Bots visitam mais sites do que os humanos

Os Bots, programados para repetir as ações humanas na internet, fazem mais visitas aos sites do que as próprias pessoas, com aumento dos chamados ruins.(...)

Autor: Bruno Saes

Os Bots – robôs programados para repetir as ações humanas na internet – fazem mais visitas aos sites do que as próprias pessoas. É o que diz uma pesquisa realizada pela Incapsula, empresa californiana especializada em segurança online, que avaliou 20 mil páginas da web em todo o mundo.

Segundo Marc Gaffan, CEO da Incapsula, a pesquisa, publicada em 18 de dezembro, apontou que 56% das visitas na internet são feitas por um bot, sendo que essa porcentagem alcançou os 80% em sites menores.

Bots ruins e mais inteligentes

Apesar de ultrapassar os humanos, esse tráfego de robôs na web diminuiu de 2013 para 2014, já que passou de 60% para 56%. E vale lembrar que nem todos são ruins, sendo que muitos são utilizados, inclusive pelo Google, na indexação de toda a web.

O grande problema é que os bots ruins, ou “imitadores”, estão cada vez mais presentes e tiveram um aumento de 10% em relação ao ano passado. O estudo da Incapsula revela ainda que esses robôs mal intencionados são responsáveis por 31% do tráfego em sites pequenos e 27% nos maiores sites.

Bots estão cada vez mais inteligentes

Outro fator preocupante, ainda segundo Marc Gaffan, é que esses recursos automatizados estão cada vez mais inteligentes, conseguindo, até mesmo, mimetizar o Google e funcionar nos navegadores. “Eles avançaram bastante na capacidade de quebrar os códigos no captcha”, diz o CEO da Incapsula.

Muitos desses bots ruins são utilizados, por exemplo, para fazer comprar em sites com eBay, ou ainda para garantir ingressos em eventos concorridos. Outros robôs maliciosos são utilizados para tarefas ainda piores, como derrubar sites, aplicar comentários com spam, danificar páginas e utilizar material sem autorização.

Para tentar combater esses robôs, que devem estar ainda mais presentes na internet em 2015, muitas empresas estão trabalhando em soluções de segurança. Uma das tentativas é a nova ferramenta do Google para simplificar os Captchas e ainda barrar os bots de acordo com os padrões de uso, conforme publicado aqui no blog.

Deixe o seu comentário!

Não perca nenhum post!