai ser muito confuso e difícil de trabalhar.

Para finalizar, um outro ponto interessante para ter cuidado é com a utilização de alguns efeitos na sua imagem depois de vetorizada — como sombras. Dependendo do formato em que você precise salvar o seu desenho, os efeitos costumam apresentar problemas. Normalmente isso acontece quando a imagem é salva em .EPS ou .WMF.

Viu como vetorizar imagens não é nenhum mistério? Basta ter atenção e seguir as dicas acima. Praticando esse passo a passo, realizar seus trabalhos de design vai ficar cada vez mais fácil e rápido.

Caso tenha gostado do texto, tenha alguma sugestão ou mesmo críticas, fique à vontade para nos contar deixando um comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados