Data centers e propriedades quânticas: o que muda com essa novidade?

Os data centers frequentemente são ainda uma opção para as grandes empresas lidarem com o processamento e armazenamento de informações.

Autor: Redação Impacta

Os data centers, apesar de velhos conhecidos, frequentemente são ainda uma opção para as grandes empresas lidarem com o processamento e armazenamento de informações. Verdadeiros centros de fluxo da nossa era digital, são super estruturas especialmente pensadas e construídas para lidar com um grande volume de dados. É por eles que passam, direta ou indiretamente, boa parte das informações que indivíduos e organizações movimentam na internet.

É grande o volume de dados e há estimativas de que esse volume aumente ainda mais à medida que mais indivíduos passem a fazer uso da internet. Para ser capaz de atender a essa demanda é que a tecnologia dos data centers vem evoluindo. Os processadores tem se tornado cada vez mais avançados, apresentando melhores performances e novas tecnologias de segurança (como no caso da criptografia de dados, por exemplo, que hoje em dia é uma etapa mais veloz).

A mesma preocupação com o aprimoramento tecnológico se dá quando o assunto é a velocidade de transmissão dos dados dentro dessas estruturas enormes. Recentemente uma propriedade quântica relacionada à luz foi explorada a fim de aumentar ainda mais essa velocidade de transmissão, que hoje é feita por meio de cabos de fibra óptica. Saiba que mudanças essa relação entre propriedades quânticas e data centers traz para todos nós.

Os pulsos de luz e a velocidade de transmissão de dados

Os cabos de fibra óptica possuem em seu núcleo filamentos de vidro tão finos quando um fio de cabelo humano. É um tipo de material adequado para conduzir pulsos de luz, conforme a variação de intensidade com que os pulsos são enviados tem-se uma codificação. A velocidade da transmissão é maior quanto mais rápida for a variação da intensidade da luz, mas ainda assim há uma velocidade máxima determinada pelas leis da física e não se poderia ir além disso.

O caminho explorado hoje abandona a questão da variação da intensidade e aborda a polarização da luz. Na polarização, a luz é propagada através de um único plano, não se dispersa em vários. O laser, portanto, emitiria a luz a partir de uma polarização circular especialmente determinada. A grande descoberta é que a polarização da luz pode ser alterada consideravelmente mais rápido do que a intensidade da luz.

As propriedades quânticas e a polarização da luz

Alterar a intensidade dos pulsos de luz é um processo que envolve a movimentação de muitos elétrons, ocorre que há um limite de velocidade para o deslocamento dessas partículas.

Já na hipótese da polarização da luz, a alternância ocorre com base numa propriedade quântica dos elétrons: o spin. Resumidamente, pode-se dizer o spin é um comportamento muito específico de uma partícula e poderia ser entendido como um movimento de rotação, embora existam controvérsias quanto a essa definição.

O fato é que esse movimento de alternância da polarização requer poucos elétrons e devido ao comportamento quântico das partículas a alteração da polarização da luz torna-se muito mais rápida. Como é essa alteração que determina a velocidade da transmissão dos dados, que por sua vez são pulsos de luz formando codificações, um laser de spin pode atingir altas freqüências. Nessas condições, a velocidade de envio de informações pode até mesmo ser duplicada.

Mais velocidade para o processamento de dados

Essa é a principal mudança. E a partir dela podem vir diversas outras. Se depois da gradativa substituição dos cabos com fios de cobre por cabeamento óptico já usufruímos os benefícios de ter mais velocidade e segurança na transferência de dados, alcançar transmissões ainda mais velozes vai operar novas transformações e trazer uma melhor performance a diversos tipos de sistema.

O propósito de um data center é tornar possível o funcionamento de sistemas que são cruciais ao desenvolvimento das mais diversas operações através da internet, desde a simples administração de contas de emails até a manutenção de sistemas integrados de gestão empresarial (ERPs – Enterprise Resource Planning). A velocidade revolucionou a maneira como lidamos com a informação até aqui, essa mesma velocidade fará dos grandes centros de armazenamento e processamento de dados estruturas ainda mais capacitadas para lidar com o crescente volume de informações movimentadas nos dias de hoje.

Ainda tem dúvidas sobre essa combinação fantástica entre propriedades quânticas e data centers? Deixe um comentário e participe!

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!