Conhecendo os eSports: esportes eletrônicos!

Os eSports movimentam muito dinheiro e atraem legiões de fãs em todo o mundo. Saiba quais são as modalidades e principais equipes dos esportes eletrônicos!(...)

Autor: Eduardo Mozer

Já não é mais novidade pra ninguém que os esportes eletrônicos – mais conhecidos mundialmente como eSports –  têm tomado muito espaço na mídia, seja em sites especializados ou portais de notícias, redes sociais, canais de televisão e até mesmo no rádio.
E essa exposição não é à toa. Somente em 2017 o mercado de eSports arrecadou US$ 655 milhões e com uma estimativa de faturar US$ 906 milhões em 2018.
Movimentando esses montantes de dinheiro, com cada vez mais equipes e campeonatos com premiações milionárias, transmissões ao vivo, eventos e milhões de fãs, porque ainda tem muita gente que não leva os esportes eletrônicos a sério?
Foi pensando nisso que preparei esse artigo com o objetivo de explicar um pouco sobre o que é um eSport, quais as modalidades, principais equipes no Brasil e no mundo e os maiores campeonatos. Continue lendo e acompanhe!

O que são os eSports?

Possivelmente originado na Coreia do Sul – onde as modalidades já são reconhecidas desde 2000 -, os eSports são competições profissionais de jogos eletrônicos, geralmente disputadas em tempo real e com transmissões ao vivo em canais de TV e sites.
Hoje em dia, as disputas já envolvem equipes estruturadas formadas por atletas profissionais, que contam com grandes patrocínios e verdadeiras legiões de fãs. Para se ter uma ideia do tamanho do sucesso, as finais de Campeonato Mundial de LOL – League of Legends –  de 2016 já renderam mais audiência que as finais da NBA do mesmo ano.
A fórmula do sucesso originado na Ásia invadiu o mundo todo, unindo games populares, campeonatos que são verdadeiros espetáculos e jogadores celebridades. Vamos entender um pouco melhor os tipos de jogos eletrônicos!

Quais são esses jogos eletrônicos e suas modalidades?

Há diversos tipos e jogos no cenário competitivo hoje em dia, com novidades crescendo cada vez mais. Vamos falar aqui de alguns dos games mais conhecidos. Confira:

Battle Royale

Dentro da linha de jogos de estratégia, o gênero de battle royal une exploração, sobrevivência e coleta de equipamentos. Geralmente oferecem opções de jogos competitivos em missões solo, em dupla ou squad (times com 4 pessoas).
Os jogos mais destacados nessa modalidade são o Fortnite e PUBG – PlayerUnknown’s Battlegrounds.

MOBAS

Os MOBAS (sigla para Multiplayer Online Battle Arena) são os jogos mais populares atualmente, contando com as maiores transmissões.
Tudo isso se deve muito aos sucessos globais de League of Legends e DOTA 2. Ambos são jogados com time de 5 pessoas e muita estratégia, buscando premiações milionárias. Para se ter uma ideia, em 2018 o time campeão de Dota 2 levou a bolada de mais de 11 milhões de dólares.

FPS

Eu tenho certeza que você logo vai se lembrar de um jogo da modalidade FPS (sigla de First Person Shooter), que pode ser definida como games de tiro em primeira pessoa.
Lembrou das horas e horas jogando Counter Strike, o famoso CS, nas lan houses, acertei?
Jogado em times de 5 pessoas, os jogos contam com muita estratégia mas enquanto games do MOBA se concentram em destruir a base inimiga, no CS depende de você eliminar toda equipe inimiga ou cumprir um objetivo como explodir ou desarmar uma bomba C4.

RTS – Estratégia

Se tem um jogo que alavancou muito o profissionalismo dos eSports, foi o StarCraft. Hoje já no mais atual StarCraft 2, o jogo de RTS (Real-time strategy) é uma febre entre seus jogadores, atraindo adeptos de RPG em todo o mundo.

Outros

Além das categorias citadas, os eSports ainda têm outras opções de jogos. Podemos citar os de Luta, com clássicos como Street Fighter e Mortal Kombat, jogos de cartas como HearthStone, e de futebol com os famosos Fifa e PES.

Agora que você já viu quais são as principais modalidades dos esportes eletrônicos, chegou a hora de conhecer que são os atletas que fazem o público vibrar!

Quais são as principais equipes dos eSports?

Se engana quem acha que os times que disputam campeonatos de eSports são formados apenas por amantes dos vídeo games. A verdade é que as equipes profissionais contam com verdadeiros atletas.
Muitos jogadores de grandes equipes têm treinamentos de até 13h por dia, enquanto outros moram em Gaming Houses, que são verdadeiros centros de treinamentos, muitas vezes equipados e com o auxílio de profissionais como fisioterapeutas e até psicólogos. Parecido com jogadores de futebol, não acha?
Dentre as equipes mais tradicionais e conhecidas dos eSports – algumas têm times em diversos jogos – podemos apontar: Fnatic, NiP (Ninjas in Pyjamas), Cloud 9, Natus Vincere, Sk Gaming, SK Telecom T1 e Edward Gaming.
No Brasil, hoje já entre os países mais ativos no mercado de jogos eletrônicos, temos a Pain Gaming, Keyd, Red Canids, CNB e Kabum.
Além disso, tanto no cenário nacional quanto internacional, vemos que times de esportes não eletrônicos também começam a entrar nos eSports, formando times e aproveitando as marcas já conhecidas. São exemplos no Brasil o Flamengo, Santos e Remo. No mundo, Shalke 04, Fenerbahçe, PSG e Manchester City também já montaram equipes.
Mas onde eu vejo esses times em ação? É o que vamos falar a seguir!

Como faço para assistir os campeonatos de eSports?

Com o crescimento dos esportes eletrônicos, reunindo milhões de pessoas ao redor do mundo, as transmissoras não iriam perder essa oportunidade. O que antes era restrito a internet, hoje já conta com a cobertura dos principais campeonatos em canais de TV por assinatura como SporTV e ESPN.
Além da tevê, atualmente temos também algumas plataformas de transmissão online na internet, com destaque para o próprio Youtube, o Twitch, Hitbox e Esporte Interativo.
E aí, deu para entender melhor para acompanhar os eSports? Olha que em breve eles devem estar até mesmo nas Olímpiadas. 
Mas você já pensou em fazer dos games uma profissão? Pois isso é possível e pode ser uma ótima opção de carreira. Veja aqui as opções de carreira no mercado de jogos digitais!

2 Comentários

  1. Rodrigo disse:

    Parabéns Eduardo.
    Bela publicação.

  2. Fabio henrique disse:

    Muito bom artigo. Parabéns Eduardo

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!