Minha Conta
Recuperar Senha

Digite seu endereço de e-mail que foi cadastrado e enviaremos seus dados de acesso.

Minha Conta

A senha deve conter no mínimo 6 caracteres.

Ao se cadastrar, você concorda com a Política de Privacidade e Segurança

Mudar Data: Photoshop CS6 Módulo I
Preço
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
15/09 a 26/09 Manhã 4000,00
  Itens Preço
Carrinho de Compras
O carrinho está vazio.
INVESTIMENTO TOTAL:0,00

Esqueci minha senha

Foi enviado um e-mail para com os dados de acesso.

Computação gráfica: 6 carreiras que você precisa conhecer

Se você tem dificuldades em escolher cursos ideais para você, então talvez você precise saber melhor quais portas cada curso abre. Além disso, quando há interesse por computação e arte, saiba que é possível unir os dois em um curso de computação gráfica.

Nessa área, existem diversas carreiras bem remuneradas como diretor de arte, diretor de efeitos especiais, modelador 3D, animador 3D, colorista e game designer.

Neste post, apresentamos 6 carreiras, suas funções e remuneração para que você saiba o que o futuro aguarda para uma pessoa da área da computação gráfica. Boa leitura!

1. Diretor de arte

diretor de arte tem um trabalho muito importante dentro de uma empresa ao criar conceitos visuais ideais para um certo público. No caso da publicidade, por exemplo, ele tem a responsabilidade de criar as peças que compõem a campanha.

Esse profissional também pode trabalhar no cinema e televisão. Nesse caso, ele é responsável por toda a concepção visual da produção, que pode ser de filmes, programas de TV ou documentários.

Ele precisa orientar a equipe e ser uma espécie de líder para os produtores de arte, cenógrafos, figurinistas, além de dar conta de efeitos especiais e efeitos visuais.

Agora que você já sabe o que faz um diretor de arte, provavelmente deve querer saber quanto esse profissional ganha. Segundo o site LoveMondays, o salário de um diretor de arte pode variar de R$ 2.600, no nível júnior, até R$ 6.700 no estágio mais avançado da carreira. Nada mal, não é?

2. Diretor de efeitos especiais

Você já deve ter saído do cinema e comentado com seus amigos sobre os efeitos especiais do filme. Eles podem ser muito impressionantes e são responsáveis por tornar a experiência mais imersiva e divertida para o espectador. Além disso, a qualidade dos efeitos especiais pode fazer com que você se pergunte quem os cria e como.

O diretor de efeitos especiais é o responsável por coordenar a equipe para que os efeitos fiquem o mais próximo possível da realidade. Para isso, ele precisa entender de matemática, física e, até mesmo, arte e computação. Esse profissional precisa estar constantemente atualizado, pois essa área está sempre evoluindo.

salário desse profissional também é bastante interessante e pode variar de R$ 3.500 a R$ 8.500. É claro que esse valor pode ser até maior em casos de grandes estúdios e filmes de sucesso.

Modelador 3d é uma das opções de atuação em computação gráfica

3. Modelador 3D

As animações gráficas em 3D começaram há alguns anos e, desde então, têm evoluído para simular cada vez mais modelos reais. A arte de modelar em 3D significa criar objetos em três dimensões utilizando programas específicos de modelagem. Dessa forma, o modelador está apto a criar personagens, objetos e cenários.

O modelador 3D precisa ter em mente qual será o visual pretendido, uma vez que existem diversas técnicas que resultam em estilos diferentes de modelos 3D.

Se a proposta é um ambiente infantil, os cenários, objetos e personagens podem ter uma aparência mais próxima a um cartoon. Contudo, se a animação for voltada ao público mais velho, uma aparência realista pode ser mais atrativa.

Esse profissional pode trabalhar tanto na indústria cinematográfica quanto na de games. É uma carreira que exige bastante estudo e prática, além de atualização constante. O salário do modelador 3D pode variar de R$ 1.800 a R$ 3.000.

4. Animador 3D

Com o modelo criado pelo modelador, o animador 3D pode aplicar as técnicas de animação. Ele utiliza um software para criar algum tipo de movimento, como caminhar, correr, golpear, ser golpeado e centenas de outras animações.

Na área de games, normalmente existe um número reduzido dos tipos de animações quando comparado a um filme. Contudo, é possível utilizar técnicas que gravam movimentos de pessoas reais para depois aplicá-los em modelos 3D, a fim de torná-los mais naturais.

Essa técnica é conhecida como mocap (motion capture ou, em português, captura de movimento).

salário do animador 3D pode ser maior do que o de modelador, variando entre R$ 1.000 e R$ 5.000. Contudo, em empresas menores, pode ser que o modelador seja também animador 3D, podendo ter salários até melhores.

5. Colorista

Quando nós fazemos algum tipo de filmagem caseira, conseguimos notar uma nítida diferença entre esse vídeo e o de um profissional. Mesmo se utilizarmos câmeras profissionais, a filmagem não sai pronta e perfeita.

O colorista é aquele profissional que dá mais vida a uma cena de filme, utilizando técnicas de cores para que cada quadro esteja harmonizado com a temática do filme. O salário desse profissional pode variar entre R$ 1.000 e R$ 5.700.

Além do colorista cinematográfico, também existe o colorista de HQ. Esse profissional recebe uma HQ já desenhada e utiliza programas para aplicar as cores no desenho.

Ele pode ser contratado por uma editora e, assim, colorir todos os quadrinhos da empresa, mas, também, pode ser freelancer, recebendo um valor combinado para cada projeto trabalhado.

6. Game designer

A indústria de games está em constante crescimento no mundo inteiro e, até mesmo no Brasil, existem diversos estúdios de desenvolvimento de games. Assim, todo estúdio precisa de um game designer.

Esse profissional é responsável por cuidar de toda a concepção de um jogo, como o estilo visual, mecânicas, recompensas e até mesmo interface.

O game designer é responsável, então, por conceber e detalhar o jogo em um documento — o Game Design Document (GDD). A partir deste, o restante dos membros da equipe poderá utilizá-lo para suas criações.

Dessa forma, o game designer precisa saber muito bem trabalhar em equipe, pois será responsável por dar início ao processo. Além disso, é necessário que tenha bons conhecimentos de jogos e esteja em constante atualização sobre os lançamentos do ramo.

Por fim, ele também precisa entender de artes gráficas e, até mesmo, um pouco de computação.

salário do game designer pode variar muito, pois existem estúdios que remuneram os funcionários de acordo com os lucros de um game. Porém, outras organizações preferem pagar um salário fixo, que pode variar de R$ 1.000 a R$ 4.000.

Desenvolvedor de games: como é o mercado no Brasil

Deu para notar que existem diversas possibilidades de carreira na área de computação gráfica, e elas podem ser tanto na indústria cinematográfica quanto na de games.

Os salários podem ser até maiores do que aqueles que mostramos aqui, principalmente se você trabalhar em grandes estúdios. Contudo, assim como qualquer outra área, as carreiras de computação gráfica exigem muito estudo, prática e experiência.

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre como ter sucesso profissional? Então leia este post e fique por dentro do assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

Artigos Relacionados