Como escolher a melhor faculdade de tecnologia?

Como os cursos superiores nessa área têm sido cada vez mais procurados, é importante escolher a instituição certa para dar base a sua carreira.

Autor: Jéssica Lima

 

A área de tecnologia tem crescido muito nos últimos anos, no Brasil e no mundo. Segundo a pesquisa “Mercado brasileiro de Sotware e Serviços” realizado pela ABES com a IDC, o mercado de tecnologia superou a média mundial. Registramos nos últimos anos, um crescimento de 9,8%, enquanto a média mundial foi de 6,7%.

 

São paulo é o estado que concentra mais investimentos nesse ramo, com 845 mil funcionários da área no Brasil, o estado registra 42,9% desse valor. E a maioria das instituições de ensino especializadas em tecnologia está concentrada aqui.

 

Mas esse crescimento tem preocupado as empresas da área, isso porque, segundo uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), em 2024 o mercado estará com um déficit de 290 mil profissionais.

 

Os cursos superiores têm sido muito requisitados, mas é importante escolher a instituição certa para dar base a sua carreira.

 

Muitas vezes os interessados em instituições de ensino do ramo de tecnologia já estão trabalhando na área e querem se atualizar ou se especializar. Por isso, é muito comum surgirem anúncios de cursos rápidos que prometem milagres em relação ao ensino. Porém, alguns desses cursos podem não corresponder às expectativas e decepcionar o aluno.

 

Pensando nisso, resolvemos dar 6 Dicas de como escolher a melhor faculdade na área de tecnologia, visando qualificar os estudantes para um mercado que necessita de profissionais qualificados.

 

Saiba como escolher a melhor faculdade na área de tecnologia

1 – O curso

Antes de tudo, você deverá escolher qual a área que mais se identifica. A tecnologia abrange muitas áreas e você pode acabar escolhendo algo distante das suas expectativas. Por isso, é importante saber exatamente o que cada curso de graduação oferece.

 

Existem áreas que se destacam no mercado, algumas são:

 

 

Além de saber quais áreas são do seu interesse, é necessário analisar todas as informações gerais do curso, como a ementa, grade do curso, pesquisar sobre os professores, quais faculdades ele cursou e todas as suas experiências profissionais.

 

2 – Visão do mercado

 

Esse é uma das dicas mais importantes. A visão que o mercado de trabalho tem da faculdade influencia muito na sua carreira – afinal, são eles que contratam. Por isso, é importante sempre analisar as parcerias que a faculdade tem com empresas do mercado e o portal que ela oferece onde são divulgadas as oportunidades de estágio.

 

Converse com pessoas que atuam no ramo de tecnologia e analise quais aspectos eles levam em conta para contratar profissionais. O networking nesse papel é fundamental para conhecer sobre a área, quais cursos são requisitados dentro das empresas e quais as graduações carregam um peso maior na hora da contratação.

 

Esteja sempre ligado ao Linkedin, lá você poderá pesquisar todas as informações citadas além de ampliar a visão sobre cursos profissionalizantes para a área de atuação. 

 

Saber o que as empresas pensam dos profissionais formados na instituição é uma ótima maneira de saber qual será a aceitação na área.

 

Veja o que diz, Eduardo Vogel da Benjamin Padaria sobres os alunos da Impacta:

 

 

3 – Infraestrutura

 
Para um bom funcionamento na dinâmica das aulas, a faculdade deverá dar um suporte para os seus alunos. Por isso, é fundamental você analisar a infraestrutura que ela lhe oferece. 
 
Cursos que trabalham diretamente com computadores, por exemplo, devem ser oferecidos uma rede capaz de suprir as necessidades dos alunos.
 
Lugares como laboratórios, espaços de estudos e convivência, locais para alimentação e Fab Labs são expansões que despertam interesse das turmas para dedicar algumas horas para estudos ou execuções de trabalhos acadêmicos.
 
Além de manter um local com suporte aos alunos, pontos como limpeza, localização, acessibilidade e funcionamento são levados em consideração, mantendo o ambiente mais receptivo para os alunos.
 

4 – MEC

Tenha certeza que a faculdade é credenciada pelo Ministério da Educação (MEC)
 
Algumas faculdades poderão oferecer cursos com valores baixos em comparação com a demanda do mercado, porém os cursos podem não ser reconhecidos pela instituição do MEC.
 
Confira as notas do curso, pois o mercado exige certificados em instituições com uma boa nota e reconhecimento dentro da área. Se você não sabe como funciona a avaliação do MEC em relação aos cursos, iremos te explicar agora.
 
O órgão que realiza a avaliação é o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Além de avaliar o ensino superior, ele é responsável pela organização do ENEM. 
 
Sobre os indicadores de desempenho, o INEP divulga três indicadores de qualidade:
 

  • Conceito Enade
  • Conceito Preliminar de Curso (CPC)
  • Índice Geral de Cursos (IGC).

 
Todas as notas são avaliadas de 0 a 5, sendo 5 uma excelente qualidade no ensino. Para saber mais, basta entrar no site do MEC e conferir todas as informações sobre a avaliação.
 

5 – Atualizações

Para escolher a faculdade de tecnologia é preciso levar em conta a frequência com que ela atualiza seu conteúdo. Como as mudanças nessa área acontecem de forma rápida, as faculdades que não se atualizam ficam facilmente obsoletas.
 
Acrescentar cursos na grade de acordo com as necessidades do mercado são importantes para que a faculdade esteja sempre atualizada. Hoje, alguns cursos são primordiais para a indústria 4.0, como:
 

 

6 – Aulas

Procure faculdades que oferecem aulas práticas na grade. Matérias mais técnicas precisam ser ensinadas na prática, então é muito importante que o curso aplique essa modalidade.
 
Veja a grade curricular do curso e analise a evolução das aulas. Valorize as interações multidisciplinares e a exigência de trabalhos de conclusão de curso, isso vai fazer muita diferença na vida profissional.
 
Nos dias atuais, matérias a distância facilitam a vida de profissionais que não tenham tempo para estar presencialmente na aula. Por isso, a inserção de cursos e matérias online tem sido cada vez mais requerido nas grades curriculares.
 
Algumas plataformas também auxiliam na parte dos estudos,como Google Classroom e o Smart Class, disponibilizando para os alunos os conteúdos vistos nas aulas para que ele não perca nenhuma aula, podendo até tirar dúvidas com os professores.
 
A tomada de decisão em qual faculdade você deverá escolher é tão importante quanto a escolha do curso. O mercado tem sido cada vez mais exigente, por isso você deverá analisar aquelas que buscam sempre a atualização de acordo com as carências do mercado.
 
A Faculdade Impacta é uma das melhores no ramo da tecnologia na América Latina, reconhecida pelo MEC e com diversas parcerias com empresas que têm grande influência no mercado. Conheça mais sobre todos os cursos que oferecemos!
 
Gostou de nossas dicas? Então deixe seu comentário para tirar suas dúvidas ou sugestões para os próximos artigos.

1 Comentário

  1. janete disse:

    muito bom o seu artigo

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!